Grandes Síndromes Bacterianas Flashcards Preview

Clínica Médica > Grandes Síndromes Bacterianas > Flashcards

Flashcards in Grandes Síndromes Bacterianas Deck (107):
1

 

Qual a alteração patogênica inicial que permite os eventos subsequentes na gênese da Endocardite bacteriana?

 

LESÃO no ENDOCÁRDIO

A image thumb
2

 

Cite 3 fatores que predispõem à lesão endocárdica e endocardite

Qual o principal?

 

  • Uso de drogas INTRAVENOSAS
  • Próteses valvares → O PRINCIPAL
  • Caridopatia estrutural → prolapso de valva mitral

A image thumb
3

 

Quais as fases da patogenia da endocardite bacteriana?

 

1) LESÃO Endocárdica

2) Formação de TROMBOS

(Endocardite Trombótica Não Bacteriana)

3) Bacteremia

ENDOCARDITE BACTERIANA

4

 

Quais os principais agentes da endocardite que acometem uma valva nativa?

 

  • Staphylococcus → O PRINCIPAL
  • Streptococcus 
  • Enterococcus

5

 

Qual a valva mais acometida na endocardite?

 

MITRAL

A image thumb
6

 

Qual a ordem de acometimento das outras valvas na endocardite?

 

2) Aórtica

3) Mitro-Aórtica

4) Válvulas à direita

7

 

Qual a válvula mais acometida por endocardite em usuário de droga IV?

 

TRICÚSPIDE

A image thumb
8

 

Quais as bactérias associadas comum quadro subagudo (insidioso) de endocardite?

 

  • Streptococcus viridans → O MAIS COMUM
  • Enterococcus faecalis → 2º
  • Streptococcus gallolyticus ou bovis

 

A image thumb
9

 

Quala a bactéria mais envolvida em um quadro AGUDO (toxemiante) de endocardite?

Em quem é mais comum?

 

Staphylococcus aureus

Mais comum em usuários de droga IV

A image thumb
10

 

Quais as peculiaridades da endocardite em usuário de droga IV?

 

  • Mais em valva TRICÚSPIDE
  • Maioria SEM SOPROS
  • Possibilidade de MRSA

11

 

Qual o ∆t usado para raciocínio nas valvas protéticas?

 

2 MESES

1 ANO

12

 

Quais as bactérias mais envolvidas na endocardite de valva protética com < 2 meses de cx?

 

GERMES HOSPITALARES

  • Staphylococcus coagulase negativo
  • Staphylococcus aureus

Possuem MAIOR TAXA DE RESISTÊNCIA

13

 

Quais as bactérias mais envolvidas na endocardite de valva protética com > 1 ano de cx?

 

IGUAIS À ENDOCARDITE DE VALVA NATIVA

  • Streptococcus viridans
  • Enterococcus faecalis
  • Streptococcus gallolyticus
  • Staphylococcus aureus

14

 

Quais as bactérias mais envolvidas na endocardite de valva protética com > 2 meses e

 

MISTURA DE GERMES HOSPITALARES E GERMES DE VALVA NATIVA

15

 

Hemocultura na pesquisa de endocardite veio positiva para Streptococcus gallolyticus

O QUE FAZER?

 

INVESTIGAR PATOLOGIA ESTRUTURAL INTESITAL

Solicitar COLONOSCOPIA

Associado a neoplasia colorretal, pólipos, DIIs

16

 

Outros 2 grupos de germes envovlidos em endocardie de curso subagudo?

 

Grupo HACEK

Fungos

17

 

Qual o sinal/sintoma mais frequente na endocardite?

 

FEBRE

Presente em 90% dos casos

A image thumb
18

 

Como posso estabelecer o diagnóstico de endocardite pelos critérios de Duke?

(quantos devo preencher?)

 

2 MAIORES ou

1 MAIOR + 3 menores ou

5 menores

19

 

Quais são os critérios maiores de Duke?

 

1) HEMOCULTURA

  • Agentes típicos em 2 amostras colhidas em momentos e sítios diferentes
  • Hemoculturas persistentemtne positivas
  • Coxiella burnetti: 1 HMC ou sorolgia

2) ECOCARDIOGRAMA

  • Vegetação
  • Abscesso
  • Deiscência de cordoalha
  • Nova regurgitação valvar

A image thumb
20

 

Quais os critérios menores de Duke?

