Lucas Flashcards Preview

Pontos Sobressalientes > Lucas > Flashcards

Flashcards in Lucas Deck (11):
0

Lucas 8:1_“[Jesus] viajava de cidade em cidade . . . , pregando e declarando as boas novas do reino de Deus.”

“Temos hoje o privilégio de participar na maior obra já confiada a servos humanos de Deus — declarar a mensagem do Reino e fazer discípulos. (Mat. 24:14; 28:19, 20) Somos muito gratos pelo inigualável exemplo de Jesus! Como ele, precisamos de fé e coragem para pregar a mensagem do Reino. Com a ajuda de Deus, podemos ser como o corajoso Noé, que destemidamente ‘pregou a justiça’ a “um mundo de pessoas ímpias” prestes a perecer num dilúvio global. (2 Ped. 2:4, 5) A oração nos ajuda a realizar a obra de pregação. Quando certos seguidores de Cristo que estavam sendo perseguidos oraram pedindo para que pudessem ‘falar a palavra de Deus com denodo’, esse apelo foi atendido. (Atos 4:29-31) Se você é um pouco tímido com relação a pregar de casa em casa, Jeová atenderá suas orações por mais fé e coragem. — Sal. 66:19, 20. w13 15/1 1:18, 19”

1

Lucas 9:48_“Quem se comportar como menor . . . é o que é grande.”

“A pessoa humilde sente sincera gratidão pelas provisões de Jeová, incluindo o alimento espiritual. Assim, ela estuda a Bíblia com diligência e lê com grande interesse as revistas A Sentinela e Despertai!. Se mostrarmos apreço humilde por ler e estudar nossas publicações bíblicas, faremos progresso espiritual e Jeová poderá nos usar mais plenamente no seu serviço. (Heb. 5:13, 14) Quem age como alguém menor é “grande” em ainda outro sentido. Todas as congregações têm homens qualificados, designados sob a direção do espírito santo de Jeová para servirem como anciãos. Eles programam atividades espirituais como reuniões congregacionais, serviço de campo e pastoreio. Agir como “menor” por apoiar de bom grado essas programações é um modo de contribuirmos para a alegria, paz e união da congregação. — Heb. 13:7, 17. w12 15/11 3:9, 10”

2

Lucas 9:48_“Quem se comportar como menor . . . é o que é grande.”

“Quem se comporta como alguém menor é “grande”, ou mais valioso para a organização de Jeová, porque sua humildade faz dele um bom e útil servo de Deus. Jesus teve de admoestar seus discípulos a se comportar como menores porque alguns deles estavam influenciados pelo espírito prevalecente na época. ‘Chegaram a raciocinar sobre quem dentre eles seria o maior’, diz Lucas 9:46. Será que nós também corremos o risco de pensar que, de alguma forma, somos melhores do que os nossos irmãos ou superiores às pessoas em geral? Muitos no mundo que nos cerca são motivados por orgulho e egoísmo. Fiquemos longe dos orgulhosos por agirmos com humildade. Fazer isso e dar primazia à vontade de Jeová nos torna companheiros mais reanimadores. A admoestação de Jesus, de agirmos como menor, é realmente motivadora. Não devemos nos esforçar em manifestar o espírito de menor em todos os aspectos da vida? w12 15/11 3:11, 12”

3

Lucas 9:48_“Quem se comportar como menor entre todos vós é o que é grande.”

“Era o ano de 32 EC. Jesus estava no distrito da Galileia quando surgiram dificuldades. Os apóstolos discutiam sobre quem era o maior entre eles. (Luc. 9:46-48) De modo paciente, porém firme, Jesus ajudou os apóstolos a verem a necessidade da humildade. O termo grego traduzido “menor” significa alguém que é modesto, humilde, insignificante ou de pouco prestígio e influência. Jesus usou uma criancinha para deixar claro a seus apóstolos que eles deviam ser humildes e modestos. Essa admoestação é tão válida para os cristãos verdadeiros hoje como era no primeiro século. Talvez seja um desafio nos comportar como alguém menor — pelo menos em certas circunstâncias. A tendência humana para o orgulho talvez nos motive a buscar destaque. O ambiente competitivo em que vivemos e o espírito do mundo podem nos influenciar a sermos egoístas, agressivos ou manipuladores. w12 15/11 3:1, 3”

4

Lucas 9:62_“Ninguém que tiver posto a mão num arado e olhar para as coisas atrás é bem apto para o reino de Deus.”

