CLM - Síndromes Febris Flashcards Preview

M.E.D. > CLM - Síndromes Febris > Flashcards

Flashcards in CLM - Síndromes Febris Deck (43):
1

Quantos sorotipos de dengue existes?

Cinco (DENV 1, DENV 2, DENV 3, DENV 4, DENV 5)

2

Vetor da dengue:

Aedes aegypti

3

tempo de incubação da dengue:

3 - 15 dias

4

Qual o padrão clínico/calssificação da dengue?

1. Dengue;
2. Dengue com sinais de alarme;
3. Dengue grave

5

Quadro clínico suspeito de dengue?

FEBRE (2-7dias) + >/= 2 de:
1. Dor rtro-orbital;
2. Mialgia;
3. Artralgia;
4. Exantema;
5. Petéquias;
6. Vômitos;
7. Leucopenia

6

Sinais de alarma na dengue?

1. Aumento do hematócrito;
2. Lipotímia (hipotensão postural);
3. Derrame cavitários (pleural, ascite, pericárdio);
4. Dor abdominal contínua ou à palpação;
5. Vômitos persistentes;
6. Hepatomegalia;
7. Letargia ou irritabilidade;
8. sangramento mucoso (plaquetopenia).

7

Critérios para dengue grave:

1. Hipotensão ou pressão convergente;
2. Pulso fino e rápido;
3. Extremidades frias, TEC >2s;
4. Encefalite;
5. Miocardite;
6. Hepatite (AST e ALT >1000);
7. Hematemese e melena;
8. Sangramento do sistema nervoso central.

8

Como fazer o dianóstico na fase aguda da dengue e qual o tempo limite?

Até 5 dias
-Isolamento viral (Padrão-ouro)
- Antígeno NS1 (primeiros 3 dias)

9

Como fazer o diagnóstico de dengue após 6 dias de sintomas?

Sorologia Elisa IgM

10

Quando devemos solicitar testes específicos para diagnóstico de dengue?

Se epidemia: Só grupo C e D
Se endemia: Todos

11

Qual o critéirio para positividade da prova do laço?

>/=20 petequias(adulto) ou >/= 10 petéquias(criança) no quadrado de 2,5 de lado

12

Como classifica os grupos de tratamento da dengue?

Grupo A: apenas dengue, sem sinais de alarme e sem condições específicas;
Grupo B: A+ Gestantes, hemorragias cutâneas ou prova do laço positivo, <2 a; >65a; comorbidades
Grupo C: Sinais de alarme
Grupo D: Dengue grave

13

Qual a principal característica que diferencia Zika de Dengue?

Rash e conjuntivite

14

Vetor da Febre amarela silvestre:

Haemagogus e Sabether

15

3 Doenças que o sinal de Faget está presente mais comumente

Febre amarela
Febre Tifoide
Pneumonia por Legionella

16

Tríade clássica da clínica da febre amarela:

Icterícia;
Hematêmese;
Oligúria

17

Qual o padrão de lesão do sistema hepatobiliar causada pela febre amarela?

Lesão hepatocelular
com Aumento de BD e AST > ALT (igual ao alcool)

18

Como é feito o diangóstico de febre amarela?

Até o 5° dia: Isolamento viral
A partir do 6° dia: Elisa IgM

19

Agente etiológico da leptospirose:

Leptospira interrogans

20

Qual a fisiopatologia base da leptospirose?

Vasculite infecciosa por adesão na Membrana plasmática endotelial

21

Qual a tríade clássica presente na leptospirose anictérica?

Febre + Sufusão conjuntival + Dor na panturrilha

22

Qual a tríade clássica da Síndrome de Weil?

Icterícia Rubínica (padrão colestático)
Hemorragia alveolar
Lesão renal aguda hipocalêmica

23

Qual exame padrão ouro para diagnóstico de leptospirose?

Macroaglutinação em altos títulos

24

Qual antibiótico usado para o tratamento de Leptospirose?

Penicilina Cristalina - Formas graves
Doxiciclina ou amoxicilina - Forma leve

25

Qual o agente etiológico da malária mais comum?

Plasmodium vivax

26

Qual o agente etiológico da malária mais grave?

Plasmodium falciparum

27

Qual o agente etiológico relacionado com a febre quartã?

Plasmodium malariae

28

Qual o agente etiológico da malária relacionado com a forma hipnozoíta e recorrencia da doença?

Plasmodium vivax

29

Qual o vetor da malária?

Anopheles dalingi

30

Qual a forma clínica classica da malária?

Crises febris + Anemia hemolítica

31

Por que o Plasmodium falciparum é a forma mais grave?

Ela invade hemácias de todas as idades (Alta parasitemia)

32

Qual o tratamento para a malária pelo P. vivax?

Cloroquina 3d + Primaquina 7 dias (CI em gravidas)

33

Qual o tratamento para malária pelo P. falciparum?

Artemeter + Lumefantrina 3d

34

Qual o tratamento das formas graves da malária?

Artesunato 6d + clindamicina 7d

35

Agente etiológico do Calazar?

Leishmania chagasi

36

Vetor do Calazar?

Lutzomia longipalpis

37

Reservatório principal do Leishmaniose:

Cães (urbanização); raposas e marsupiais

38

Qual o quadro clínico clássico do Calazar?

FEBRE + hepatoESPLENOMEGALIA + PANCITOPENIA

39

Qual achado clássico laboratorial do Calazar?

Hipergamaglobulinemia Policlonal com inversão do padrão Albumina/globulina

40

Como é realizado o diagnóstico Parasitológico de Leishmaniose visceral?

Aspirado de MO: preferencial
Punção esplênica: Maior risco

41

Como é realizado o diagnóstico Sorológico de Leishmaniose visceral?

Teste rápido, imunofluorescência indireta, K39

42

Qual o tratamento padrão para o Calazar?

Antimonial Pentavalente: Glucatime

43

Quando usar a Anfotericina B lipossomal para o tratamento do Calazar?

Gestantes, graves, insuficiências, imunossupressão, Ida <1a e >65a