Mateus Flashcards Preview

Pontos Sobressalientes > Mateus > Flashcards

Flashcards in Mateus Deck (31):
0

Mateus 5:3_“Felizes os cônscios de sua necessidade espiritual.”

“Se você é pai, ou mãe, pense em como seu exemplo afetará seus filhos. O que eles percebem que é mais importante para você — sua carreira ou sua amizade com Jeová? Se observarem que status, prestígio e riqueza ocupam o primeiro lugar na sua vida, não se sentirão tentados a segui-lo nesse caminho desastroso? Perderão certa medida de respeito por você como pai ou mãe? Uma jovem cristã diz: “Meu pai trabalha, trabalha, e traz para casa luxos em vez de necessidades. Por isso, somos conhecidos como uma família que tem muito dinheiro, em vez de uma família que incentiva outros em empenhos espirituais. Eu preferiria mil vezes o apoio espiritual do meu pai do que seu dinheiro.” Pais, não se distanciem de Jeová por darem importância demais à sua carreira. Pelo seu exemplo, mostrem aos filhos que vocês realmente acreditam que a maior riqueza que podemos ter é espiritual, não material. w13 15/1 2:8, 9”

1

Mateus 5:37_“Deixai simplesmente que a vossa palavra Sim signifique Sim, e o vosso Não, Não.”

“Por que é importante deixar que nosso Sim signifique Sim? A Bíblia dá avisos claros de que os que “não cumprem as promessas que fazem” estão entre os que ‘merecem morrer’. (Rom. 1:31, 32, Bíblia Fácil de Ler) Faraó do Egito, o Rei Zedequias de Judá e Ananias e Safira estão entre os maus exemplos que a Bíblia menciona de pessoas cujo Sim não significou Sim. Nenhum deles foi bem-sucedido e eles servem de alerta para nós. (Êxo. 9:27, 28, 34, 35; Eze. 17:13-15, 19, 20; Atos 5:1-10) Nestes “últimos dias”, estamos cercados de pessoas “desleais”, que têm “uma forma de devoção piedosa, mostrando-se, porém, [falsas] para com o seu poder”. (2 Tim. 3:1-5) Na medida do possível, não devemos nos associar com esse tipo de pessoas. Em vez disso, devemos nos reunir regularmente com os que sempre procuram fazer seu Sim significar Sim. — Heb. 10:24, 25. w12 15/10 4:11, 12”

2

Mateus 6:19_“Parai de armazenar para vós tesouros na terra.”

“Alguns líderes religiosos pregam que é errado lutar pelo sucesso e que todo esforço para ser bem-sucedido deve ser sufocado. Note, porém, que Jesus não estava condenando todo e qualquer esforço nesse sentido. Em vez disso, ele exortava seus discípulos a redirecionar seus esforços, aconselhando-os a armazenar os não perecíveis “tesouros no céu”. (Mat. 6:20) O nosso principal desejo deve ser nos esforçar em ser bem-sucedidos do ponto de vista de Jeová. De fato, as palavras de Jesus nos lembram de que podemos escolher pelo que vamos nos empenhar. A verdade, no entanto, é que nós nos empenharemos pelo que temos no coração, pelo que valorizamos. Se temos no coração o desejo de agradar a Jeová, podemos confiar que ele cuidará de nossas necessidades. Ao se referir às nossas necessidades materiais, Jesus garantiu: “Persisti . . . em buscar primeiro o reino e a Sua justiça, e todas estas outras coisas vos serão acrescentadas.” — Mat. 6:31-33. w12 15/12 1:13, 15, 16”

3

Mateus 6:20_“Armazenai para vós tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde ladrões não arrombam nem furtam.”

“Em tempos recentes, alguns países sofreram severas tragédias. É notável que muitos irmãos nesses países mostraram grande capacidade de recuperação. Isso não significa que foi fácil. Contudo, em todos os casos, eles deixaram o desastre para trás e prosseguiram no serviço de Jeová. Em setembro de 2009, mais de 80% de Manila, nas Filipinas, foi inundada por chuvas torrenciais. Certo homem rico, que sofreu muitas perdas, disse: “A enchente teve um grande efeito nivelador, causando dificuldades e sofrimentos tanto aos ricos como aos pobres.” Dar primazia às coisas materiais, que podem desaparecer de repente, não raro causa desapontamento. É muito mais sábio priorizar a nossa relação com Jeová, que pode permanecer intacta independentemente do que aconteça ao nosso redor. — Heb. 13:5, 6. w12 15/10 1:12, 13”

4

Mateus 6:21_“Onde estiver o teu tesouro, ali estará também o teu coração.”