“É elogiável participar regularmente em atividades sadias e satisfatórias como assistir às reuniões congregacionais e fazer serviço de campo. Mas servir a Jeová de coração pleno envolve mais. (2 Crô. 25:1, 2, 27) Se no fundo do coração o cristão segue amando “as coisas atrás” — isto é, certos aspectos do estilo de vida do mundo —, ele corre o risco de perder sua boa posição perante Deus. (Luc. 17:32) Só seremos ‘aptos para o reino de Deus’ se realmente ‘abominarmos o que é iníquo e nos agarrarmos ao que é bom’. (Rom. 12:9) Portanto, todos temos de cuidar para que nada no mundo de Satanás, por mais útil ou agradável que pareça, nos refreie de zelar de todo o coração pelos interesses do Reino. — 2 Cor. 11:14; Fil. 3:13, 14. w12 15/4 3:10, 13”

5

Lucas 9:62_“Ninguém que tiver posto a mão num arado e olhar para as coisas atrás é bem apto para o reino de Deus.”

“Aproximamo-nos rapidamente do dia de julgamento divino. Nenhum de nós deseja desapontar a Jeová ou a Jesus. Eles nos concederam preciosos privilégios de serviço nestes últimos dias. Prezamos muito a confiança que eles têm em nós. (1 Tim. 1:12) Quer a nossa esperança seja viver no céu, quer no Paraíso na Terra, estejamos decididos a permanecer fiéis à nossa designação divina de pregar e fazer discípulos. Ainda não sabemos o dia ou a hora em que virá o dia de Jeová, mas será que precisamos saber? Podemos e vamos nos manter preparados. (Mat. 24:36, 44) Confiar plenamente em Jeová e dar prioridade ao seu Reino não nos desapontará. — Rom. 10:11. w12 15/9 4:17-19
Leitura da Bíblia para a Comemoração: (Eventos durante o dia: 12 de nisã) Mateus 26:1-5, 14-16; Lucas 22:1-6”

6

Lucas 10:22_“Quem o Pai é, ninguém sabe exceto o Filho, e aquele a quem o Filho estiver disposto a revelá-lo.”

“Jesus revelou o Pai a seus discípulos por meio de sua conduta. Assim, quando Filipe pediu a Jesus: “Mostra-nos o Pai”, Jesus pôde dizer: “Quem me tem visto, tem visto também o Pai.” (João 14:8, 9) Quando um leproso suplicou a Jesus que o curasse, Jesus tocou nesse homem “cheio de lepra” e lhe disse: “Eu quero. Torna-te limpo.” Ao ser curado, o leproso sem dúvida podia ver a mão de Jeová na ação de Jesus. (Luc. 5:12, 13) Também, na morte de Lázaro, os discípulos certamente se aperceberam da compaixão do Pai quando Jesus “gemeu no espírito e ficou aflito” e ‘se entregou ao choro’. Embora Jesus soubesse que iria ressuscitar Lázaro, ele sentia a evidente dor da família e dos amigos de Lázaro. — João 11:32-35, 40-43. w12 15/4 1:10
Leitura da Bíblia para a Comemoração: (Eventos durante o dia: 9 de nisã) João 12:12-19; Marcos 11:1-11”

7

Lucas 10:22_“Quem o Pai é, ninguém sabe exceto o Filho, e aquele a quem o Filho estiver disposto a revelá-lo.”

