HPIM 232 - Bradiarritmias Flashcards Preview

Cardiologia MJRS > HPIM 232 - Bradiarritmias > Flashcards

Flashcards in HPIM 232 - Bradiarritmias Deck (28):
0

Causas + comuns de bradicardia patológica são: (2)

- a disfunção do nó SA
- bloqueio na condução AV

1

ÚNICA terapêutica eficaz na bradicardia sintomática:
(Na ausência de etiologias extrínsecas e/ou reversíveis)

Pacemaker definitivo

2

Origem da artéria do no SA:

Artéria coronária dta - 55 a 60%
Artéria circunflexa esquerda - 40 a 45%

3

Condução lenta dentro do NSA ocorre devido a: (2)

Ausência de canais INa
Conexão elétrica entre células deficiente
-Grande quantidade de tecido intersticial
-Pequena quantidade de gap junctions

4

Forma Autossómica Dominante de Síndrome de no sinusal doente: (SNSD)
Características, estrutura afectada e gene:

Variante Taquicardia-Bradicardia (disfunção NSA + Taquicardia SV)
Corrente pacemaker (If) afectado
HCN4, cromossoma 15

5

Corrente funny o que é, e o que a afecta:

Corrente Na+ e K+
Responsável pelo ritmo cardíaco
Ativada pelo simpático e inibida pelo parassimpático

6

% de doentes com doença do no SA que desenvolvem taquicardia supraventricular:

33 a 50%

7

↑ incidência FA permanente na doença do no sinusal: (6)

1. Idade avançada
2. HTA
3. DM
4. Dilatação VE
5. Doença valvular cardíaca
6. Pacemaker ventricular

8

Risco de tromboembolismo em doentes com variante taqui-bradi da SNSD (≈ FA) → ANTICOAGULAR os doentes com: (5)

1. Idade ≥ 65 anos
2. História de AVC
3. Doença valvular cardíaca
4. Disfunção VE
5. Dilatação auricular

9

Pausas fisiológicas:
Pausas até 3s: comuns em
Pausas ≥ 3s: observadas em

Pausas até 3s: comuns em atletas acordados
Pausas ≥ 3s: observadas em idosos assintomáticos

10

Incompetência cronotropica diagnostico na prova de esforço:

Falha em alcançar 85% da FC máxima prevista durante o exercício máximo
Falha em alcançar FC > 100bpm durante o exercício
FC máxima durante exercício < 2DP abaixo de uma população de controlo

11

V/F
Disfunção do nó SA não está associado a aumento da mortalidade.

Verdadeiro

12

Causas mais comuns de disfunção extrínseca do N.SA? (2)

Fármacos e influência do SNA

13

% de doentes com doença do no sinusal que também tem doença condução AV?

25%

14

V/F
Tónus vagal aumentado durante o sono ou em atletas pode estar associado a TODOS GRAUS DE BLOQUEIO AV

Verdadeiro

15

Doença de Lyme e o coração:

Atinge coração 50% casos Destes, 10% têm bloq. AV geralmente reversível

16

Enfarte agudo do miocárdio provoca BAV transitório em que %:

10-25%

17

BAV no EAM pior prognóstico se for inferior ou anterior?

Anterior

18

BAV no EAM qual é que da mais commumente bloqueios de 2o e 3o grau? Anterior ou inferior?

Inferior

19

QRS estreito ou alargado no BAV:

QRS estreito - bloqueio próximal
QRS alargado - bloqueio distal

20

Qual é o intervalo AH normal? E HV?

< 130 ms. ≤ 55 ms

21

Localização habitual do BAV de 2º grau Mobitz tipo I?

Intranodal

22

Intervalo PR no BAV 1º grau?

PR > 200ms

23

% de doentes com HV> 100ms que evolui para BAV completo ao ano?

10% ano

24

Avaliação prognóstica do bloqueio do sistema de condução distal?

Intervalo HV

25

Bloqueio Distal ---> QRS largo. Quais os bloqueios:

BAV 2º grau Mobitz II
BAV de alto grau
BAV 3º grau/ completo

26

Pacing no ápex VD pode dar Alt. da sincronia mecânica do VE
Que complicações pode dar e tratamento

↓FVE, insuf. mitral, sinais ICC

Tx: mudança do modo pacemaker ou pacing biventricular

27

Modos mais comuns de pacemaker?

Câmara única: VVIR
Dupla câmara: DDDR