Amenorreia Flashcards Preview

Ginecologia Medcurso > Amenorreia > Flashcards

Flashcards in Amenorreia Deck (36)
Loading flashcards...
1

Qual a definição de amenorreia?

*Ausência da menarca
*Ausência de menstruação por no mínimo 3 ciclos menstruais (ciclos regulares) OU por 6 meses (ciclos irregulares) seguidos

2

O que é atraso menstrual?

Amenorreias secundárias que não atingem o prazo de 3 ciclos (para ciclos regulares) OU 6 meses (ciclos irregulares) seguidos.

3

Quais os tipos de amenorreia?

AMENORREIA PRIMÁRIA
-Ausência de menarca aos 14 anos (se ausência de caracteres sexuais 2ºs)
-Ausência de menarca aos 16 anos (para pctes com caracteres sexuais 2ºs)

AMENORREIA SECUNDÁRIA
-Ausência de menstruação por 3 ciclos menstruais seguidos (ciclos regulares) OU por 6 meses (ciclos irregulares)

4

O que é amenorreia fisiológica?

Ausência de menstruação nas seguintes condições:
-Infância
-Gestação
-Puerpério
-Pós-menopausa

5

Quais são três condições necessárias para a menstruação?

1. Eixo hipotálamo-hipófise-ovário íntegro
2. Endométrio responsivo ao estímulo secretor
3. Trajeto de saída pérvio

6

Quais os ductos embriológicos dão origem à genitália interna masculina e feminina?

Ductos de Muller (paramesonéfricos) = genitália interna feminina
Ductos de Wolff (mesonéfricos) = genitália interna masculina

7

Qual o gene masculino presente no cromossomo Y que determina o sexo gonadal?

Gene SRY = leva a gônada indiferenciada a formar o testículo

A diferenciação gonadal feminina é passiva. Não havendo o gene SRY, o trato urogenital que se desenvolve é feminino.

8

Quais hormônios estão envolvidos na diferenciação da genitália INTERNA?

Masculino = produz hormônio anti-mulleriano (regride Muller) e testosterona (diferencia o ducto de Wolff em genitália interna masculina)

Feminino = sem hormônio anti-mulleriano (desenvolve os ductos de Muller)

9

O que os ductos de Muller originam na mulher?

Genitália interna: útero, trompas e 2/3 superiores da vagina.

10

Qual hormônio é determinante para o desenvolvimento da genitália externa masculina? E da interna?

EXTERNA = Di-hidrotestosterona

INTERNA = testosterona

11

Como a di-hidrotestosterona é produzida?

Pela redução da testosterona, através da enzima 5-a-redutase.

12

Do ponto de vista anatômico, como são divididos os compartimentos, para estudo das desordens que causam amenorreias?

Compartimento I: trato de saída (útero e vagina)
Compartimento II: ovário
Compartimento III: hipófise
Compartimento IV: hipotálamo

13

Como são classificadas as amenorreias de acordo com as gonadotrofinas?

1. Hipergonadotróficas: gonadotrofinas baixas (FSH e LH) e estrogênio baixo = disfunções ovarianas
2. Hipogonadotróficas: gonadotrofinas baixas (FSH e LH) e estrogênio baixo = disfunções hipotalâmicas/hipofisárias
3. Eugonádicas: gonadotrofinas e estrogênio normais, mas sem ciclicidade = causas diversas

14

Na investigação das amenorreias primárias, qual a primeira pergunta deve ser feita?

Há presença de caracteres sexuais secundários (mama)?

SIM = eixo hipotálamo-hipófise-ovário íntegro = AVALIAR TRATO DE SAÍDA ÚTERO-VAGINAL

NÃO = estrogênio anormal = AVALIAR GONADOTROFINAS
*Elevadas (hipogonadismo hipergonadotrófico): disfunção gonadal (disgenesia gonadal é a ppl causa, da qual Síndrome de Turner é a principal)
*Baixas (hipogonadismo hipogonadotrófico): principal causa é idiopática

15

Na investigação das amenorreias primárias, após confirmada a presença de caracteres sexuais secundários (mama), qual a próxima pergunta?

Há presença de vagina?

SIM = algoritmo de investigação das amenorreias 2ªs (descartar hímen imperfurado)

NÃO (vagina curta ou ausente) = exames de imagem + cariótipo
*Síndrome de Rokitansky-Kuster-Hauser (malformação da fusão dos ductos de Muller): XX, ovário, sem útero, fenótipo feminino, genitália externa feminina COM PILIFICAÇÃO

*Síndrome de Morris/pseudo-hermafroditismo masculino (insensibilidade completa aos androgênios): XY, testículo, genitália externa feminina SEM PILIFICAÇÃO

GENITÁLIA AMBÍGUA = hiperplasia adrenal congênita por deficiência de 21-OH, causa de pseudo-hermafroditismo feminino

16

Qual o tratamento da Síndrome de Rokitansky-Kuster-Hauser?

