336 - Diálise no tratamento da Insuficiência Renal Flashcards Preview

N > 336 - Diálise no tratamento da Insuficiência Renal > Flashcards

Flashcards in 336 - Diálise no tratamento da Insuficiência Renal Deck (90)
Loading flashcards...
1

Qual a principal causa de morte no doente com doença renal em estádio terminal?

- Principal causa de morte - Complicações
- cardiovasculares - 40% das mortes
- 2ª causa de morte - Infeções - 10%

2

Verdadeiro ou falso

Os doentes com doença renal terminal sob terapêutica dialítica têm maior mortalidade e frequência de eventos cardiovasculares que os doentes transplantados renais.

Verdadeiro.

Apesar de ser extremamente alta em ambos

3

Qual a principal complicação do enxerto arteriovenoso?

Trombose do enxerto e falência do enxerto, devido a hiperplasia da íntima na anastomose

4

Em que situações é ideal realizar um enxerto ou cateter ao invés de uma fístula?

- Doentes com veias de pequeno calibre
- Doentes com veias lesadas pela venopunção múltipla
- Após hospitalização prolongada

5

Quais os valores ideias do dialisante no que toca ao sódio, potássio e cálcio?

Sódio 136-140 mmol/L

Potássio 0-4 mmol/L

Cálcio 1,25 mmol/L (2,5 mEq/L).

6

Qual a principal complicação aguda da hemodiálise? Qual o grupo de doentes particularmente afectado pela mesma?

Hipotensão, particularmente nos doentes com diabetes

7

Para além das doencas cardiovasculares, que outras complicações são frequentes nos doentes com doença renal terminal?

- Infecções

- Catabolismo proteico aumentado

- Grande fragilidade

- Deterioração cognitiva

8

Quais as principais reacções adversas ao dialisante?

Do tipo A: reacções de hipersensibilidade IgE mediadas ao óxido de etileno utilizado na esterilização dos dializadores. Ocorre logo após o início da sessão e pode evoluir para uma anafilaxia completa. É necessária a interrupção da sessão.

Do tipo B: são mediadas pelo complemento e citocinas, ocorrem algum tempo depois do início da sessão e manifestam-se como dores torácicas e nas costas inespecíficas. Desaparecem com o tempo.

9

A dose de diálise é definida como o clearance de ________ durante um único tratamento de diálise.

A dose de diálise é definida como o clearance de UREIA durante um único tratamento de diálise.

10

Na diálise peritoneal a taxa de transporte de solutos varia com que factores?

- Presença de infecção (Peritonite)
- Fármacos
- Factores físicos (posição e exercício)

11

O que é o teste de equilíbrio peritoneal? Quais as moléculas envolvidas?

- Avaliação das características da membrana peritoneal. . - Mede a taxa de transferência de Creatinina e Glicose através da membrana peritoneal.

12

Definição de peritonite na diálise peritoneal

- Aumento das leucócitos no líquido peritoneal (100/uL, dos quais pelo menos 50% são PMN)

Critério mais apertado devido à presença de dextrose que facilita a proliferação bacteriana.

13

Quais os agentes mais comuns da peritonite na diálise peritoneal?

- Coccos gram-positivos como Staph aureus
Indicam origem cutanea

14

Qual é a principais causas de DRT?

Diabetes - 45% da DRT
HTA - 30% da DRT

15

Qual é a sobrevida a 5 anos de doentes em diálise nos EUA?

A sobrevida a 5 anos de doentes em diálise nos EUA é cerca 35-40%

16

Quais os preditores de mortalidade na DRT?

- Idade avançada
- Sexo masculino
- Diabetes mellitus
- Desnutrição
- Patologia cardíaca subjacente
- Raça NÃO NEGRA

17

Uma TFG de 10-14 ml/min é indicação para iniciar diálise.

Verdadeiro ou falso?

Falso.

Só há benefício em iniciar diálise em doentes com TFG inferior a 10ml/min

18

A diálise peritoneal é tão eficiente quanto a hemodiálise na clearance de solutos.

Verdadeiro ou falso?

Falso.

- É muito menos eficiente na clearance de solutos.
- No entanto, os outcomes são SEMELHANTES à hemodiálise

19

Na hemodiálise, quanto maior/menor a molécula, maior/menor a velocidade de transferência.

Na hemodiálise, quanto MAIOR a molécula, MENOR a velocidade de transferência.

A ureia (mais pequena - 60 Da) tem uma velocidade de transferência maior que a creatinina (113 Da)

20

Relativamente à hemodiálise, a fístula AV é colocada numa maioria dos doentes nos EUA.

Verdadeiro ou falso?

Falso.

Apesar de ser o tipo de acesso vascular com maior taxa de patência a longo prazo, são colocadas numa minoria de doentes nos EUA. Mas incentivados como primeira linha!

21

Uma complicação frequente de colocação de um catéter na veia subclávia é ___________.

a estenose da veia (impede acesso do membro ipsilateral)

22

A midodrina, agente alfa-1 adrenergico, é um dos agentes usados para o tratamento da hipotensão na hemodiálise.

Verdadeiro ou falso?

Falso.

Não há evidência suficiente quanto à sua segurança e eficácia que suporte o seu uso.

23

As cãibras são uma complicação _____ da hemodiálise, relacionada com _____________________ e com ____________________.

As cãibras são uma complicação COMUM da hemodiálise, relacionada com remoção excessivamente rápida de volume e com remoção superior ao peso seco do doente.

24

Na diálise peritoneal, os produtos do metabolismo são removidos tal como na hemodiálise.

Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro.
- São removidos por uma combinação de difusão e convecção

25

O dialisado usado na diálise peritoneal é caracterizado pela hipotonicidade da solução.

Verdadeiro ou falso?

Falso.
O dialisado é caracterizado pela sua HIPERTONICIDADE, que induz a remoção de solutos e liquido.

26

A taxa de falência da diálise peritoneal correlaciona-se em maior extensão com a perda da funçao residual renal do que com perda da capacidade da membrana peritoneal.

Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro

Em geral, os doentes em diálise peritoneal têm bons resultados se mantiverem função renal residual

27

Tal como na hemodiálise, a dose ótima de diálise peritoneal é desconhecida.

Verdadeiro ou falso?

Verdadeiro.

28

Quais são as complicações major da diálise peritoneal?

- Peritonite
- Infecções não peritonite associadas ao cateter
- Hiperglicémia e ganho ponderal
- Perda de albumina e outras proteínas
- Urémia residual (especialmente na ausência de função renal residual)

29

A diálise peritoneal é raramente usada na IRA. V ou F?

Verdadeiro.

Na IRA usa-se:
- Terapia de substituição renal contínua
- Diálise lenta de baixa eficiencia

30

Uma fracção reduzida dos casos de doença renal terminal resulta de um episódio prévio de IRA. V ou F?

Falso
Uma fracção CONSIDERÁVEL, principalmente se DRC prévia.