“Em certo sentido, o tesouro terrestre de uma pessoa pode incluir prestígio, fama ou poder. Jesus destacou um ponto similar ao que Salomão enfatizou no livro de Eclesiastes: os tesouros do mundo não são duradouros. Como você provavelmente tem visto no mundo ao seu redor, todos esses tesouros são perecíveis e fáceis de perder. O professor universitário Frederick D. Bruner escreveu a respeito desses tesouros: “É bem sabido que a fama é passageira. O herói do sábado passado é o ‘já era’ na temporada seguinte. O sucesso financeiro deste ano é a falência no próximo ano. . . . [Jesus] ama os seres humanos. Ele os exorta a fugir do inevitável desespero que resulta da glória efêmera. Ela não dura. Jesus não quer que [seus] discípulos se desapontem. ‘Todo dia o mundo gira e derruba alguém que pouco antes estava no topo dele.’” Embora a maioria das pessoas talvez concorde com essas palavras, quantas permitem que a verdade por trás delas mude o seu modo de encarar a vida? Você permitirá? w12 15/12 1:13, 14”

5

Mateus 6:31,32_“Nunca estejais ansiosos, dizendo: “Que havemos de comer?” ou: “Que havemos de beber?” ou: “Que havemos de vestir?” Porque todas estas são as coisas pelas quais se empenham avidamente as nações. Pois o vosso Pai celestial sabe que necessitais de todas essas coisas. ”

“Para não ser sufocado pelo materialismo, reavalie periodicamente o seu estilo de vida. Você jamais gostaria de ser como Esaú, cujas ações revelaram que ele desprezava coisas sagradas. (Gên. 25:34; Heb. 12:16) E com certeza você não deveria ser como o homem rico que fora convidado a vender seus bens em favor dos pobres e a seguir a Jesus. Em vez de fazer isso, o homem “afastou-se contristado, porque tinha muitas propriedades”. (Mat. 19:21, 22) Enlaçado pelas riquezas, ele perdeu um grande privilégio — seguir o maior homem que já viveu! Tenha cuidado para não perder o privilégio de ser discípulo de Jesus Cristo. Para contra-atacar a preocupação excessiva com coisas materiais, siga a exortação dada no texto de hoje. w12 15/8 4:8, 9”

6

Mateus 6:33_“Persisti, pois, em buscar primeiro o reino e a Sua justiça.”

“Jesus explicou aos ouvintes que tipo de ação deles indicaria seu desejo íntimo de servir a Jeová de todo o coração. De fato, as prioridades na nossa vida revelam quais são os desejos, os pensamentos e os planos que temos bem fundo no coração. Examinar nossas prioridades é, portanto, uma maneira tangível de ver se estamos servindo a Deus de coração pleno. (1 Crô. 28:9) Nós sabiamente aceitamos o convite de Jesus para ser seus seguidores e agora servimos a Jeová todos os dias. Mostramos assim o que sentimos no coração a respeito de Jeová. Todavia, mesmo sendo ativos na congregação, temos de estar alertas a um potencial perigo para a condição de nosso coração. De que se trata? Jesus revelou esse perigo dizendo: “Ninguém que tiver posto a mão num arado e olhar para as coisas atrás é bem apto para o reino de Deus.” — Luc. 9:62. w12 15/4 3:8, 10”

7

Mateus 10:8_“De graça recebestes, de graça dai.”