Confecção de uma neovagina

17

Qual o tratamento da Síndrome de Morris?

Apesar de serem XY, esses pacientes são criados como mulheres. Deve-se fazer reposição de estrogênio e RETIRAR OS TESTÍCULOS APÓS A PUBERDADE (pelo risco de malignização = disgerminoma).

18

Diante de uma amenorreia primária sem caracteres sexuais secundários, qual a conduta?

Dosar gonadotrofinas (LH e FSH):

*Hipogonadismo hipergonadotrófico = causa ovariana
-Disgenesia gonadal (Síndrome de Turner)

*Hipogonadismo hipogonadotrófico = causa central (hipotálamo ou hipófise) - fazer teste do GnRH para diferenciar os dois

*Causas hipofisárias* = teste do GnRH negativo
-Atraso constitucional da puberdade: níveis de GnRH funcionalmente deficientes em relação à idade cronológica
-Síndrome de Kallmann

*Causas hipotalâmicas* = teste do GnRH positivo

19

Qual o genótipo das pacientes com síndrome de Turner? Quais os achados clínicos? Qual o tratamento?

GENÓTIPO: 45 X0 (principal)

ESTIGMAS: baixa estatura, pescoço alado, hipertelorismo mamário, tórax em escudo, predisposição a doenças auto-imunes

TRATAMENTO:
*GH (para aumentar a estatura final)
*Estrogenioterapia


OBS: existem outras disgenesias gonadais, que inclusive podem ter cromossomo Y = deve-se retirar a gônada pelo risco de malignização

20

O que é a síndrome de Kallmann?

Síndrome causada pela falha na migração das células neuronais olfatórias (produzem GnRH e a área pré-óptica).

TRÍADE = hipogonadismo hipogonadotrófico + anosmia/hiposmia + cegueira para cores

21

Diante de paciente com amenorreia primária + quadro de virilização (clitoromegalia, hipertrofia muscular), deve-se pensar em:

Tumor ovariano ou de suprarrenal

22

Qual a primeira condição deve ser descartada diante de uma paciente com amenorréia secundária? Após esta condição, quais são os dois hormônios habitualmente dosados e visam descartar quais condições?

1ª condição descartada: Gestação

Dosar os hormônios: TSH (hipotireoidismo) e prolactina (hiperprolactinemia)

23

Qual a principal etiologia das amenorreias secundárias?

Amenorreia hipotalâmica

24

O que o teste da progesterona avalia (no contexto de amenorreia)?

*Perviedade do trato de saída
*Níveis de estrogênios circulantes (se a resposta ao teste é positiva, significa haver quantidade adequada de estrogênio circulando)

25

Diante do teste da progesterona POSITIVO, qual a causa da amenorreia?

Anovulação = investigar amenorreia hipotalâmica e SOP

26

Diante do teste da progesterona NEGATIVO, qual o próximo passo?

Fazer o teste da progesterona + estrogênio

27

Diante do teste da progesterona + estrogênio NEGATIVO, qual a interpretação?

INTERPRETAÇÃO: trata-se de distúrbio do trato de saída utero-vaginal: síndrome de Ashermann, outras desordens obstrutivas

28

Diante do teste da progesterona + estrogênio POSITIVO, qual a interpretação? Qual a conduta?

INTERPRETAÇÃO: a disfunção pode ser ovulatória, hipofisária ou hipotalâmica

CONDUTA: dosar gonadotrofinas para descobrir qual compartimento está afetado
*FSH e LH elevados = hipogonadismo hipergonadotrófico
-Menopausa
-Falência ovariana prematura
-Síndrome de Savage
-Disgenesias gonadais

*FSH e LH baixos = hipogonadismo hipogonadotrófico
(fazer teste do GnRH para diferenciar hipotalâmica x hipofisária)
#Hipotalâmica = exercício extenuante, anorexia nervosa, estresse
#Hipofisária = tumores, hiperprolactinemia, síndrome de Sheehan, síndrome de Simmonds

29

O que é a síndrome de Sheehan? Qual seu principal e primeiro indício clínico?

Isquemia hipofisária por hemorragia pós-parto

INDÍCIO CLÍNICO: agalactia na maternidade

30

O que é a síndrome de Simmonds?

Isquemia hipofisária não relacionada a hemorragia pós-parto (está relacionada ao trauma, lesão vascular, tumor...)