“A maioria das pessoas, sejam quais forem suas crenças, costuma se perguntar a respeito da existência de Deus. Mas quando não chegam a uma conclusão satisfatória, muitos por fim desistem de buscar a Deus. Sem dúvida, Satanás “tem cegado as mentes dos incrédulos”. (2 Cor. 4:4) Não é de admirar que a maior parte da humanidade continue ignorante e confusa com relação à verdade sobre o Pai, o Criador do Universo. (Isa. 45:18) No entanto, é vital que as pessoas aprendam a verdade sobre Deus. Por quê? Porque apenas os que invocarem “o nome de Jeová” serão salvos. (Rom. 10:13) Invocar o nome de Deus envolve conhecer a Jeová como Pessoa. Jesus Cristo transmitiu esse conhecimento vital a seus discípulos. Ele lhes revelou o Pai. w12 15/4 1:2, 3”

8

Lucas 10:23_“Felizes são os olhos que observam as coisas que vós estais observando.”

“Em abril de 1881, uma convocação para mil pregadores foi feita na Watch Tower (A Sentinela). Essa convocação mostrou que os Estudantes da Bíblia reconheciam que uma das tarefas essenciais dos cristãos verdadeiros é pregar as boas novas. Mas a convocação de mil pregadores de tempo integral era bem otimista, visto que apenas algumas centenas de pessoas assistiam às reuniões dos Estudantes da Bíblia naquele tempo. Depois de lerem um tratado ou uma revista, porém, muitos reconheceram o tom da verdade e logo atenderam à convocação. Por exemplo, em 1882, depois de ler uma edição da revista Watch Tower e um folheto publicado pelos Estudantes da Bíblia, um leitor de Londres, Inglaterra, escreveu: “Queiram me instruir como e o que pregar para realizar o abençoado trabalho que Deus deseja que se faça.” Em 1885, cerca de 300 Estudantes da Bíblia serviam como colportores. Esses ministros de tempo integral tinham o mesmo objetivo que temos hoje: fazer discípulos de Jesus Cristo. w12 15/8 1:8-11”

9

Lucas 12:42_“Quem é realmente o mordomo fiel?”

“Nos tempos antigos, o mordomo muitas vezes era um escravo de confiança encarregado de supervisionar a casa ou os assuntos comerciais de seu senhor. Em geral, os mordomos tinham grande autoridade e administravam os bens da casa, o dinheiro e outros servos. Vemos isso no caso de Eliézer, a quem se confiaram os cuidados dos muitos bens de Abraão. Talvez tenha sido ele que Abraão enviou à Mesopotâmia para escolher uma esposa para o filho Isaque. Que encargo importante e de efeito de longo alcance! (Gên. 13:2; 15:2; 24:2-4) O bisneto de Abraão, José, administrava a casa de Potifar. (Gên. 39:1, 2) Com o tempo, José veio a ter seu próprio mordomo, que foi encarregado “sobre a casa de José”. Esse mordomo providenciou hospitalidade para os dez irmãos de José. E, seguindo ordens de José, ele coordenou as coisas referentes ao cálice de prata “roubado”. Sem dúvida, os mordomos tinham um cargo de grande confiança. — Gên. 43:19-25; 44:1-12. w12 15/12 2:3-5”

10

Lucas 22:24_“Levantou-se . . . uma disputa acalorada entre eles sobre qual deles parecia ser o maior.”

“Os discípulos de Jesus tinham um problema. Eles insistiam em discutir quem deles era o maior. (Mar. 9:33-35; 10:43; Luc. 9:46) Com base na sua longa vivência com o Pai, Jesus sabia o que Jeová acha dessas tendências orgulhosas. (2 Sam. 22:28; Sal. 138:6) Além disso, Jesus havia visto Satanás, o Diabo, manifestar essas inclinações. Esse personagem egotista se preocupava muito com destaque e posição. Assim, deve ter sido muito triste para Jesus ver essa atitude ambiciosa ainda existir entre os discípulos que ele havia treinado. Ela se manifestava até mesmo entre os que ele escolhera como apóstolos! Eles mostraram certa ambição até no último dia da vida de Jesus na Terra. No entanto, Jesus sempre os repreendia com bondade, sem nunca perder a esperança de que eles por fim aprenderiam a imitar a atitude mental humilde que o caracterizava. — Luc. 22:25-27; Fil. 2:5-8. w12 15/4 1:12”