“O verdadeiro conhecimento” tornou-se abundante por meio da palavra impressa. (Dan. 12:4) Hoje, A Sentinela é publicada em 195 idiomas. É a revista de maior circulação na Terra, com uma tiragem de 42.182.000 exemplares. Em segundo lugar vem sua revista associada, Despertai!, com 41.042.000 exemplares em 84 idiomas. Além disso, uns 100 milhões de livros e Bíblias são impressos todos os anos. Essa obra monumental é financiada por meio de donativos. Isso deixa muito admirados os envolvidos na indústria gráfica que conhecem os custos de impressoras, papel, tinta e outros materiais. Um irmão que participa em compras globais disse: “Empresários que visitam as nossas gráficas ficam surpresos de ver como é possível essas instalações de alta tecnologia e de grande produção ser financiadas por donativos. Ficam impressionados também de ver pessoas tão jovens e felizes servindo em Betel.” w12 15/8 1:14, 15”

8

Mateus 11:19_“Dizem: “Eis um homem comilão e dado a beber vinho, amigo de cobradores de impostos e de pecadores.”

“Jesus, o único homem que foi fiel a Deus de modo perfeito, foi acusado falsamente. Mas a verdade é que Jesus, pelo seu modo sábio de viver ao servir a Deus, desmentiu as afirmações de que era um transgressor. “A sabedoria é provada justa pelas suas obras”, disse Jesus. Hoje também é assim. Como exemplo, alguns vizinhos do Betel em Selters, Alemanha, encaram como estranhos os irmãos que servem ali. Mas o prefeito da localidade disse em seu favor: “As Testemunhas de Jeová que servem ali têm seu próprio modo de vida, mas isso de forma alguma perturba a vida de outros na localidade.” Recentemente, chegou-se a uma conclusão similar com relação às Testemunhas de Jeová que vivem em Moscou, Rússia. Elas haviam sido acusadas falsamente de várias ações erradas. Daí, em junho de 2010, a Corte Europeia dos Direitos Humanos em Estrasburgo, França, as absolveu. w12 15/12 3:13, 14”

9

Mateus 11:29_“Achareis revigoramento para as vossas almas”

“Jesus garantiu a seus seguidores que, por se achegarem a ele e seguirem os seus ensinos, seriam reanimados, pois o seu jugo era benévolo e sua carga, leve. Pessoas de ambos os sexos e de todas as idades se sentiam à vontade na sua presença. (Mat. 11:30) Ao se associar com pessoas comuns em Israel, Jesus se compadecia delas por estarem numa condição desfavorável e, amorosamente, atendia às suas necessidades. Perto de Jericó, ele encontrou um mendigo cego chamado Bartimeu junto com outro cego de nome não revelado. Eles insistiam em pedir ajuda a Jesus, mas a multidão mandava energicamente que se calassem. Como teria sido fácil ignorar os apelos desses cegos! Em vez disso, Jesus pediu que fossem trazidos a ele e, penalizado, restaurou a visão deles. Jesus de fato imitava seu Pai, Jeová, mostrando humildade e misericórdia para com meros pecadores. — Mat. 20:29-34; Mar. 10:46-52. w12 15/11 2:12, 13”

10

Mateus 13:22_“As ansiedades deste sistema de coisas e o poder enganoso das riquezas sufocam a palavra.”

“Um fator que sufoca a palavra são as “ansiedades deste sistema”. Nestes “tempos críticos, difíceis de manejar”, muita coisa pode lhe causar ansiedade. (2 Tim. 3:1) O alto custo de vida e o crescente desemprego podem tornar difícil equilibrar seu orçamento. Ou talvez sinta ansiedade a respeito do futuro, e se pergunte: ‘Terei renda suficiente depois de me aposentar?’ Esse tipo de ansiedades leva alguns a buscar riquezas, achando que o dinheiro garante segurança.O outro fator é “o poder enganoso das riquezas”. Esse elemento, junto com a ansiedade, pode sufocar a palavra. A Bíblia reconhece que “o dinheiro é para proteção”. (Ecl. 7:12) No entanto, não é sábio tentar acumular riquezas. Muitos descobriram que quanto mais lutam para adquirir riquezas, tanto mais o materialismo os enlaça. Alguns até mesmo se tornaram escravos das riquezas. — Mat. 6:24. w12 15/8 4:3-5”

11

Mateus 15:19_“Do coração vêm raciocínios iníquos.”