(não especificar os fenômenos)

 

OS 5 Fs

1) Fator de risco: predisposição/drogas IV

2) Febre ≥ 38ºC

3) Fenômenos Vasculares

4) Fenômenos Imunológicos

5) Faltou uma: HMC que não preenche critério maior

21

 

Quais são os fenômenos vasculares dos critérios de Duke?

 

  • Embolia arterial
  • Embolia pulmonar séptica
  • Aneurisma micótico (embolia dos vasa vasorum)
  • Hemorragia intracraniana
  • Petéquias conjuntivais
  • Manchas de Janeway

A image thumb
22

 

Quais são os fenômenos imunológicos dos critérios de Duke?

 

  • Manchas de Roth
  • Fator reumatóide (+)
  • GNDA → síndrome nefrítica
  • Nódulos de Osler

A image thumb
23

 

Qual é o tratamento da endocardite bacteriana de VALVA NATIVA?

Quais germes são cobertos por cada ATB?

 

PENICILINA → Streptococcus 

OXACILINA → Staphylococcus

GENTAMICINA → Enterococcus

INTRAVENOSO POR 4 - 6 SEMANAS

24

 

Qual é o tratamento da endocardite bacteriana em USUÁRIO DE DROGA IV?

Quais germes são cobertos por cada ATB?

 

VANCOMICINA → StreptococcusStaphylococcus potencialmente resistentes

GENTAMICINA → Enterococcus

INTRAVENOSO POR 4 - 6 SEMANAS​

25

 

Qual é o tratamento da endocardite bacteriana em VALVA PROTÉTICA?

Quais germes são cobertos por cada ATB?

Quanto tempo?

 

PARA VÁLVULAS INSERIDAS HÁ < 1 ANO!!

  • VANCOMICINA → Staphylococcus epidermidis (coagulase neg) e Staphylococcus aureus 
  • GENTAMICINA → Enterococcus faecalis
  • RIFAMPICINA → ação sinérgica no meta

VIA INTRAVENOSA POR 4 - 6 SEMANAS

ATENÇÃO: Para as válvulas implantadas há mais de 1 ano, o tratamento é igual endocarite de valva nativa

26

 

O que devo ter para indicar profilaxia para endocardite bacteriana?

(no geral, sem especificar)

 

PROCEDIMENTO DE RISCO

+

PACIENTE DE RISCO

27

 

Quais são os procedimentos considerados de risco para endocardite bacteriana?

(fazem bacteremia importante)

 

  • Procedimentos em gengiva
  • Procedimentos dentais em região periapical (ex. extração)
  • Procedimento com perfuração de mucosa oral ou respiratória

28

 

Que pacientes de risco para endocardite bacteriana?

 

  • Prótese valvar
  • Endocardite prévia
  • Cardiopatia cianótica não reparada
  • Reparo parcial de cardiopatia congênita
  • < 6 meses após reparo completo de cardiopatia congênita
  • Transplantados cardíacos que desenvolveram valvopatias

 

29

 

Como é feita a profilaxia ATB da endocardite bacteriana?

 

AMOXICILINA 2g VO 1h antes do procedimento

30

 

Profilaxia da Endocardite Bacteriana em paciente incapaz de ingesta oral?

 

  • Ampicilina 2g
  • Cefazolina
  • Ceftriaxona

31

 

Profilaxia da Endocardite Bacteriana em paciente alérgico a beta-lactâmicos?

 

  • Clincamicina (VO, IM ou IV)
  • Azitromicina ou Claritromicina VO

32

 

Qual a principal causa de óbito na endocardite bacteriana?

 

ICC por lesão valvar!

33

 

Quando indicar CIRURGIA VALVAR na Endocardite Bacteriana?

 

  • ICC com disfunção mitral/aórtica
  • Endocardite em prótese instável
  • Endocardite fúngica ou agente resistente
  • Manutenção da febre ou bacteremia por > 5 a 7 dias
  • Vegetações móveis > 10mm

OBS: Geralmente é uma valvoPLASTIA e não ua substituição

34

 

Qual o principal agente envolvido em TODOS os tipos de ITU?

