78 Hemorragia e Trombose Flashcards Preview

Hemato > 78 Hemorragia e Trombose > Flashcards

Flashcards in 78 Hemorragia e Trombose Deck (68):
1

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) V ou F? Hematomas de formaçao facil e menorragia constituem queixas comuns em pacientes com e sem disturbios hemorragicos, bem como diagnostico do tecido conjuntivo (Ehlers-Danlos, Cushing, uso cronico de esteroides, envelhecimento - purpura senil)

V

2

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) V ou F? AAS prejudica a hemostase primaria e o efeito pode persistir durante 7 dias embora frequentemente reverta em 3 dias apos a ultima dose; os AINES tb prejudicam a hemostase primaria e o efeito inibidor da COX-1 é revertido quando o farmaco é suspenso

V

3

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) Qual é o sintoma mais comum na telangiectasia hemorragica hereditaria e meninos com DVW?

Epistaxis

Ps:
- Epistaxis é comum em crianças sem patologia em climas SECOS
- DD: ausencia de variaçao sazonal e sangramento que requer intervençao (nos casos de disturbios)

4

(Hemorragia e Trombose) V ou F? O TP mede apenas um aspecto da hemostasia afetada pela disfunçao hepatica - risco de subestimar o risco hemorragico

F - SUPERESTIMAR o risco hemorragico

5

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) V ou F? A amigdalectomia nao apresenta grande risco hemorragico contudo pode ocorrer sangramento ate 14 dias apos

F
Amigdalectomia
- Desafio hemostatico MAJOR
- Sangramento pode ocorrer logo apos a cirurgia ou ate 7 dias apos

6

(Hemorragia e Trombose) V ou F? O INR foi desenvolvido para avaliar a anticoagulaçao causada por diminuiçao de fatores dependentes da vit K; INR tb é usado na avaliaçao dos pacientes com doença hepatica, mas tem pior correlaçao: apenas prevê risco hemorragico de forma aproximada (geraçao de trombina é frequentemente normal em disfunçao hepatica ligeira a moderada)

V

7

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Previsor mais importante de recorrencia no TEV é evento idiopatico

V

8

(Hemorragia e Trombose) Que fatores mede o aPTT? Gerlamente torna-se prolongado com deficiencia de fator isolada de ...%

I, II, V, VIII, IX, X, XI, XII, HMWK, PK

Gerlamente torna-se prolongado com deficiencia de fator isolada de 30-50%

Ps: A composiçao fosfolipídica dos reagentes varia, o que influencia a sensibilidade às defciencias de fator - resultados variam em funçao do laboratorio

9

(Hemorragia e Trombose) V ou F? A participaçao do fator XI depende da ativaçao pelo feedback positivo pela trombina, ou seja, tem papel na amplificaçao e nao na iniciaçao

V

10

(Hemorragia e Trombose) Qual é o principal fator de risco para trombose arterial?

Aterosclerose

11

(Hemorragia e Trombose) Qual é o previsor mais forte de recorrencia de TEV?

Evento IDIOPATICO - pelo que o aspecto mais importante na trombose venosa é determinar precisamente se o evento foi idiopatico

12

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Os anticorpos antifosfolipidicos sao frequentemente positivos de forma transitoria na doença aguda

V

13

(Hemorragia e Trombose) Qual é o principal mediador da agregaçao plaquetária? E qual é o recetor mais abundante na superficie plaquetária?

GP IIb/IIIa

Ps:
- Quanto ativo liga ao fibrinogenio e FVW
- Cada plaqueta tem cerca de 50 000

14

(Hemorragia e Trombose) V ou F? PAF-100 mede coagulaçao dependente das plaquetas sob condiçoes de fluxo; menos sensivel e especifico para DVW que o tempo de sangramento; o tempo de oclusao do PFA-100 esta aumentado em alguns disturbios plaquetarios; utilidade na previsao de risco hemorragico nao determinada

F - MAIS sensivel e especifico para DVW que o tempo de sangramento MAS NAO É suficientemente sensivel para excluir disturbios hemorragicos

15

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) V ou F? Sangramento com o primeiro dente é comum em disturbios hemorragicos ligeiros

F - INCOMUM em disturbios hemorragicos LIGEIROS

16

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Os niveis de proteina C e S podem aumentar em caso de trombose aguda e diminuem com a varfarina

V

17

(Hemorragia e Trombose) V ou F? A vit K tb é necessaria para processos pro-coagulantes

V

Apesar de ser necessaria para processos pro e anticoagulantes, o fenotipo é HEMORRAGICO

18

(Hemorragia e Trombose) Hemartroses espontâneas constituem uma caracteristica essencial da deficiencia MODERADA a GRAVE dos fatores..