“Os “raciocínios iníquos” dos quais Jesus falou são conceitos ou atitudes que podem macular muitos aspectos da vida. Por exemplo, alguém talvez tenha um senso de lealdade distorcido com relação a seus parentes. Naturalmente, os cristãos desejam ter “afeição natural” por parentes, ao contrário de muitos nestes “últimos dias” que não têm tal afeição, ou afeto. (2 Tim. 3:1, 3) É possível, porém, ir a extremos na demonstração desse sentimento. Para muitos, “o sangue fala mais alto”. Assim, talvez defendam ou tomem o lado de parentes a todo o custo, encarando a ofensa a um parente como ofensa a si mesmos. Pense no que esses fortes sentimentos levaram os irmãos de Diná a fazer. (Gên. 34:13, 25-30) E imagine o que havia no coração de Absalão, que o levou a assassinar seu meio-irmão Amnom. (2 Sam. 13:1-30) Não estavam “raciocínios iníquos” por trás desses casos? w13 15/3 2:13, 15”

12

Mateus 15:19_“Do coração vêm raciocínios iníquos, assassínios, adultérios, fornicações, ladroagens, falsos testemunhos, blasfêmias.

“Se um irmão cujo coração insensível o induzisse a cometer fornicação ou adultério, e nunca se arrependesse, poderia perder para sempre o favor de Deus. No entanto, mesmo uma pessoa que não cometa um erro assim talvez permita que cresça no seu coração um desejo errado. (Mat. 5:27, 28) Nesse caso pode ser de ajuda fazer um exame pessoal do coração. Se examinar a fundo seu coração, será que encontrará um desejo incorreto com relação a alguém do sexo oposto, anseios secretos que Deus não toleraria e que teriam de ser removidos? Ou pode ser que um irmão, mesmo que não tenha cometido “assassínios”, talvez permita que seu coração fique cheio de rancor a ponto de odiar outro irmão na fé. (Lev. 19:17) Será que ele fará esforço para se livrar dessas emoções que poderiam insensibilizar seu coração? — Mat. 5:21, 22. w13 15/3 2:13, 14”

13

Mateus 19:6_“Não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus pôs sob o mesmo jugo, não o separe o homem.”

“Casados ou solteiros, temos de nos lembrar das palavras de Jesus. Cobiçar o cônjuge alheio é pecado. (Deut. 5:21) O cristão que começa a entreter esse desejo cobiçoso e impuro deve eliminá-lo rapidamente, mesmo ao custo de grande dor emocional por ter permitido que os anseios egoístas se desenvolvessem. (Mat. 5:27-30) É essencial corrigir tais pensamentos e suprimir o desejo pecaminoso de um coração traiçoeiro. (Jer. 17:9) Até mesmo muitas pessoas que pouco ou nada sabem sobre Jeová Deus e sua maravilhosa dádiva do casamento têm mostrado pelo menos certa medida de gratidão pelo vínculo conjugal. Quanto mais nós, dedicados ao “Deus feliz”, Jeová, devemos nos alegrar com todas as suas provisões e provar que de fato prezamos a dádiva divina do casamento! — 1 Tim. 1:11. w12 15/5 1:17, 18”

14

Mateus 19:6_“O que Deus pôs sob o mesmo jugo, não o separe o homem.”

“Para evitar a armadilha do adultério, pense no compromisso do casamento. Nunca ache que seus privilégios teocráticos são mais importantes do que seu cônjuge. E não desperceba que ficar muitas vezes longe do cônjuge por causa de atividades não essenciais pode indicar fraqueza no seu casamento e levar à tentação e, talvez, a grave pecado. Mas se você é ancião, que dizer do rebanho? O apóstolo Pedro escreveu: “Pastoreai o rebanho de Deus, que está aos vossos cuidados, não sob compulsão, mas espontaneamente; nem por amor de ganho desonesto, mas com anelo.” (1 Ped. 5:2) É óbvio que os membros da congregação aos seus cuidados não devem ser negligenciados. No entanto, você não deve cumprir seu papel de pastor à custa de seu papel de marido. Seria sem sentido — e perigoso — focalizar toda sua atenção em alimentar espiritualmente a congregação enquanto seu cônjuge “passa fome” em casa. w12 15/8 4:14, 15”

15

Mateus 19:6_“Não são mais dois, mas uma só carne.”