 

Escherichia coli

A image thumb
35

 

Como definir bacteriúria assintomática?

 

Pacientes assintomáticos com URINOCULTURA mostrando:

  • ≥ 10UFC/mL → urina jato médio
  • ≥ 102 UFC/mL → cateterização vesical

36

 

Quando tratar bacteriúria assintomática?

 

  • GESTANTES
  • Pacientes que irão realizar procedimentos urológicos invasivos

HARRISON - pode haver benefício em:

  • Transplantados renais
  • Neutropênicos

37

 

Qual a característica IMPORTANTE da cistite, além dos sintomas irritativos, que a diferencia de pielonefrite?

 

AUSÊNCIA DE FEBRE / sintomas sistêmicos

38

 

Qual a primeira escolha terapêutica para CISTITE segundo o MINISTÉRIO DA SAÚDE?

 

 

FOSFOMICINA 3g dose única

A image thumb
39

 

Qual a segunda escolha terapêutica para CISTITE segundo o MINISTÉRIO DA SAÚDE?

(quanto tempo?)

 

 

QUINOLONA (ciprofloxacino / norfloxacino)

por 3 dias

 

A image thumb
40

 

Quando prolongar tratamento da cistite?

por quanto tempo?

 

  • Cistite recorrente
  • Cistite em homens

Tratar durante 7 dias

41

 

Quando tratar candidúria assintomática?

Q image thumb

 

COMUM em pacientes com SVD, especilamente nos diabéticos, tratados com ATB amplos, internados em CTI

Geralmente, recomenda-se NÃO TRATAR, exceto:

  • Neutropênicos
  • Instabilidade clínica
  • Manipulação urológica
  • RN com baixo peso 

42

 

Como tratar candidúria?

 

Fluconazol 200 - 400mg por 14 dias

A image thumb
43

 

Urina de coloração roxa

Pensar em...

Q image thumb

 

Infecção urinária por gram-negativos

Proteus, Providencia, Klebsiella

44

 

O que é uma pielonefrite NÃO COMPLICADA?

 

Pielonefrite em indivíduo com trato urinário NORMAL (anatômica e neurologicamente)

45

 

O que define uma pielonefrite COMPLICADA?

 

Pielonefrite em pacientes com:

  • Catéter urinário
  • Cálculo urinário
  • Outras anormalidades estruturais/funcionais do trato urinário
  • Complicações → abscesso, pielonefrite enfisematosa, necrose de papila...

ALGUMAS REFERÊNCIAS

  • Do sexo masculino
  • Gestantes
  • Crianças
  • Hospitalizados

 

46

 

Qual o sexo mais acometido por pielonefrite?

Em toda faixa etária?

 

SEXO FEMININO entre 1-50 anos

PERÍODO NEONATAL: Meninos tem mais

> 50 anos: igual entre os sexos

47

 

Fatores de risco para ITU

 

  • História de ITU prévia
  • Sexo feminino, atividade sexual, menopausa, uso de diafragma com espermicida
  • Anormalidades funcionais ou anatômicas do trato urinário
  • Instrumentação urinária
  • DM e imunossupressão
  • Gravidez

48

 

Qual a principal via de contaminação renal

 

Via ascendente, a partir da uretra

49

 

Que germe é o mais comum na pielonefrite complicada?

Pensar em mais algum outro?

 

Escherichia coli → É SEMPRE A MAIS COMUM

OUTROS IMPORTANTES

  • Pseudomonas aeruginosa
  • Enterobacter spp.
  • Enterobacteriaciae
  • Fungos

50

 

Que sintoma é muito importante na pielonefrite e a diferencia da cisitite?

 

FEBRE e outros sinais de acometimento sistêmico

51

 

Suspeita de pielonefrite → que exames são OBRIGATÓRIOS?

 

  • Análise de urina com bacterioscopia por gram
  • Pesquisa de piúria
  • Cultura de urina + TSA
  • Hemocultura + TSA

52

 

Que achado no EAS deve estar presente na pielonefrite?

 

PIÚRIA!

53

 

Quando solicitar exame de imagem na pielonefrite?

