DM - antidiabéticos Flashcards Preview

Endocrinologia > DM - antidiabéticos > Flashcards

Flashcards in DM - antidiabéticos Deck (11)
Loading flashcards...
1

Medicações com efeito direto e com efeito indireto na resistência insulínica

Direto - biguanidas e tiazolidinedionas
Indireto - agonistas de GLP1 e inibidores de SGLT2

2

Biguanidas - droga, dose, mecanismo e efeito adverso

Metformina
500 a 2550mg em até 3x por dia
Ativa AMPK, aumento captação hepática
Aumento de lactato, redução de B12, intolerância gastrointestinal

3

Tiazolidinedionas - droga, dose, mecanismo e efeito adverso

Pioglitazona
15 a 45mg MID
Aumenta expressão de PPAR gama, aumenta captação periférica
Ganho de peso, osteoporose, retenção hídrica e de sódio, descompensação IC, piora de maculopatia

4

Meta HBA1C para os pacientes

< 7% - maioria dos pacientes

< 6,5% - doença curta duração, alta expectativa de vida, boa aderência, poucas comorbidades e fácil acesso ao sistema de saúde

< 8% (outro extremo, doença longa data, má aderência...)

5

Agonistas GLP1, inibidores de DPP4 e inibidores de SGLT2 - mecanismos e drogas

aGLP1 - tidas (liraglutida), GLP1 incretinomimético (aumenta secreção insulina glicose-dependente)

iDPP4 - gliptinas (sitagliptina), inibe enzima que degrada GLP1

iSGLT2 - glifozinas (empaglifozina), inibe cotransportador de sódio e glicose, aumentando glicosúria

6

Agonistas GLP1 e inibidores de SGLT2 - grandes benefícios dessas classes

Redução do peso, do risco cardiovascular e da progressão da doença renal diabética

7

Secretagogos e drogas

Sulfoniureias - glibenclamida, glicazida, glipizida, glimepirida
Glinidas - repaglinida p.e

8

Ganho de peso vs. perda de peso: classes

Ganho - tiazolidinedionas, secretagogos
Perda - biguanidas, incretinomiméticos (aGLP1 iDPP4) e espoliadores de glicose (acarbose e glifozinas)

9

Inibidor da alfa glicosidase e efeitos adversos

Acarbose
Diarreia, flatulência, desconforto abdominal

10

Efeitos adversos das glifozinas

Risco de ITU, de fraturas e de cetoacidose (reduz glicose sem aumentar insulina no sangue)

11

Por que iSGLT2 aumentam o risco de cetoacidose diabética?

Porque a insulina que previne a formação de cetoácidos, e o iSGLT2 elimina a glicose sem dependência de insulina, podendo reduzir ainda mais a produção de insulina