“Uma cristã sentiu-se feliz de ter confiado em Deus e feito empenho especial para salvar seu casamento. “Senti-me tentada a me separar de meu marido porque ele não provia o sustento financeiro e por causa do risco espiritual”, diz ela. “Daí percebi que eu também tinha culpa. Voltamos a nos comunicar, a estudar em família e a frequentar as reuniões. O nosso casamento se renovou. Com o tempo, meu marido voltou a se qualificar para privilégios de serviço na congregação. Foi uma dura lição com final feliz.” Solteiros ou casados, vamos sempre agir com coragem e esperar em Jeová. Se temos problemas conjugais, devemos buscar com seriedade resolvê-los, lembrando-nos de que os unidos em casamento “não são mais dois, mas uma só carne”. E tenhamos em mente que, se apesar das dificuldades perseverarmos num lar dividido em sentido religioso, talvez possamos ter a alegria de atrair o cônjuge à adoração verdadeira. w12 15/5 2:19, 20”

16

Mateus 19:9_“Todo aquele que se divorciar de sua esposa, exceto em razão de fornicação, e se casar com outra, comete adultério.”

“Os que sofrem na relação conjugal talvez se perguntem: ‘Vale a pena salvar meu casamento infeliz? Se eu apenas pudesse voltar no tempo e começar de novo com outra pessoa!’ Talvez sonhem em romper o vínculo — ‘Ah!, estar livre de novo! Por que não me divorciar? Mesmo que eu não possa ter um divórcio bíblico, por que não me separar e viver bem de novo?’ Em vez de pensar assim ou de fantasiar como a vida poderia ter sido diferente, os cristãos devem fazer o melhor possível na situação atual buscando e seguindo as orientações de Deus. Se um cristão decidir se divorciar, ele talvez não esteja livre para se casar de novo. É essencial pesar com oração qualquer intenção de se divorciar quando nenhum dos dois é culpado de imoralidade sexual. w12 15/5 2:5, 6”

17

Mateus 23:38_“Eis que a vossa casa vos fica abandonada.”

“Roma desempenhou um papel-chave no cumprimento da profecia registrada em Gênesis 3:15. Satanás usou autoridades romanas para desferir um golpe que temporariamente mutilou o descendente, ferindo-o no “calcanhar”. Como assim? Essas autoridades julgaram Jesus sob falsa acusação de sedição e o executaram. (Mat. 27:26) Mas essa ferida logo sarou, pois Jeová ressuscitou Jesus. Os líderes religiosos de Israel conspiraram com Roma contra Jesus, e a nação em sua maioria também o rejeitou. (Atos 2:22, 23) Assim, Jeová deixou de considerar o Israel natural como seu povo. Ele então escolheu uma nova nação, “o Israel de Deus”. (Gál. 3:26-29; 6:16) Essa nação era a congregação de cristãos ungidos, composta tanto de judeus como de gentios. (Efé. 2:11-18) Depois da morte e ressurreição de Jesus, o descendente da serpente continuou a expressar animosidade contra o descendente da mulher por tentar exterminar a congregação cristã, a parte secundária do descendente. w12 15/6 1:17, 18”


18

Mateus 23:38_“Eis que a vossa casa vos fica abandonada.”

“Depois que Jesus foi enviado à Terra e foi provido o único sacrifício de resgate perfeito, Jeová não mais aceitava os sacrifícios de animais que eram oferecidos por Israel. (1 João 4:9, 10) Como humano, Jesus refletiu o ponto de vista de seu Pai quando disse estas palavras tocantes: “Jerusalém, Jerusalém, matadora dos profetas e apedrejadoratg dos que lhe são enviados — quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, assim como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo de suas asas! Mas vós não o quisestes.” (Mat. 23:37) Portanto, essa nação pecadora e não arrependida foi substituída pelo Israel espiritual. (Mat. 21:43; Gál. 6:16) Mas que dizer de membros individuais do Israel natural? Eles podem se beneficiar do perdão e da misericórdia de Jeová por exercerem fé em Deus e no sacrifício de Jesus Cristo. Essa oportunidade também será estendida a pessoas que morrerem sem se arrependerem de seus pecados, mas que serão ressuscitadas na Terra purificada. — João 5:28, 29; Atos 24:15. w12 15/11 4:16”

19

Mateus 24:9_“Sereis pessoas odiadas por todas as nações, por causa do meu nome.”