VIII e IX
(e em raras circunstancias de outros fatores em defice)

19

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) Hemorragias potencialmente fatais (3) e qual delas é a principal causa de morte relacionada com sangramento em pacientes com deficiencias congenitas graves de fator?

- Orofaringe
- Retroperitoneu
- SNC - PRINCIPAL causa de morte relacionada com sangramento em pacientes com deficiencias congenitas graves de fator

20

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Os D-dímeros sao marcadores sensiveis da formaçao do coagulo

V

21

(Hemorragia e Trombose) Trombina tambem ativa o fator... que estabiliza o coagulo de fibrina - ligaçoes covalentes

XIII

22

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) V ou F? Sangramento GI e hematúria sao geralmente causados por patologia subjacente e devem adotar-se procedimentos para identificar e tratar o local atingido mesmo em pacientes com diagnosticos hemorragicos

V

23

(Hemorragia e Trombose) A coagulaçao normalmente é iniciada pela exposiçao do ... por lesao vascular (via extrinseca); amplificaçao ocorre pela via intrinseca

Fator Tecidual - expresso constitutivamente na superficie subendotelial e em micropartículas circulantes

24

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) Menorragia é definida por perda de mais de ... e tem .. (baixa/alta) correlaçao com queixas de perda excessiva; previsores? (4)

- Perda superior a 80 mL/ciclo
- BAIXA correlaçao com queixas de perda excessiva
- Previsores
- Anemia ferropenica
- Necessidade de transfusao
- Coagulos maiores que 2,5 cm
- Troca de tampao em menos de 1h

Ps:
- Relatada na maioria das mulheres com DVW, deficiencia do fator XI, portadoras sintomaticas de hemofilia A
- Menorragia nas mulheres com disturbios hemorragicos tem mais probabilidade de começar na menarca do que em menorragias por outras causas

25

(Hemorragia e Trombose) A sensibilidade do exame (TP) varia de acordo com a fonte de ..

TROMBOPLASTINA - Indice de Sensibilidade Internacional (ISI) reflete sensibilidade das diferentes tromboplastinas na reduçao dos fatores

26

(Hemorragia e Trombose) Que fatores mede o TP?

I, II, V, X (via comum) e VII (via extrinseca)

27

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Uma trombofilia genetica pode ser um determinante minor de trombose venosa

V

28

(Hemorragia e Trombose) Regulaçao fisiologica da fibrinolise (3)

1. Inibidores do ativador do plasminogénio - PAI-1 (inibidor primario de tPA e uPA); PAI-2

2. Inibidor da fibrinolise passivel de ativaçao pela trombina - TAFI - cliva os residuos de lisina N-terminais da fibrina

3. Alfa2-antiplasmina - principal inibidor da plasmina livre (se fibrina) no plasma humano

29

(Hemorragia e Trombose) Nos ensaios de fator especifico o plasma do doente é misturado com plasma deficiente no fator em estudo: isto irá corrigir todas as deficiencias de fator em mais de ..% tornando o prolongamento na formaçao do coagulo dependente do fator em falta no plasma

50%

30

(Hemorragia e Trombose) A idade é um fator de risco importante para trombose venosa - o risco de TEV aumenta por decada, com uma incidencia aprox de ... na infancia a .... nos 80s

1/ 100 000 por ano na infancia
1/ 200 por ano nos 80s

31

(Hemorragia e Trombose) O que sao e para que servem os estudos de mistura?

- Teste de mistura: plasma normal e plasma do paciente na proporçao 1:1, determinando-se aPTT e TP imediatamente e apos incubaçao a 37oC por tempos variados
- Sao usados para avaliar um aPTT (menos comumente TP), para distinguir uma deficiencia de fator e um inibidor

32

(Hemorragia e Trombose) V ou F? O principal objectivo dos exames de coagulaçao deve ser a confirmaçao de um disturbio em doente sem historia clinica suspeita

F -COM historia clinica suspeita

33

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) V ou F? Durante a gravidez o FX e o FVIII normalizam se como tal a hemorragia pos parto nestes casos é tardia

F - FVW e FVIII

Ps: Hemorragia pos-parto
- Comum em pacientes com diagnosticos hemorragicos
- Niveis de FVW e FVIII normalizam durante a gravidez
- HPP é tardia na DVW 1 e hemofilia !!
- Alto risco de recorrencia
- Hemorragia intrabdominal por rotura de cisto ovariano tambem relatada

34

(Hemorragia e Trombose) V ou F? O uso de exames laboratoriais complementa mas nao substitui avaliaçao clinica

