Salmos Flashcards Preview

Pontos Sobressalientes > Salmos > Flashcards

Flashcards in Salmos Deck (21):
0

Salmo 8:4_“Que é o homem mortal para que te lembres dele?”

“É fantasioso achar que Deus tenha íntimo interesse em meros humanos? O salmista Davi refletiu sobre isso, dizendo a Jeová as palavras do texto de hoje. Talvez essa pergunta tenha sido causada pela própria experiência do salmista. Jeová havia encontrado em Davi, filho mais novo de Jessé, ‘um homem agradável ao seu coração’ e o havia tomado ‘de trás do rebanho para se tornar líder’ de Israel. (1 Sam. 13:14; 2 Sam. 7:8) Imagine os sentimentos de Davi ao ver que o Criador do Universo havia prestado atenção às suas meditações, as reflexões de um jovem pastor. Não é menos espantoso refletir sobre o notável interesse pessoal de Jeová por nós hoje. Ele está reunindo na adoração verdadeira “as coisas desejáveis de todas as nações” e ajudando seus servos a manter a integridade. — Ageu 2:7. w12 15/4 5:3, 4”

1

Salmo 27:1_“Jeová é a minha luz e a minha salvação.”

“A metáfora “Jeová é a minha luz” destaca que Jeová nos liberta da ignorância e escuridão espiritual. A luz literal pode revelar um perigo ou obstáculo no nosso caminho, mas não o remove. Temos de agir com sabedoria em relação ao que vemos. De modo similar, Jeová nos revela o significado básico dos acontecimentos mundiais. Ele nos alerta dos perigos deste sistema mundial e nos provê de princípios bíblicos que sempre funcionam. Mas temos de aplicar o que aprendemos. Fazendo assim, agiremos com mais sabedoria do que nossos “inimigos” ou nossos “mestres”. (Sal. 119:98, 99, 130) As palavras de Davi no Salmo 27:1 mostram que ele com certeza se lembrava de como Jeová o havia livrado, ou salvo, em ocasiões anteriores. (1 Sam. 17:37, 49, 50; 18:11, 12; 19:10) Jeová novamente se tornará para seus servos o que ele foi para Davi — salvação. Como? Por livrar seus adoradores na iminente “grande tribulação”. — Rev. 7:14; 2 Ped. 2:9. w12 15/7 3:3, 4”

2

Salmo 27:2_“Quando os malfeitores se chegaram a mim . . . , eles mesmos tropeçaram e caíram.”

“Já sentiu a ajuda de Jeová em circunstâncias difíceis? Por exemplo, já orou alguma vez com fervor sobre um problema aflitivo e viu depois como Jeová lhe deu sabedoria ou força para enfrentar a provação? Ou lembra-se de como foram removidos obstáculos que o impediam de servir a Jeová com alegria, ou como se lhe abriu uma porta larga de atividades? (1 Cor. 16:9) Como a recordação dessas coisas o afeta agora? Não é verdade que essas lembranças ainda o convencem de que Jeová pode ajudá-lo a vencer ou superar adversidades ou obstáculos ainda mais sérios? (Rom. 5:3-5) Que dizer se um governo poderoso armasse um golpe para exterminar as Testemunhas de Jeová como organização? Muitos homens nos tempos modernos tentaram fazer isso, mas fracassaram. Lembrar-se de como Jeová ajudou seu povo no passado nos dará confiança para enfrentar o futuro. — Dan. 3:28. w12 15/7 3:5, 6”

3

Salmo 27:3_“Ainda que estoure uma guerra contra mim, mesmo assim estarei confiante.”

“Por que a nossa pregação prospera apesar da piora das condições mundiais? Por que damos liberalmente de nosso tempo e energia enquanto muitos sofrem reveses econômicos? Como podemos manter a coragem quando muitos outros temem o futuro? Um cântico inspirado do Rei Davi, registrado no Salmo 27, nos responde. Davi começa esse salmo dizendo: “Jeová é a minha luz e a minha salvação. De quem terei medo? Jeová é o baluarte da minha vida. De quem terei pavor?” (Sal. 27:1) Embora o medo possa até certo ponto enfraquecer a pessoa, o pavor é ainda mais grave. Mas nenhum sentimento de pavor deve abalar quem teme a Jeová. (1 Ped. 3:14) Se Jeová é nosso baluarte, ‘residimos em segurança e estamos despreocupados do pavor da calamidade’. — Pro. 1:33; 3:25. w12 15/7 3:1, 2”

4

Salmo 27:4_“Uma coisa pedi a Jeová — . . . morar na casa de Jeová todos os dias da minha vida.”