“Desde que entramos nos últimos dias deste sistema, em 1914, esse ódio ficou especialmente intenso. Ao longo das décadas, em muitas partes do mundo, houve proscrições e restrições à pregação e às publicações bíblicas das Testemunhas de Jeová. Essas restrições ainda existem em alguns países. No entanto, por mais que as nações tentem, nunca conseguirão destruir a adoração verdadeira. O poderoso braço de Jeová sempre estará com seu povo. (Deut. 11:2) Se nos apegarmos a Jeová e permanecermos firmes na verdade, ele e seu Filho, Jesus Cristo, farão a sua parte, e Deus não permitirá que ninguém ‘nos arrebate de Sua mão’. (João 10:28, 29) Jeová está sempre pronto para dar qualquer ajuda necessária a fim de que possamos obedecê-lo como Soberano Universal e permanecer como súditos leais do Reino messiânico. w13 15/2 3:11-13”

20

Mateus 24:13_“Quem tiver perseverado até o fim é o que será salvo.”

“Para sermos preservados quando Deus executar o julgamento contra o mundo de Satanás, temos de ser íntegros até o fim. Mas isso não significa que Jeová espera que perseveremos à base de nossa própria sabedoria ou força. A Bíblia nos garante: “Deus é fiel, e ele não deixará que sejais tentados além daquilo que podeis aguentar, mas, junto com a tentação, ele proverá também a saída, a fim de que a possais aguentar.” (1 Cor. 10:13) O que significam essas palavras? Para que Jeová não permita que sejamos individualmente tentados além do que podemos suportar, ele precisa saber tudo a nosso respeito, incluindo os nossos desafios, a nossa constituição e exatamente quanto podemos aguentar. Será que Deus realmente nos conhece tão bem? Sim. As Escrituras revelam que Jeová conhece a fundo cada um de nós. — Sal. 139:1-6. w12 15/4 5:1, 2
Leitura da Bíblia para a Comemoração: (Eventos durante o dia: 14 de nisã) João 19:1-42”

21

Mateus 24:14_“Estas boas novas do reino serão pregadas em toda a terra habitada.”

“Atualmente existem no mundo umas 109.400 congregações, e cerca de 895.800 irmãos e irmãs servem como pioneiros. Hoje, cerca de 8 milhões de pessoas aceitam “o verdadeiro conhecimento”, pondo em prática o que aprendem. (Dan. 12:4; Isa. 60:22) Isso é muito notável, tendo em vista que Jesus predisse que seus discípulos seriam “pessoas odiadas por todos” por causa de Seu nome. Ele acrescentou que seus seguidores seriam perseguidos, presos e até mesmo mortos. (Luc. 21:12-17) Apesar da oposição de Satanás, de seus demônios e de humanos opositores, os servos de Jeová têm tido sucesso fenomenal no cumprimento de sua missão de fazer discípulos. Eles pregam “em toda a terra habitada” — das florestas tropicais às gélidas tundras, em montanhas, desertos, cidades e nas mais remotas áreas rurais. Isso jamais poderia ser realizado sem apoio divino. w12 15/8 1:13”

22

Mateus 24:14_“Estas boas novas do reino serão pregadas.”

“Jeová pretendia que os descendentes de Adão e Eva povoassem a Terra. Quando Satanás seduziu Eva e daí Adão desobedeceu a Deus, Jeová não desistiu de seu propósito. Ele não entrou em pânico nem se precipitou, desistindo da família humana. Em vez disso, achou uma maneira de realizar o que pretendia para os humanos e para o planeta Terra. (Isa. 55:11) Jeová tem exercido muito autocontrole e paciência, até mesmo esperando milhares de anos para que certos aspectos de seu propósito se realizassem da melhor maneira possível. Também a espera paciente de Jeová é para que mais pessoas ganhem a vida eterna. Já agora, ele faz preparativos para salvar “uma grande multidão”. (Rev. 7:9, 14; 14:6) Por meio de nossa obra de pregação, Jeová dá às pessoas oportunidade de ganhar a vida. A mensagem do Reino é a melhor notícia que a humanidade poderia ter — de fato, são “boas novas”. w12 15/9 3:4, 5
Leitura da Bíblia para a Comemoração: (Eventos durante o dia: 11 de nisã) Lucas 21:1-36”

23

Mateus 24:15,16_“Quando avistardes a coisa repugnante que causa desolação, . . . comecem a fugir para os montes.”

