Prova de Título 6 Flashcards Preview

Mão > Prova de Título 6 > Flashcards

Flashcards in Prova de Título 6 Deck (29)
Loading flashcards...
1

Sobre a artrite psoriática, qual classificação? Qual a lesão típica? Qual deformidade da mão?

Espondiloartropatia soronegativa (Reiter e EA).
Osteólise da falange distal.
Mão em telescópio.

2

Sindrome CREST da Esclerodermia (fibrose)

Calcinose
Raynauld
Esofagica disfunção
eSclerodactilia
Telangectasia

3

Quando indica tenossinovectomia na AR?

4-6 meses sem resposta clínica ao tratamento medicamentoso

4

Tendão flexor mais comum de ruptura na AR?

Flexor longo do polegar.

5

Lesão de Mannerfelt

Causada ruptura pelo osteófito do escafóide.

6

Lesão tendinosa mais comum da AR?

Extensor longo do polegar.
Trasferencia com Ext. próprio do indicador ou ERLC

7

Lesão de extensor do dedo mais comum AR?

5°.

8

Ruptura de 3 ou mais tendões extensores, qual a técnica?

Necessita de tendão de musculatura forte.
BOYES (flexores superficiais dos dedos = lesão do radial)

9

Onde começa a sinovite da AR?

estilóide e cabeça ulnar / porção média do escafóide.

10

Síndrome do CAPUT ULNAR

Proeminência da ulna distal, supinação do carpo, subluxação volar do EUC.

11

Deformidade do punho após caput ulnar?

envolvimento do ligamento radioescafocapitato + ligamento intercarpal = instabilidade do escafóide (flete volar) / supinação do carpo.
desbalanço de tendões extensores
desvio ulnar dos metacarpos
desvio radial dos dedos

12

Qual o procedimento de escolha para deformidades ulno e radiocarpais?

excisão da ulna distal + reconstrução ARUD
sauvé kapandji = jovens com acometimento ARUD.

13

Sobre a deformidade em pescoço de cisne, qual a característica de cada tipo?

Tipo 1 (flexão IFP completa - IFD dedo em martelo/ IFP ruptura do flexor superficial e placa volar frouxa)
Tipo 2 (contratura dos intrínsecos - flexão IFP diminuida pela extensão da MTC-F)
Tipo 3 (limitação em todas as posições - pele, extensores e ligamentos colaterais).
Tipo 4 (IFP rígidas + destruição articular = artrodese (2° dedo, necessidade de artroplastia MCF, botoeira).

14

Contraindicação para artroplastia IFP?

flexão > 50° e infecção.

15

Sobre a deformidade em dedo em botoeira, qual a característica de cada tipo?

Tipo 1 (leve - extensão total passiva IFP = tenotomia do extensor terminal)
Tipo 2 (moderada - flexão IFP = 30-40° + hiperextensão MCF = reconstrução aparelho extensor)
Tipo 3 (grave- flexão fixa IFP -alterações articulares - artrodedse ou artroplastia).

16

Defomidades do polegar (NALEBUFF)

I) Deformidade em botoeira => Mais comum
II) Flexão da MCF + Hiperextensão IF + Luxação Carpo-MTC
III) Deformidade em Pescoço de Cisne
IV) Desvio radial da MCF + Adução 1º MTC (distensão colateral ulnar) - GAMEKEEPER
* V) Hiperextensão MCF + Flexão IF => Distensão placa volar
VI) Destruição articular + colapso => Associação Artrite Mutilante

17

Características da lesão em botoeira do polegar

Flexão MCF + Extensão IFP
Extensor longo polegar - volar e ulnar

18

Qual o procedimento de NALEBUFF para correção da botoeira do polegar?

ELP realinhado com cápsula dorsal.

19

Características da lesão pescoço de cisne do polegar

Hiperextensão MCF + Flexão IF + Adução MTC
Resulta das alterações na CARPO-MTC
Fáscia do adutor e 1º interósseo dorsal contraturada => Adução

20

Tratamento cirúrgico da lesão pescoço de cisne do polegar

Estágio I: Sem envolvimento MC-FAL. => Artroplastia Resseccional + Interposição tendão
Estágio II: MC-FAL redutível passivamente => Artroplastia resseccional + Tenodese volar na MC-FAL
Estágio III: Luxação completa da Carpo-MTC e contratura adução => Artroplastia Ressecção C-MC e artrodese da MC-FAL

21

Características da lesão GAMEKEEPER do polegar (tipo IV Nalebuff)

Desvio radial da MC-FAL + Adução MC
Distensão do colateral ulnar => Instabilidade
(reconstrução/ artrodese)

22

Achado clínico de HEAL para aprisionamento do FP no quiasma de camper

não consegue fletir IFD se IFP fletida passivamente

23

Diagnóstico laboratorial de GOTA

Cristais birrefringentes negativos na luz polarizada de monossodio de urato.

24

Sd. Meretoja da Amiloidose

Defeito enzimatico primário (RARO).
deposição de B2-microglobulina (IR = diálise)
lesões císticas nos ossos do carpo

25

Locais mais comuns do dedo em gatilho

Polegar, 4, 3, 5, 2

26

Classificação de GREEN para dedo em gatilho

1) pré-gatilho = dor, sem gatilho no EF
2) ativo = extende dedo passivamente
3) passivo = A= extensão passiva / B = Não FLETE
4)Contratura = contratura em flexão IFP

27

Quanto tempo após corticóide para operar dedo em gatilho?

6 semanas (inibição da cicatrização)

28

Dedo em gatilho congênito - características

alteração maior no tendão que na polia
nodulo de notta (tendão)
cirurgia antes dos 5 anos (evitar deformidades).

29

Síndrome de VAUGHN-JACKSON

Ruptura de tendões extensores começando pelo dedo mínimo (anelar, médio)...