“Jesus revelou que a adoração aceitável a Jeová não dependeria mais de uma grande estrutura abençoada por Deus. (João 4:21-23) Em Hebreus, capítulos 8 a 10, o apóstolo Paulo indicou que um grande templo espiritual veio à existência no batismo de Jesus em 29 EC, quando ele se apresentou para fazer a vontade de Jeová. (Heb. 10:10) Esse grande templo espiritual é a provisão de Jeová para podermos nos dirigir a ele de modo aceitável, à base de nossa fé no sacrifício de resgate de Jesus. Como adoramos ali? Por orar “com corações sinceros na plena certeza da fé”, declarar publicamente a nossa esperança sem vacilação, mostrar consideração pelos irmãos, motivando-os e encorajando-os nas reuniões congregacionais e na adoração em família. (Heb. 10:22-25) O apreço pela provisão da adoração verdadeira nos fortalece nestes críticos últimos dias. w12 15/7 3:7”

5

Salmo 27:11_“Instrui-me no teu caminho, ó Jeová, e guia-me na vereda da retidão por causa dos meus adversários hostis. ”

“Agir em harmonia com essa oração significa prestar atenção às instruções bíblicas que vêm por meio da organização de Jeová e aplicá-las imediatamente. Muitos que se livraram de dívidas desnecessárias podem atestar que a aplicação do sábio conselho de simplificar a vida os beneficiou nas recentes crises financeiras. Em vez de estarem sobrecarregados com bens que não podiam mais pagar ou manter, estavam livres para expandir seu ministério. Cada um de nós deve se perguntar: ‘Aplico logo tudo o que leio na Bíblia e nas publicações do escravo fiel e discreto, mesmo a custo de possíveis sacrifícios?’ (Mat. 24:45) Se permitirmos que Jeová nos instrua e nos guie no caminho da retidão, não teremos motivo para medo. w12 15/7 3:15, 16”

6

Salmo 27:10_“Caso meu próprio pai e minha própria mãe me abandonassem, o próprio Jeová me acolheria.”

“Visto que Jeová apoia prontamente seus servos quando outros os abandonam, não os sustentaria também em qualquer outro tipo de tribulação? Se estamos preocupados com o sustento da família, por exemplo, podemos ter certeza de que Jeová nos ajudará. (Heb. 13:5, 6) Ele entende as circunstâncias e necessidades de todos os seus servos leais. Jeová prometeu ajudar, proteger e livrar seu povo como grupo, em sentido físico e espiritual, e nós confiamos nele. (Sal. 37:28; 91:1-3) A multidão que sobreviverá à “grande tribulação” deve de fato ser grande. (Rev. 7:9, 14) Assim, essa multidão, como grupo, será protegida contra a extinção durante o restante dos últimos dias. Receberá tudo de que precisa para suportar provações e preservar sua relação com Jeová. w12 15/7 3:9, 10, 14”

7

Salmo 40:8_“Agradei-me em fazer a tua vontade, ó meu Deus, e a tua lei está nas minhas partes internas.”

“Ao longo da História, as nações têm travado guerras brutais em nome da liberdade. Quanto mais, então, você deve estar disposto a lutar em sentido espiritual pela sua liberdade cristã! Lembre-se de que seus inimigos não são apenas Satanás, o mundo e seu espírito venenoso. Você tem de lutar também contra suas próprias imperfeições, incluindo um coração traiçoeiro. (Jer. 17:9; Efé. 2:3) Mas, com a ajuda de Jeová, você pode vencer a luta. Além do mais, toda vitória — grande ou pequena — terá pelo menos dois resultados positivos. Primeiro, você alegrará o coração de Jeová. (Pro. 27:11) Segundo, sentir o poder libertador da “lei perfeita [de Deus] que pertence à liberdade” aumentará sua determinação de permanecer na ‘estrada estreita’ que conduz à vida eterna. Com o tempo, você terá a liberdade mais abrangente que está em reserva para os leais a Jeová. — Tia. 1:25; Mat. 7:13, 14. w12 15/7 2:15, 16”


8

Salmo 71:17_“Ó Deus, tu me ensinaste desde a minha mocidade, e até agora estou contando as tuas obras maravilhosas.”