“Os cristãos que fugiram para os montes, acatando as instruções de Jesus, salvaram a vida. Viram em primeira mão que Jeová sabe livrar seu povo. Que lição aprendemos desse relato? Com o desenrolar dos eventos durante a grande tribulação, será necessário que os cristãos acatem as instruções da Bíblia e da organização de Deus. Por exemplo, a ordem de Jesus de ‘começar a fugir para os montes’ tem uma aplicação moderna. Exatamente como será a nossa fuga, resta ver. Mas podemos ter certeza de que Jeová tornará claro o significado dessas instruções quando chegar o momento de acatá-las. Visto que o livramento dependerá da obediência, é bom nos perguntar: ‘Como reajo às instruções que Jeová dá ao seu povo agora? Acato prontamente ou hesito em obedecer?’ — Tia. 3:17. w12 15/4 4:13, 15, 16”

24

Mateus 24:39_“Não fizeram caso, até que veio o dilúvio e os varreu a todos.”

“A maioria das pessoas hoje não fazem caso dos alertas que os servos de Deus proclamam. Muitas até mesmo zombam da ideia de Deus intervir nos assuntos humanos — como fizeram as pessoas nos dias de Noé. (2 Ped. 3:3-7) Mas como Noé usou o seu tempo naquele ambiente hostil? Após ter sido informado das intenções de Deus e receber sua missão, Noé construiu uma arca para a sobrevivência de pessoas e animais. (Gên. 6:13, 14, 22) Além disso, ele proclamou a iminente execução do julgamento de Jeová. O apóstolo Pedro o chama de “pregador da justiça”, o que indica que Noé se empenhou em ajudar seus semelhantes a ver a gravidade da situação. (2 Ped. 2:5) Acha que teria sido razoável Noé e sua família se concentrarem em abrir um negócio, progredir entre seus contemporâneos ou criar um confortável estilo de vida? Obviamente não! Sabendo o que estava para acontecer, eles evitaram tais desvios de objetivo. w12 15/6 3:3, 4”

25

Mateus 25:16_“[Ele] foi imediatamente e negociou com eles, e ganhou outros cinco”

“Embora os ungidos havia décadas achassem que 1914 seria um ano marcado, eles não entendiam bem o que aconteceria. Certo irmão disse mais tarde: “Alguns de nós pensávamos seriamente que iríamos para o céu durante a primeira semana daquele mês de outubro [1914].” Imagine como poderia ter sido desanimador esperar por um fim que não viesse! Além disso, os irmãos sofreram oposição relacionada com a Primeira Guerra Mundial. Instalou-se um período de relativa inatividade, comparável ao sono. Mas, em 1919, houve uma chamada para acordar! Jesus havia chegado ao templo espiritual de Deus, iniciando um período de inspeção. Alguns, porém, foram reprovados nessa inspeção, perdendo assim seu privilégio de continuar a cuidar dos ‘negócios’ do Rei. A maioria dos ungidos, porém, mostrou lealdade inabalável e forte desejo de servir ao Amo mesmo nos difíceis anos de guerra. w12 15/9 4:11, 12”

26

Mateus 26:21_“Eu vos digo: Um de vós me trairá.”

“Na noite da sua última Páscoa, Jesus anunciou a Pedro, Tiago e João no jardim de Getsêmani: “Eis que se tem aproximado aquele que me trai.” Logo em seguida, Judas apareceu no jardim com os outros conspiradores “e, dirigindo-se diretamente a Jesus, disse: ‘Bom dia, Rabi!’ e beijou-o mui ternamente”. (Mat. 26:46-50; Luc. 22:47, 52) Judas ‘traiu sangue justo’ e entregou Jesus aos seus inimigos. E em troca de que o ganancioso Judas fez isso? Por meras 30 moedas de prata! (Mat. 27:3-5) Desde então o nome Judas é sinônimo de “traidor”, em especial para quem trai fingindo ser amigo. Judas teve um fim vergonhoso por ter traído o ungido de Jeová. (Atos 1:18-20) Como é importante rejeitarmos qualquer possível tendência para a cega ambição ou ganância, que resultaria na perda do favor de Jeová! w12 15/4 2:6, 7”

27

Mateus 28:18_“Foi-me dada toda a autoridade.”

