Bócio, nódulo e câncer de tireoide Flashcards Preview

Endocrinologia > Bócio, nódulo e câncer de tireoide > Flashcards

Flashcards in Bócio, nódulo e câncer de tireoide Deck (19)
Loading flashcards...
1

Clínica do bócio

Geralmente assintomático, mas

2

Diagnóstico bócio - exames

TSH, perfil tireoidiano, anticorpos tireoidianos, imagem:
- US doppler
- TC pescoço e tórax (mergulhante)
- Laringoscopia (se cirurgia indicada)

3

Tratamento bócio - indicação de seguimento apenas

Assintomático, não mergulhante, eutiroideio e sem suspeita de malignidade

4

Tratamento bócio - indicação de tireoidectomia

Malignidade, compressão de estruturas, mergulhante, alteração estética, hipertireoidismo refratário

5

Tratamento bócio - indicação de tireoidectomia parcial e sua vantagem

Câncer de baixo risco (T1 ou T2 e N0M0), sem marcadores de mau prognóstico (invasão, variantes agressivas)
Não precisa repor hormônio

6

Nódulo - sequência correta dos exames

TSH; cintilografia se TSH suprimido - buscar nódulos frios (suspeitos malignidade);
Geralmente faz US logo no começo (limitar-se às características do US pra inferir malignidade se TSH normal ou nódulo frio)

7

Classificação USG - nome e classes

TI-RADS
1 - sem alterações
2 - benigno
3 - pouco suspeito
4 - suspeito
5 - altamente suspeito

8

Classificação PAAF - nome e classes

Bethesda
I - material insatisfatório
II - benigno
III - atipia indeterminada
IV - suspeita de neoplasia folicular ou Hurtle
V - suspeita câncer papilífero
VI - maligno

9

Classificação USG - condutas

1 - alta
2 - alta
3 - PAAF em nódulos de 2,5 cm ou mais
4 - PAAF em nódulos de 1,5 cm ou mais
5 - PAAF em nódulos de 1,0 cm ou mais

10

Classificação PAAF - condutas

I - repuncionar em 3 a 6 meses
II - repuncionar segundo critérios de USG: em 6 a 12 meses se alta suspeição, 12 a 24 se baixa suspeição, alta se duas PAAFs negativas
III - repuncionar em 3 a 6 meses e, se III ou IV, tireoidectomia
IV - tireoidectomia
V - tireoidectomia
VI - tireoidectomia

11

Características do câncer papilífero da tireoide

Melhor prognóstico, o mais prevalente, menos invasivo, o mais comum em todos os sexos, alta sobrevida em 10 anos

12

Características do câncer folicular da tireoide

Mais comum em mais velhos, principalmente maiores de 50 anos, crescem mais que o papilífero, segundo mais prevalente

13

Características do câncer medular da tireoide (CMT)

células c parafoliculares, produzem calcitonina e CEA, invasivo, relacionado a RET, NEM2A e NEM2B

14

Características do câncer anaplásico da tireoide

100% de mortalidade, foco em paliação

15

Características do câncer oncocítico da tireoide

Subtipo do folicular, mas que não capta iodo

16

Prevalência câncer por sexo

Maior em mulheres, mas nódulos em homens são câncer com maior frequência (porque mulheres também têm mais nódulos benignos)

17

Indicação de terapia no pós-operatório de carcinomas de origem folicular (folicular e papilífero)

Terapia supressiva com LT4

18

Disseminação (folicular e papilífero)

Folicular pp hematogênica (pulmão, ossos)
Papilífero principalmente linfática - raro ser a distância

19

Neoplasia endócrina múltipla - tipos e manifestações

1 - 3 P's - pituitária, pâncreas e paratireoide (não dá na tireoide)
2A - CMT, feocromacitoma, hiperparatireoidismo primário
2B - CMT, feocromacitoma, hábito marfanoide