Pediatria 6 - Diarreia Flashcards Preview

esther 16 > Pediatria 6 - Diarreia > Flashcards

Flashcards in Pediatria 6 - Diarreia Deck (45):
1

Sinal da corda

Presente na estenose hipertrófica do piloro e corresponde ao canal pilórico aumentado no raio X

2

Sinal do ombro

Projeção do músculo pilórico hipertrofiado sobre o antro (diagn: estenose hipertrófica do piloro)

3

Indicação de antibiótico na diarreia por Salmonella

(1) hemoglobinopatia S (risco de osteomielite);
(2) imunodeprimidos;
(3) menor que 3 meses de idade

4

Tipo de expansor usado na desidratação hiponatrêmica

Soro fisiológico

5

Exame para diagnóstico de doença de Hirschsprung

Raio X com bário

6

Característica da diarreia por giardia

Evolui com sd de má absorção. Diarreia com flatos e resíduos fétidos de alimentos, cólicas e distensão abdominal.

7

Desidratação hiponatrêmica

Depleção de água intracelular

8

Encoprese

Perda fecal involuntária

9

Diagnóstico definitivo de Doença de Hirschsprung

Biópsia retal (2cm acima da linha denteada)

10

Principal causa de obstrução intestinal aguda em lactentes (3-6m)

Invaginação intestinal

11

Tratamento da doença de Hirschsprung

Cirurgia

12

Características da hiperplasia congênita de suprarrenal

Vômitos e desidratação + hiponatremia + hipercalemia

13

Características da estenose hipertrófica do piloro

Vômitos não biliosos + desidratação + hipoatividade + alcalose metabólica hiperclorêmica + normocalemia

14

Sinal do duplo trato

Estrias de bário

15

Forma clássica de hiperplasia congênita de suprarrenal

Hipoaldosteronismo e hipocortisolismo

16

Tratamento da hiperplasia congênita de suprarrenal

Volume e hidrocortisona

17

Causa mais comum de hiperplasia congênita de suprarrenal

Deficiência de enzima 21 hidroxilase

18

Diarreia aguda que cursa com convulsão

Shigella

19

Manejo da síndrome do intestino irritável

4 Fs: fat, fibras, fluidos, frutas

20

Antibiótico para Giardia e Entamoeba histolytica

Metronidazol

21

Diarreia aguda associada a síndrome de Guillain Barré/sd de Reiter

Campylobacter sp

22

Principais critérios de Roma III (2006) para constipação em crianças

Lactentes: 2 manifestações por 1 mês
Adolescentes: 2 manifestações por 2 meses
(1) < 2 evacuações semanais
(2) Incontinência fecal 1x/semana
(3) Massa fecal no reto
(4) Fezes de grosso calibre
(5) Comportamento retentivo

23

Diagnóstico da doença de Hirschsprung

Biopsia retal (2cm acima da linha denteada)

24

Obstrução intestinal aguda em lactentes (3-6m)

pensar em Invaginação intestinal

25

Fezes em geleia de framboesa

Invaginação intestinal

26

Fisiopatologia da doença de Hirschsprung

Ausência (não desenvolvimento) dos plexos de Meissner e Auerbach

27

Melhor exame para diagnóstico de intolerancia à lactose

Teste respiratório (CO2 e H2 expirados)

28

Tipo de diarreia em que a TRO é menos eficaz

Diarreia invasiva/inflamatória

29

Hipotensão para crianças entre 1-10 anos

70 + (2x idade em anos)

30

Agente da diarreia associada a peliose bacilar e sd oculoglandular de Parinaud

Bartonella henselae

31

Agente da diarreia dos viajantes

E. coli

32

Fezes em água de arroz

Vibrião colérico

33

Sindrome hemolítico urêmica

Ação da Shigella causa insuficiência renal aguda trombocitopenia e anemia hemolítica

34

Principal agente de diarreia relacionado a ingestão de carne de hambúrguer mal cozida

Escherichia coli

35

Principais parâmetros para avaliação da hidratação na criança

Estado geral, sede, sinal da prega e olhos fundos

36

Indicações da gastróclise

Dificuldade de ingestão da solução de reidratação oral, distensão abdominal acentuada, perda de peso após duas horas de TRO, vômitos persistentes em TRO

37

Tratamento da criança com diarreia sem desidratação

Aumentar a ingestão hídrica, manter dieta, orientar sinais de gravidade, zinco por 10 a 14 dias

38

Tratamento da criança com diarréia e desidratação moderada ou Leve

Terapia de reposição oral, só aleitamento, gastróclise se necessário

39

Esquema de hidratação para criança com diarréia e desidratação grave

Hidratação com ringer lactato ou soro fisiológico a 0,9% (100 ml/kg); Se menor de 1 ano repor em 6h 30% em 1h e 70% em 5h, se maior de 1 ano repor em 3 horas 30% em 30 minutos

40

Causas de desidratação hipernatrêmica

Crianças encefalopatias, recém-nascidos, reposição com soluções hipertônicas, diabetes insipidus e uso de diuréticos osmóticos

41

Fase de expansão no tratamento da desidratação

Soro fisiológico 0,9% em bolos de 10 a 20 ml por quilo com dose máxima de 40 ml por quilo

42

Variação máxima de sódio em 24h permitida durante reposição da desidratação

A redução ou o aumento de sódio plasmático não deve ultrapassar 12mEq/l em 24 horas ou 0,5 mEq/l por hora

43

Complicação da correção rápida da hiponatremia

Síndrome da mielinolise pontina central

44

Causas de pseudo hiponatremia

Situações de aumento da proteína plasmática [ex. mieloma múltiplo e infusão de imunoglobulina] ou situações de aumento dos lipídios plasmáticos [ex. hipercolesterolemia ou hipertrigliceridemia]

OBS: o cálculo de sódio pela gasometria está livre desse erro

45

Causas de desidratação hiponatrêmica

Diarreia, vômitos, perdas excessivas de suco gástrico e reposições com soluções hipotônicas