V

35

(Hemorragia e Trombose) (Exames laboratoriais para trombofilia) Na maioria dos casos a anticoagulaçao pode ser suspensa apos .... iniciais do tratamento e pode-se testar os valores .. apos

apos 3-6 meses iniciais de trat
e pode-se testar os valores 3 semanas apos

Ps: "o IVA é o nosso Cancro" - Anticoagulaçao para toda a vida:
- evento Idiopatico
- Voo
- s. Anticorpo Antifosfolipidico
- Cancro

36

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Gravidez e puerperio sao fatores de risco para trombose venosa e arterial

F - so venosa

Ps: terapia hormonal é para as 2

37

(Hemorragia e Trombose) O Tempo de Trombina e o Tempo de Reptilase medem ... e estao prolongados se .. (3) Qual o efeito nestes tempos da heparina e do Dabigatran?

- Medem a conversao do fibrinogenio em fibrina

- Prolongados se:
1. Fibrinogenio baixo (menor que 80-100 mg/dL)
2. Fibrinogenio qualitativamente anormal (disfibrinogenemias)
3. Quando há interferencia dos produtos de degradaçao do fibrinogenio/ fibrina (PDFs)

- O Tempo de Trombina esta prolongado quer na presença de heparina quer na presença de Dabigatran (pode-se usar para monitorizar)

- O Tempo de Reptilase NAO esta prolongado quer na presença de heparina quer na presença de Dabigatran

38

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Os D-dímeros sao relativamente especificos da degradaçao da fibrina (e nao do fibrinogenio)

V

39

(Hemorragia e Trombose) Principais constituintes do sistema hemostatico? (3)

- Plaquetas
- Proteínas plasmaticas
- Parede do vaso

40

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) Hemartroses sao caracteristicas da deficiencia congenita (ou adquirida) MODERA ou GRAVE de ...; tb observadas em deficiencias moderadas e graves de.. (5)

VIII ou IX

V, VII, X, fibrinogenio e protrombina

41

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Os d-dímeros sao marcadores sensiveis da formaçao do coagulo e estao validados para uso clinico (exclusao de TVP e TEP em populaçoes selecionadas)

V

42

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) Os disturbios hemorragicos sao comummente associados a doenças sistemicas (6)

- Trombocitopenia
- Insuficiencia Renal
- Hipotiroidismo
- Paraproteinemias ou amiloidose
- Falencia da MO
- Doença hepatica
- Sintomas hemorragicos podem ser a forma de apresentaçao
- TODOS os fatores de coagulaçao sao sintetizados no fígado
- Trombocitopenia pela HTP

43

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) Hemartroses ocorrem RARAMENTE em outros diagnosticos hemorragicos excepto DVW com niveis fator VIII inferiores a ..%

5%

44

(Hemorragia e Trombose) Os sintomas de sangramento da mucosa sao mais sugestivos de disturbios..

Da HEMOSTASE PRIMARIA - disturbios plaquetarios ou doença de VW

45

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) V ou F? DVW, particularmente o tipo 1, foi associado a angiodisplasia do intestino e sangramento GI

F - particularmente tipo 2 e 3

46

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Foi validado um score de sangramento para predizer doentes em risco de ter DVW tipo 1: (International Society on Thrombosis and Haemostasis Bleeding Assessement Tool) Melhor ferramenta para deteçao de disturbios hemorragicos

F - EXCLUSAO de disturbios hemorragicos (score baixo (menor ou igual a 3) com aPTT normal teve VPN 99,6% para o diagnostico de DVW)

47

(Hemorragia e Trombose) Quando medidos ... (tempo) apos a descontinuaçao da anticoagulaçao por um evento idiopatico os D-dímeros podem ser usados para estratificar o risco de TEV recorrente, particularmente em.. (genero)

1 mes (4sems)
Mulheres

48

(Hemorragia e Trombose) Qual o resultado do estudo da mistura se estivermos perante um defice de fator, um anticoagulante lupico e um inibidor (ou heparina, PDFs, paraproteínas)?

1. Defice de fator
- aPTT corrige com mistura e permanece corrigido com incubaçao

2. Anticoagulante lupico
- aPTT nao corrige com teste de mistura

3. Inibidor (ou heparina, PDFs, paraproteínas)
- exame inicial pode ou nao ser imediatamente corrigido apos a mistura, mas prolonga ou mantem-se prolongado com incubaçao a 37oC

49

(Hemorragia e Trombose) Atividade inibitoria do anti-fator Xa é usado na monitorizaçao de .. (4)

- HBPM
- HNF
- Apixaban
- Rivaroxaban

50

(Hemorragia e Trombose) V ou F? D-dímeros podem estar aumentados nos idosos na ausencia de TEV

