66 - Acidose e Alcalose Flashcards Preview

N > 66 - Acidose e Alcalose > Flashcards

Flashcards in 66 - Acidose e Alcalose Deck (143)
Loading flashcards...
121

A penicilina e carbenicilina estimulam a secreção distal de H+ e K+. V/F?

V

Anioes nao absorviveis

122

A sindrome de Liddle resulta de uma diminuição da actividade do ENaC, sendo uma forma monogenica rara de HTA. V/F?

Falso

AUMENTO da actividade do ENaC
Aldosterona Normal; Hipervolemia; Alcalose hipocalemca

123

A alcalose metabólica provoca alterações no SNC e periférico semelhantes à hipocaliemia. V/F?

Falso

Hipocalcemia

124

O tratamento da alcalose metabólica é dirigido essencialmente a corrigir o estimulo subjacente à geração de HCO3-. V/F?

V

2º passo tratamento - remoção dos factores que mantêm o aumento inapropriado de HCO3- (hipocaliemia e solução isotonica)

125

A hipercapnia permissiva tem sido usada com menor frequencia devido a maior mortalidade comparativamente com a ventilação convencional. V/F?

Falso

A hipercapnia permissiva tem sido usada com MAIOR frequencia devido a MENOR mortalidade comparativamente com a ventilação convencional.

126

Deve ser evitada uma correção rápida da hipercapnia crónica. V/F?

V

Diminuição da PaCO2 pode ter as mesmas complicações que alcalose respiratória aguda (arritmias, redução da perfusão cerebral e convulsões)

127

Na acidose respiratória crónica, a administração de O2 deve ser titulada cuidadosamente em doentes com retenção crónica de CO2 que ventilam espontaneamente. V/F?

V

Quando usado imprudentemente pode haver progressão da acidose

128

Os efeitos da alcalose respiratória dependem da gravidade e taxa de instalçao mas sao sobretudo os da doença subjacente. V/F?

Falso

Os efeitos da alcalose respiratória dependem da gravidade e taxa de instalçao mas sao sobretudo os da doença subjacente.

129

A alcalose respiratória desvia a curva de dissociação da Hb para a direita. V/F?

Falso

Para a esquerda

130

A alcalose respiratória é incomum na ventilação mecânica. V/F?

Falso

COMUM

131

Os antidepressivos e sedativos não estão recomendados na alcalose respiratória. V/F?

V

132

A partir de que valores do ácido isopropílico é que há perigo de vida?

Valores superiores a 400 mg/dL

133

V/F

ISquemia intestinal nao reconhecida e falência cardíaca recebendo vasopressores são causas incomuns de cidose lática

F

SAÔ COMUNS

134

V/F

A acidémia que ocorre om o ácido piroglutâmico deve-se À deepleção da glutationa.

V

135

V/F

A primeira abordagem perante uma acidose metabólica é tratar a causa de base.

V

136

V/F

de um modo geral, a instituição de NaHCO3 num doente com acidose lática de modo a restaurar o ph e concentração de HCO3 é um procedimento deletérico

V

137

V/F

A insulina previne a síntese de cetonas

V

é por esta razãoque a terapeutica com bicarbonato RARAMENTE é necessária. a não ser no contexzto de acidose grave (pH <7,1)

138

V/F

A acetosolamida pode levar à acidose metabólica caso não seja reposto o HCO3.

V

139

V/F

No contexto da intoxicação po etilenoglicol, a administração de Tiamina e piridoxina são essenciais para impedir a formação de novos metabolitos tóxicos.

F

são usados para aumentar a METABOLIZAÇÃO DOS METABOLITOS.

o que se usa para impedir a formaçao dos metabolitos: fomepizole e etanol (ambos inibem a alcool desidrogenase)

140

V/F

no trtamento da acidose metabolica da IR, o citrato de sodio e o bicarbonato de sodio apresentam eficácia semelhante como sais alcalinizantes.

V

141

V/F

Os salicilatos são a causa medicamentosa mais frequente de alcalose resiratoria por estimulaçao direta dos quimiorecetores medulares.

V

142

V/F

O tratamento da alcalose respiratoria é principalmente dirigida ao tratamento da causa subjacente

V

143

V/F

na alcalose respiratoria, pode ser necessário excluir TEP, doença coronária e hipertiroidismo.

V.