“Os humanos perfeitos, Adão e Eva, eram parte da pacífica e harmoniosa família universal de Jeová. Eles podiam se comunicar com ele pessoalmente, adorá-lo e ser abençoados por ele. Essa relação harmoniosa foi interrompida quando os humanos, influenciados por Satanás, rebelaram-se contra a soberania de Jeová. Desde 1914, porém, o Reino messiânico tem dado passos progressivos para restaurar essa união e harmonia. (Efé. 1:9, 10) No Reinado Milenar, coisas maravilhosas atualmente “não vistas” se tornarão realidade. (2 Cor. 4:18) Daí virá “o fim”, isto é, o fim do Reinado Milenar de Cristo. (1 Cor. 15:24) O que acontecerá a seguir? Embora tenha recebido “toda a autoridade no céu e na terra”, Jesus não é ambicioso. Ele não pretende usurpar o lugar de Jeová. Humildemente, ‘entregará o reino ao seu Deus e Pai’. Usará sua posição e autoridade sem igual “para a glória de Deus”. — Fil. 2:9-11. w12 15/9 2:17, 18”

28

Mateus 28:19_“Ide, portanto, e fazei discípulos de pessoas de todas as nações.”

“Alguns cidadãos de governos humanos buscam publicamente, até mesmo de casa em casa, apoio para um partido político. Em escala muito maior, os cidadãos do Reino apoiam com vigor o Reino de Deus, tanto nas ruas como de casa em casa. De fato, A Sentinela, que anuncia o Reino de Jeová, é hoje a revista de maior circulação na Terra. Um de nossos maiores privilégios é falar a outros sobre o Reino de Deus. Você participa zelosamente na pregação? Em breve o Reino de Deus será o único governo na Terra. Ele supervisionará todos os aspectos da vida cotidiana, não apenas espirituais, mas também civis. Você será um bom cidadão do Reino de Deus naquele tempo? Agora é o tempo de provar que sim. Em todas as decisões que você tomar, faça tudo para a glória de Jeová, provando assim que está procedendo como bom cidadão do Reino de Deus. — 1 Cor. 10:31. w12 15/8 2:15, 16”

29

Mateus 28:19,20_“Fazei discípulos de pessoas de todas as nações . . . E eis que estou convosco todos os dias, até à terminação do sistema de coisas.”

“Imagine-se no Paraíso. Toda manhã, você acorda bem disposto, ansioso de começar um novo dia. Você não sente dores. Qualquer doença que tenha tido é coisa do passado. Todos os seus sentidos — visão, audição, olfato, tato e paladar — funcionam perfeitamente. Você tem muita energia, trabalho agradável, muitos amigos e nenhuma preocupação. Essas são as bênçãos que você poderá ter sob o Reino de Deus. Cristo Jesus, o Rei designado, abençoará seus súditos e os ensinará no conhecimento de Jeová Deus. Jeová estará com seus servos leais ao realizarem essa futura obra educativa global. Deus e seu Filho estão com os fiéis há séculos. Antes de subir ao céu, Jesus garantiu a seus discípulos leais que estaria com eles. w12 15/8 1:1, 2”

30

Mateus 11:29_“Sou de temperamento brando e humilde de coração.”

“As pessoas comuns se beneficiavam da humildade de Jesus por meio de sua ajuda, seus ensinos e seu encorajamento. Na realidade, todos os humanos que se qualificarem receberão os benefícios de longo prazo do sacrifício de resgate de Jesus. Que dizer de Jesus? Será que sua humildade o beneficiou? Sim, pois ele disse a seus discípulos: “Quem se humilhar, será enaltecido.” (Mat. 23:12) Foi isso que aconteceu com ele. Paulo diz que Deus “enalteceu [Jesus] a uma posição superior e lhe deu bondosamente o nome que está acima de todo outro nome, a fim de que, no nome de Jesus, se dobre todo joelho dos no céu, e dos na terra, e dos debaixo do chão, e toda língua reconheça abertamente que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus, o Pai”. Por causa da humildade e fidelidade que seu Filho Jesus demonstrou na Terra, Jeová Deus o enalteceu dando-lhe autoridade sobre criaturas no céu e na Terra. — Fil. 2:9-11. w12 15/11 2:12, 14, 15”