V

51

(Hemorragia e Trombose) V ou F? A historia de sangramento é o previsor mais importante de risco hemorragico

V

52

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Terapia hormonal +e fator de risco apenas para trombose venosa

F - arterial e venosa

Ps: gravidez e puerperio é que é apenas para venosa

53

(Hemorragia e Trombose) Quais sao os fatores que convertem protombina em trombina? (2)

X mais V

54

(Hemorragia e Trombose) V ou F? Nao existe nenhum exame que forneça uma avaliaçao global da hemostasia

V

55

(Hemorragia e Trombose) Nos estudos da coagulaçao, Ht superior a ..% pode resultar em falso valor - razao reduzida entre plasma e anticoagulante

Ht superior a 55%

Check 77
- Viscosidade sanguinea aumenta logaritmicamente para Ht superior a 55%

56

(Hemorragia e Trombose) Fatores dependentes da vitK para modificaçao pos-translacional?

II, VII, IX, X, Proteínas C, S, Z

Ps: Apesar de ser necessaria para processos pro e anticoagulantes, o fenotipo é HEMORRAGICO

57

(Hemorragia e Trombose) V ou F? O tempo de sangramento tem sido usado para avaliar o risco hemorragico mas nao prevê risco de sangramento nem está indicado para este fim

V

58

(Hemorragia e Trombose - Pacientes com disturbios hemorragicos) V ou F? Hemartroses apresentam-se com dor e edema grave com perda de funçao mas raramente associado a alteraçoes da cor

V - atençao RARAMENTE associado a alteraçoes da cor

59

(Hemorragia e Trombose) Trombocitopenia: qual é o valor normal das plaquetas? RARAMENTE ocorre sangramento na trombocitopenia isolada menor que ... e GERALMENTE NAO OCORRE ate valores menores que ...; maior parte dos procedimentos podem ser realizados com ... enquanto que para cirurgias major geralmente precisa-se de contagens ...

150 000 - 450 000 /uL
Risco de hemorragia variavel, mas
- RARAMENTE ocorre na trombocitopenia isolada inferior a 50 000 /uL
- Geralmente NAO ocorre ate menos de 10 000 - 20 000 /uL
- MAIOR PARTE dos procedimentos podem ser realizados com 50 000 /uL
- Cirurgia major: 80 000 /uL

Check 140
- Esplenomegalia nao diminui plaquetas abaixo de 40 000
- Para manter a integridade da microcirculaçao sao necessarios 5 000 - 10 000 plaquetas
- TIH: plaquetas raramente abaixo de 20 000

60

(Hemorragia e Trombose) V ou F? A antitrombina é reduzida pela heparina e pela trombose aguda

V

61

(Hemorragia e Trombose) Qual o mais importante previsor de risco hemorragico?

Historia de sangramento

62

(Hemorragia e Trombose) Obesidade e Tabaco sao fatores de risco para trombose venosa ou venosa e arterial?

Venosa so..

tabela 78-3

63

(Hemorragia e Trombose) V ou F? TP pre-op pode detetar alteraçoes hepaticas ou da vit K de novo; a utilidade do aPTT pre-op nao esta confirmada em pacientes sem historia de sangramento

V

64

(Hemorragia e Trombose) A adesao plaquetaria é mediado por.. (2)

1. FVW, proteína multimérica existente tanto no plasma como na MEC da parede subendotelial do vaso

2. Ligaçao direta ao colageneo subendotelial por meio de recetores específicos da membrana plaquetária

65

(Hemorragia e Trombose) Principais vias fisiologicas antitromboticas? (4)

1. Antitrombina
2. Proteina C/S
3. Inibidor da via FT
4. Sistema Fibrinolítico

66

(Hemorragia e Trombose) Os fatores de coagulaçao normalmente circulam no plasma na sua forma inativa; as reaçoes de coagulaçao ocorrem .. (onde)

Nas superficies fosfolipídicas de plaquetas ativadas e requerem Calcio (nao expostas na membrana celular em repouso)

67

(Hemorragia e Trombose) V ou F? D-dímeros sao um teste relativamente especifico da degradaçao de fibrinogenio

F - de FIBRINA (nao de fibrinogénio)

68

(Hemorragia e Trombose) Quais sao os testes para anticorpo antifosfolipidico? (3) Sao especificos?

- Teste do Veneno da Vibora de Russel diluido
- Teste da Inibiçao da Tromboplastina Tecidual
- LA-PTT

NAO SAO ESPECIFICOS - defices de fator ou inibidor tb resultam em prolongamento

Documentaçao requer:
- Ausencia de correçao com plasma normal
- Correcçao com adiçao de membranas plaquetarias ativadas ou determinados fosfolipidios