Cirurgia 2 Flashcards Preview

esther 16 > Cirurgia 2 > Flashcards

Flashcards in Cirurgia 2 Deck (68):
1

ASA 2

Doença sistêmica sem limitação

2

ASA 4

Doença limitante e incapacitante

3

ASA 3

Doença sistêmica limitante mas não incapacitante

4

Remédios mantidos no pré operatório

Anti hipertensivos, corticoide (hidrocortisona IV até 24h-48h pós op), insulina (NPH: 2/3 dose noite e 1/2 dose matinal)

5

Remédios a serem suspendidos no pré operatório

Anti-agregante (7-10 dias), Warfarin (4-5 dias), AINES (1-3 dias), anti diabético oral (no dia)

6

Cirurgia limpa-contaminada

Penetra de forma controlada nos tratos biliar, respiratório, gastrointestinal e/ou urinário

7

Cirurgia contaminada

Penetra nos tratos biliar, respiratório, gastrointestinal e/ou urinário com inflamação e extravazamento

8

Cirurgia infectada

Inflamação abdominal supurada e contaminação fecal

9

Antídoto para hipertermia maligna

Dantrolene

10

Fisiopatologia da hipertermia maligna

Aumento da [Cálcio intramuscular] levando a hipermetabolismo muscular

11

Agentes da infecção de ferida operatória entre 24-72h da cirurgia

S. pyogenes ou Clostridium perfingrens

12

Complicações em 24-72h da cirurgia

Atelectasia ou infecção necrosante de ferida

13

Complicações após 72h da cirurgia

TVP, parotidite supurativa (S. aureus) e infecção da ferida operatória (S. aureus)/ITU/PNM

14

Tratamento do seroma de ferida operatória

Drenagem (aspiração)

15

Deiscência de anastomose

Descontinuidade de anastomose em cirurgia do aparelho digestivo

16

Conteúdos do funículo espermático

Músculo cremaster, vasos deferentes, plexo pampiniforme, conduto peritônio vaginal obliterado

17

Indicações cirurgia de hérnia umbiical

Se concomitante com hernia inguinal, maior que 2 cm, associada a DVP, não fechou em 4 a 6 anos

18

Hérnia de Spiegel

Hérnia entre a borda lateral do reto abdominal e linha semilunar

19

Hérnia de Grynfelt

Hérnia lombar superior (abaixo da 12ª costela)

20

Hérnia de Petit

Hérnia lombar inferior (acima da crista ilíaca)

21

Principal causa de hérnia inguinal indireta

Patência do conduto peritônio-vaginal

22

Defeito da parede posterior causa hérnia...

...inguinal direta

23

Triângulo de Hasselbach

Área entre a borda lateral do músculo reto abdominal, ligamento inguinal e vasos epigástricos inferiores

24

Ao exame físico, você toca a hérnia com a ponta do dedo

Hérnia inguinal indireta

25

Hérnia femoral

Hérnia que se anuncia abaixo do ligamento inguinal

26

Lado mais comum da Hérnia femoral

Mais comum à direita

27

Nyhus I

Hérnia indireta com anel inguinal menor que 2cm

28

Nyhus II

Hérnia indireta com anel inguinal dilatado

29

Nyhus III

Hérnia com defeito na parede posterior

30

Nyhus IV

Hérnia recidivante

31

Tratamento de hérnia encarcerada

Redução manual + cirurgia de urgência

32

Tratamento de hérnia estrangulada

Inguiniotomia de emergência e laparotomia se reduzir com anestesia

33

Cirurgia para hérnia recidivadas ou bilaterais

Técnica de Stoppa

34

Cirurgia para hérnia com imbricação de músculos

Técnica de Shouldice

35

Técnica de Lichtenstein

Cirurgia para hérnia com herniorrafia anterior e reforço posterior com tela livre de tensão

36

Cirurgia indicada para hérnia femoral relacionada ao ligamento de Cooper

Técnica de McVay

37

Hérnia de Richter

Hérnia que pinça a borda antimesentérica causando isquemia sem obstrução

38

Hérnia de Littré

Hérnia que contém um divertículo de Meckel

39

Anestésico inalatório de maior potência

Halotano

40

Complicação do uso de halotano

Hepatite por halotano

41

Anestésico IV que aumenta a pressão arterial

Quetamina

42

Melhor anestésico IV para cardiopatas

Etomidato

43

Melhor anestésico IV para asmáticos e DPOC

Propofol

44

Antídoto dos bloqueadores musculares não despolarizantes

Drogas anticolinérgicas (neostigmine) + atropina

45

Microorganismo mais comum na infecção do sítio cirúrgico em cirurgias limpo-contaminadas

E. coli

46

1º sinal clínico de deiscência de anastomose

Taquicardia

47

Conduta no pré operatório de paciente com feocromocitoma

Iniciar bloqueio alfa adrenérgico

48

Componentes do índice de risco cardíaco modificado

(1) Doença cerebrovascular, (2) IRC (Cr maior que 2), (3) Coronariopatia, (4) Insuf cardiaca, (5) DM com insulina, (6) Cirurgia torácica/abdominal/vascular suprainguinal

49

Equivalente feminino do conduto peritoneovaginal

Divertículo de Nuck (túnel criado pela descida do ovário)

50

Tipo de hérnia do divertículo de Nuck

Hérnia indireta

51

Principais conteúdos das hérnias inguinoescrotais

Omento, sigmoide, gordura pré peritoneal e bexiga

52

Fatores que aumentam o risco de infecção no pos operatório

Corticoterapia, obesidade, hipocolesterolemia, hipoxemia, diabetes, desnutrição e cirurgia recente

53

Efeito colateral da insuflação do pneumoperitôneo

Bradicardia por estimulação vagal

54

Saída súbita e dramática de grandes volumes de líquido claro cor de salmão... PENSA EM...

Deiscência de aponeurose

55

Componentes da escala de Aldrete modificada

Atividade // respiração // circulação // consciência // Saturação de oxigênio

56

Hernia com maior risco de encarceramento e estrangulamento

Femoral

57

Dose máxima de lidocaína com e sem vasoconstrictor

COM: 7mg/kg ou 500 mg
SEM: 4,4 mg/kg ou 300 mg
100 mg = 1 ampola de 5ml

58

TTO da cefaleia pós raquianestesia

Blood patch (15 ml sangue venoso no espaço peridural)

59

Jejum pré operatório após ingerir líquidos claros

2h

60

Agente da infecção incisional em cirurgia limpa

S. aureus

61

Jejum pré operatório após ingerir líquidos não claros

6-8h

62

Clínica de fístula

Febre alta, queda do estado geral e saída de conteúdo entérico

63

Atb para profilaxia em cirurgia de Hartmann

Cefoxitima
(cefalosporina de 2ª geração que cobra gram negativo e anaeróbios)

64

Nervo craniano que tem ação anti-inflamatória

NC X (Vago)

65

Escore de Caprini

Risco de TVP

66

Principal complicação pós operatória em apendicectomia por apendicite perfurada

Infecção de SC e de sítio cirúrgico

67

Consequência da trombose do plexo pampiniforme como complicação de herniorrafia inguinal

Orquite isquemica e atrofia testicular

68

Manobra de Sellick

Compressão da cartilagem cricoide durante IOT para diminuir risco de broncoaspiração (comprime-se a região proximal do esôfago)