Síndrome Metabólica - HAS Flashcards Preview

M.E.D. > Síndrome Metabólica - HAS > Flashcards

Flashcards in Síndrome Metabólica - HAS Deck (27):
1

Qual a classificação da HAS de acordo com a diretriz brasileira:

Normal: = 120 x 80 mmHg
Pré-Hipertensão: < 140 x 90 mmHg
HAS 1: >/= 140 x 90 mmHg
HAS 2: >/= 160 x 100 mmHg
HAS 3: >/= 180 x 110 mmHg

2

Qual a classificação da HAS de acordo com a diretriz americana?

Normal: < 120 x 80 mmHg;
Elevada: < 130 x 80 mmHg;
HAS 1: >/= 130 x 80 mmHg
HAS 2: >/= 140 x 90 mmHg

3

Valores considerados para diagnóstico de hipertensão arterial através do MAPA, considerando a média de 24h, na vigília e no sono (Diretriz brasileira):

24h: >/= 130 x 80 mmHg
Vigília: >/= 135 x 85 mmHg
Sono: 120 x 70 mmHg

4

Valores considerados para diagnóstico de hipertensão arterial através do MAPA, considerando a média de 24h, na vigília e no sono (Diretriz americana):

24h: >/= 125 x 75 mmHg;
Vigília: >/= 130 x 80 mmHg
Sono: 110 x 65 mmHg

5

Como é feita a classificação de Keith-Wagner-Baker (KWB)?

Grau I: Estreitamento arteriolar
Grau II: Cruzamento AV patológico
Grau III: Hemorragia/exsudato
Grau IV: Papiledema (papila perde a nitidez)

6

Como é o mecanismo dos dois tipos de nefroesclerose hipertensiva?

Benigna: arteriosclerose hialina e hipertrofia da camda média

Maligna: arteriosclerose hiperplasica ("bulbo de cebola") Necrose fibrinoide. Mais grave

7

Como feito o tratamento para um individuo com PA normal ou Elevada (ou pré-hipertensão)?

Mudanças no Estilo de Vida (MEV) (Perda de peso, atividade física, cessa tabagismo)

8

Como é realizado o tratamento para um individuo com HAS estágio 1?

Baixo risco CV: MEV apenas por 3 - 6 meses, se nao reduzir, usar medicação

Intermediário ou Alto risco: MEV + 1 droga AHO

9

Como é realizado o tratamento para um indivíduo com HAS estágio 2 (ou 3)

MEV + 2 drogas (preferência juntas), Se não funcionar, otimizar doses ou adicionar 3º droga

10

Quando preferencialmente usar o IECA ou BRA na HAS:

Jovens, brancos, Doença renal, IC e IAM (Hiperuricemia - losartana)

11

Principais efeitos adversos do uso do IECA ou BRA:

IRA; Hiperkalemia; (Não usar se Cr: >3 *; K > 5,5 ou estenose bilateral de a. renal ou unilateral de rim unico)
IECA: tosse e angioedema

12

Quando usar preferencialmente os tiazídicos (HTZ e clortalidona) na HAS:

Negros, idade avançada, osteoporose

13

Principais efeitos adversos dos tiazídicos

4 HIPOS: Hipovolemia, Hiponatremia Hipocalemia e Hipomagnesemia
4 HIPERS: Hiperglicemia, hiperlipidemia, hiperuricemia e hipercalcemia

14

Quando preferencialmente usar o BCC na HAS:

Negros, idosos, arteriopatia periférica

15

Principais efeitos adversos dos BCCs:

Diidropiridinicos: Cefaleia, edema maleolar
Não-diidropiridinicos: Bradiarritmias, IC, hiperplasia gengival

16

Qual o conceito de hipertensão resistente?

PA não controlada com 3 drogas (incluindo diurético de preferencial a clortalidona) ou PA controlada com 4 medicações (onde a 4º droga preferencialmente é a espironolactona)

17

Quais as causas de HAR?

Má aderência;
Efeito do "Jaleco Branco"
Hipertensão secundária (HAS graves, resistentes, inicio antes de 30 anos ou mais de 50 anos)

18

Doença que apresenta-se com HAR, roncos, sonolência e obesidade, qual o provavel diagnóstico e o exame para poder diagnosticar?

Apneia Obstrutiva do Sono
Polissonografia

19

Paciente com HAR, apresenta-se com hipocalemia e nódulo em adrenal, provavelmente tem que doença e qual exame solicitar?

Hiperaldosteronismo primária.
Aldosterona e renina

20

Paciente com HAR apresenta-se com HAS paroxistica e síndrome adrenérgica, qual o provavel diagnóstico e qual exame solicitar?

Feocromocitoma
Dosar catecolaminas e metanefrinas

21

Paciente com HAR, sopro adbominal, edema súbito, hipocalemia, diminuição da função renal, piora com IECA ou BRA, qual provavel doença?

HAS renovascular (estenose de artéria renal? - Hiperaldo secundário)

22

Como é realizado o preparo para realização da cirurgia de retirada de feocromocitoma?

1) alfa bloqueio por 10 dias: fenoxibenzamina (Prazosin)
2) Após alfa bloqueio: Betabloqueador

23

Paciente se apresenta com pico hipertensivo com cefaleia, tontura,distúrbios visuais, em caráter progressivo, e sem deficit focal. Qual provável diagnóstico e conduta?

Encefalopatia hipertensiva
Diminuir PAM em 20 - 25% em 1 hora (Alvo 160/100)
Nitroprussiato de Sódio ou labetalol

24

Paciente se apresenta com pico hipertensivo súbito, cefaleia importante, deficit focal e depois coma. Qual principal diagnóstico?

AVC hemorrágico

25

Paciente subitamente apresenta-se com pico hipertensivo e deficit focal, qual o provável diagnóstico e conduta?

AVC isquêmico
Se Trombólise:
- Não: Controlar se PA> 220 x120
- Sim: Controlar se PA > 185 x 100
(Nitroprussiato de Sódio)

26

Paciente subitamente apresenta com dor torácica lacinante com pico hipertensivo, sopro protossistólico e diferença entre pulsos e pressões entre os membros, qual principal diagnóstico e conduta:

Dissecção de Aorta
ECOTE ou AngioTC
Controlar FC (<60), Morfina para dor e controlar a pressão. Betabloqueador venoso

27

Paciente com pico hipertensivo, congestão pulmonar e ortopneia, qual diagnóstico e conduta:

Edema Agudo de pulmão hipertensivo
VNI + AHO se não abaixar: Nipride + Furosemida