“Somos gratos de que não andamos na escuridão, mas temos luz espiritual de Deus. (Pro. 4:18, 19) Portanto, estudemos a Palavra de Deus com diligência e falemos zelosamente a verdade a outros. Como povo dedicado de Jeová, reconhecemos as questões inter-relacionadas da soberania divina e da integridade humana. Nós realmente proclamamos a verdade incontestável que Jeová é o Soberano Universal, digno de nossa devoção de toda a alma. (Rev. 4:11) Além disso, com a ajuda do espírito de Deus, declaramos boas novas aos mansos, saramos os quebrantados de coração e consolamos os que pranteiam. (Isa. 61:1, 2) Apesar das vãs tentativas de Satanás de dominar o povo de Deus e toda a humanidade, apreciamos profundamente nossa herança espiritual e estamos decididos a manter nossa integridade a Deus e louvar o Soberano Senhor Jeová agora e para sempre. — Sal. 26:11; 86:12. w13 15/2 2:19, 20”

9

Salmo 43:3_“Envia tua luz e tua verdade. Guiem-me estas mesmas. Façam-me elas chegar ao teu santo monte.”

“Na sua Palavra, Deus preservou para uso de seu povo o nome que ele escolheu para si mesmo. A primeira menção de “Jeová Deus” nas Escrituras é na “história dos céus e da terra”. (Gên. 2:4) O nome de Deus foi inscrito milagrosamente várias vezes nas tábuas de pedra que continham os Dez Mandamentos. Por exemplo, o primeiro mandamento começa assim: “Eu sou Jeová, teu Deus.” (Êxo. 20:1-17) O nome de Deus subsiste até hoje porque o Soberano Senhor Jeová preservou sua Palavra e seu nome apesar de todos os esforços satânicos de eliminá-los. (Sal. 73:28) Na sua Palavra, Jeová preservou também a verdade. Embora haja muito erro religioso no mundo, como somos gratos de que Deus nos deu luz e verdades espirituais! Ao passo que as massas da humanidade andam na escuridão, nós continuamos com alegria a andar na luz espiritual que vem de Deus. — 1 João 1:6, 7. w13 15/2 1:2, 3”

10

Salmo 51:3_“Meu pecado está constantemente diante de mim.”

“Certo poeta escreveu: “De todas as palavras tristes saídas da língua ou da pena, as mais tristes são: ‘Poderia ter sido diferente!’” Era o poeta John G. Whittier, e ele se referia às coisas das quais nos arrependemos, que gostaríamos de poder fazer de novo e de modo diferente. “Arrependimento” é tristeza ou dor mental que alguém sente por alguma coisa que fez ou deixou de fazer. Todos nós já fizemos coisas que, se pudéssemos voltar atrás, faríamos diferente. Que arrependimentos você tem? Algumas pessoas cometeram erros dolorosos na vida, até mesmo pecados graves. Outras não fizeram algo tão ruim assim, mas se perguntam se algumas de suas decisões na vida foram realmente as melhores. Algumas conseguem superar o passado e ir em frente na vida. Outras se afligem constantemente pensando ‘se eu pudesse voltar atrás’. Em qual desses casos você se encaixa? Gostaria de servir a Deus sem arrependimentos — pelo menos daqui para a frente? w13 15/1 4:1, 2”

11

Salmo 86:5_“Tu, ó Jeová, és bom e estás pronto a perdoar.”

“É normal ficar muito triste quando um querido membro da família abandona a Jeová e é desassociado. Contudo, se você escolher o caminho do ressentimento contra Jeová, você se distanciará dele. Realmente, o que seu querido membro da família precisa ver em você é sua firme determinação de colocar Jeová acima de tudo o mais — incluindo o vínculo familiar. Assim, para enfrentar a situação, cuide para não perder a sua própria espiritualidade. Não se isole de seus fiéis irmãos cristãos. (Pro. 18:1) Expresse seus sentimentos a Jeová em oração. (Sal. 62:7, 8) Não procure desculpas para se associar com um membro da família desassociado, como, por exemplo, trocando e-mails. (1 Cor. 5:11) Envolva-se em atividades espirituais. (1 Cor. 15:58) No entanto, não é errado você ter esperança de que seu ente querido retorne para Jeová. w13 15/1 2:16, 19, 20”

12

Salmo 86:12_“Glorificarei o teu nome por tempo indefinido.”

“De modo geral, as religiões da cristandade se distanciaram do nome de Deus. Por exemplo, a Revised Standard Version (Versão Padrão Revisada) diz no seu prefácio: “O uso de um nome próprio para o Deus único e exclusivo . . . é inteiramente impróprio para a fé universal da Igreja Cristã.” As Testemunhas de Jeová, por outro lado, se orgulham de levar o nome de Deus e glorificá-lo. (Isa. 43:10) Além disso, consideramos um privilégio entender o significado desse nome e a questão universal que envolve sua santificação. (Mat. 6:9) Conhecer o nome de Deus significa muito mais do que apenas conhecer a palavra “Jeová”. Inclui conhecer a reputação de Jeová, bem como suas qualidades, seu propósito e suas atividades conforme reveladas na Bíblia, tais como seus tratos com seus servos. Naturalmente, Jeová dá esse entendimento de modo gradativo, segundo o desenrolar de seu propósito. — Pro. 4:18. w13 15/3 5:1-3”

13

Salmo 94:11_“Os pensamentos dos homens . . . são apenas como exalação.”

“A vasta e confiável sabedoria contida na Bíblia indica que esse livro é duma Fonte superior ao homem. Paulo escreveu: “Quem veio a conhecer a mente de Jeová para o instruir?” (1 Cor. 2:16) Esse versículo se baseia na pergunta do profeta Isaías a seus contemporâneos: “Quem mediu as proporções do espírito de Jeová, e quem, como seu homem de conselho, pode fazê-lo saber alguma coisa?” (Isa. 40:13) A resposta, evidentemente, é ninguém. Não é de admirar que aplicar os conselhos bíblicos sobre casamento, filhos, diversão, associação, diligência, honestidade e moralidade produza os melhores resultados possíveis. Não há maus conselhos na Bíblia. Os humanos, por sua vez, simplesmente não são sábios o suficiente para recomendar o que sempre dá certo. (Jer. 10:23) Eles constantemente revisam e atualizam seus conselhos, à medida que percebem que os anteriores eram falhos. w12 15/6 4:11”

14

Salmo 115:17_“Os próprios mortos não louvam a Jah.”

“Você está bem?” Essa pergunta comum revela uma triste realidade. Visto que nossos primeiros pais permitiram que Satanás os afastasse de Jeová, todos nós estamos sujeitos a ficar doentes. A doença serve ao propósito de Satanás, pois, quando estamos doentes, é mais difícil servirmos a Jeová. E se morrermos, aí então é que não poderemos servi-lo. Naturalmente, portanto, queremos fazer o possível para permanecer saudáveis. E devemos também nos preocupar com a saúde e bem-estar de nossos irmãos. No entanto, não é apropriado promover produtos e tratamentos de saúde antes ou depois das reuniões no Salão do Reino ou de assembleias e congressos. Nessas ocasiões, oferecer conselhos ou produtos de saúde — solicitados ou não — pode nos desviar de nosso objetivo espiritual e fazer outros perder a alegria. (Rom. 14:17) A decisão de como cuidar da saúde cabe à própria pessoa. Além disso, ninguém tem a solução para todas as doenças. w13 15/1 3:7-9”

15

Salmo119:105_“Lâmpada para o meu pé é a tua palavra e luz para a minha senda.”

“A Bíblia é uma dádiva maravilhosa que Jeová proveu por meio de seu espírito santo. Leia-a com prazer todos os dias, e seu amor por ela e seu Autor aumentará. (Sal. 1:1, 2) Inicie cada sessão de leitura ou de estudo com oração, pedindo que o espírito de Deus guie seus pensamentos. (Luc. 11:13) A Bíblia contém os pensamentos de Deus; portanto, ao meditar no que ela diz, você pode ajustar seu modo de pensar ao de Deus. Ao aumentar em conhecimento exato da verdade, aplique o que você aprende. Olhe para as Escrituras como você olharia para um espelho. Se perceber que precisa fazer mudanças, faça isso. (Tia. 1:23-25) Use a Palavra de Deus como espada para defender suas crenças e para eliminar do coração dos mansos os falsos ensinos. (Efé. 6:17) Ao fazer isso, seja grato de que os profetas e os outros homens usados para escrever a mensagem da Bíblia foram realmente “movidos por espírito santo”. — 2 Ped. 1:21. w12 15/6 4:17, 18”

16

Salmo 119:165_“Paz abundante pertence aos que amam a [lei de Deus], e para eles não há pedra de tropeço”

“Se você está sendo tentado a se envolver num relacionamento romântico impróprio, medite nas más consequências da fornicação e do adultério. (Pro. 7:22, 23; Gál. 6:7) Quem comete imoralidade desagrada a Jeová e causa forte dor ao cônjuge e a si mesmo. (Mal. 2:13, 14) Em contraste, pense nos benefícios para os que se mantêm castos. Além da esperança de viver para sempre, eles têm o melhor da vida agora, incluindo uma consciência limpa. (Pro. 3:1, 2) Portanto, ame a verdade e ‘mantenha estrita vigilância para não andar como néscio, mas como sábio’, nestes tempos iníquos. (Efé. 5:15, 16) Estamos bem equipados para nos proteger das armadilhas de Satanás. Jeová nos dá o que precisamos para nos “manter firmes” e “apagar todos os projéteis ardentes do iníquo”. — Efé. 6:11, 16. w12 15/8 4:18, 19”

17

Salmo 130:1,2_“Das funduras te invoquei, ó Jeová. Ó Jeová, ouve deveras a minha voz. Mostrem-se teus ouvidos atentos à voz dos meus rogos.”

“Alguns jovens namoram sem estar preparados para as obrigações da vida de casado. Certas pessoas encontram um prospectivo cônjuge na internet e entram apressadamente no que resulta ser um casamento muito infeliz. Outros cometem um grave pecado no namoro e podem assim perder o respeito mútuo. Se decidirem se casar, talvez comecem sua vida conjugal em base não muito sólida. Alguns cristãos desconsideram a ordem de se casar “somente no Senhor” e, em geral, sofrem os efeitos dolorosos de um lar dividido em sentido religioso. (1 Cor. 7:39) Se esse for o seu caso, peça a Deus seu perdão e ajuda. Ele não remove os efeitos dos erros cometidos no passado, mas realmente ajuda os arrependidos a enfrentar as provações. Esteja decidido a agradá-lo agora e para sempre e ‘o regozijo de Jeová será seu baluarte’. — Nee. 8:10. w12 15/5 2:3, 4”

18

Salmo 139:23,24_“Esquadrinha-me, ó Deus, . . . e guia-me no caminho do tempo indefinido.”

“Um modo de nos beneficiar da amorosa orientação de Jeová é o estudo pessoal. Nas publicações do escravo fiel e discreto, Jeová provê uma riqueza de conselhos bíblicos. (Mat. 24:45) Mas, para nos beneficiar desses conselhos, precisamos tirar tempo para estudá-los e aplicar o que aprendemos. O estudo pessoal é uma maneira pela qual Jeová pode ‘nos guardar de tropeços’. (Judas 24) Alguma vez já leu nas nossas publicações algo que parecia ter sido escrito especialmente para você? Aceite a possível correção como vinda de Jeová. Assim como um amigo talvez lhe dê um toque nos ombros para lhe trazer algo à atenção, Jeová pode usar seu espírito para lhe chamar à atenção um aspecto de sua conduta ou personalidade que você (e sem dúvida muitos outros) precisa melhorar. Por sermos sensíveis às orientações do espírito, permitimos que Jeová guie os nossos passos. w12 15/4 5:12”


19

Salmo 139:23,24_“Esquadrinha-me, ó Deus, . . . e guia-me no caminho do tempo indefinido.”

“Um modo de nos beneficiar da amorosa orientação de Jeová é o estudo pessoal. Nas publicações do escravo fiel e discreto, Jeová provê uma riqueza de conselhos bíblicos. (Mat. 24:45) Mas, para nos beneficiar desses conselhos, precisamos tirar tempo para estudá-los e aplicar o que aprendemos. O estudo pessoal é uma maneira pela qual Jeová pode ‘nos guardar de tropeços’. (Judas 24) Alguma vez já leu nas nossas publicações algo que parecia ter sido escrito especialmente para você? Aceite a possível correção como vinda de Jeová. Assim como um amigo talvez lhe dê um toque nos ombros para lhe trazer algo à atenção, Jeová pode usar seu espírito para lhe chamar à atenção um aspecto de sua conduta ou personalidade que você (e sem dúvida muitos outros) precisa melhorar. Por sermos sensíveis às orientações do espírito, permitimos que Jeová guie os nossos passos. w12 15/4 5:12”


20

Salmo 143:8_“Faze-me saber o caminho em que devo andar.”

“Nós podemos enfrentar uma situação desafiadora em que colegas tentam nos pressionar a seguir o seu conceito humano em vez de nos apoiar em fazer a vontade de Jeová. Alguns talvez até nos incentivem a agir sem levar em conta qual é a vontade de Deus em relação a determinado assunto. (1 Sam. 26:8-11) Precisamos ter bem em mente o conceito de Jeová sobre o assunto e estar decididos a seguir seus padrões para permanecer firmes. Davi orou a Jeová Deus: “Ensina-me a fazer a tua vontade.” (Sal. 143:5, 10) Em vez de confiar em suas próprias ideias ou de ceder ao que outros lhe diziam, Davi desejava ser ensinado por Deus. Ele ‘meditava em toda a atuação de Jeová e se mantinha voluntariamente preocupado com o trabalho das próprias mãos de Deus’. Nós também podemos discernir a vontade de Deus por pesquisar as Escrituras e meditar nos muitos relatos bíblicos dos tratos de Jeová com os humanos. w12 15/11 1:10, 11”