Qual exame?

 

TC DE VIAS URINÁRIAS

  • Dúvida diagnóstica
  • Falha do tratamento
  • Suspeita de abscesso ou obstrução

54

 

Se optar por tratamento ambulatorial da pielonefrite → que ATB escolher?

 

  • LEVOFLOXACINO 500 - 750 mg 1x/dia
  • CIPROFLOXACINO 500mg 2x ou 1000mg XR 1x

55

 

Se optar por tratamento parenteral da pielonefrite NÃO COMPLICADA → que ATB?

 

  • Ceftriaxone 1g 1x/dia
  • Ciprofloxacino 400mg 2x/dia
  • Levofloxacino 750 mg 1x/dia

56

 

Qual o tratamento da pielonefrite complicada?

 

HOSPITALAR

  • Piperacilina + Tazobactam 3,375g 6/6h
  • Cefepime 1g 12/12h
  • Meropenem 1g 8/8h
  • Imipenem 500mg 6/6h

57

 

Que drogas devemos evitar para o tratamento de ITU na gestante?

 

QUINOLONAS e SULFONAMIDAS

58

 

Suspeita forte de Endocardite, mas hemoculturas persistetemente negativar → PENSAR EM...

 

  • Microorganismos do grupo HACEK
  • Fungos
  • Microorganismos menos virulentos

59

 

Bacteremia documentada por Staphylococcus aureus

QUE EXAME SOLICITAR?

 

ECOCARDIOGRAMA TRANSESOFÁGICO

Pode fazer endocardite MESMO SEM LESÃO ENDOTELIAL PRÉVIA

A image thumb
60

 

Quais os achados deste exame?

No que pensamos?

Q image thumb

 

  • Nefrograma estriado
  • Espessamento da fáscia de Gerota
  • Aumento do volume do rim E

 

PIELONEFRITE

61

 

Causas de necrose de papila?

 

  • Pielonefrite grave
  • Anemia falciforme
  • Uso abusivo de AINEs
  • DM
  • Etilismo
  • Doença vascular obstrutiva

62

 

Que doença está associada a necrose de papila e à pielonefrite enfisematosa?

 

DIABETES MELLITUS

63

 

Quando indicada profilaxia contínua para ITU?

Que esquema?

 

ITU de repetição (> 2 episódios ao ano) ou fatores predisponentes (ex. cálculo)

  • Nitrofuratoína 100mg/dia
  • SMX-TMP 400+80mg/dia
  • Norfloxacino 400mg/dia

64

 

O que é isto?

Como é a dor?

Que local histológico está acometido?

Q image thumb

 

ERISIPELA

Dor mais intensa

Derme superficial

65

 

Qual o germe mais envolvido?

Qual o tratamento?

Q image thumb

 

Streptococcus pyogenes

 

PENICILINA G CRISTALINA

66

 

O que é isto?

Como é a dor?

Que local histológico está acometido?

Q image thumb

 

CELULITE

Dor moderada

Tecido celular subcutâneo

67

 

Que germes envolvidos?

Qual o tratamento?

Q image thumb

 

Staphylococcus aureus

Streptococcus pyogenes

Tto: OXACILINA ou CEFALOSPORINA 1ª (Cefalexina, cefazolina)

68

 

O que é isso?

Que germes cobrir?

Qual tratamento?

Q image thumb

 

Celulite em PÉ DIABÉTICO

Cobrir também gram negativo e anaeróbios

Opções: Amoxicilina + Clavulanato

Ciprofloxacina + Clindamicina

69

 

O que é isso?

Que germes mais envolvidos?

Tratamento?

Q image thumb

 

IMPETIGO CROTOSO

Staphylococcus aureus >> Streptococcus pyogenes

Poucas lesões: Mupirocina ou Retapamulim

70

 

O que é isso?

Que germe?

Tratamento?

Q image thumb

 

IMPETIGO CROSTOSO DISSEMINADO

Os mesmos: S. aureus e S. pyogenes

Muitas lesões: CEFALEXINA 10 dias

71

 

O que é isso?

Que germe?

Tratamento?

Q image thumb

 

IMPETIGO BOLHOSO

Mais S. aureus

Cefalexina

72

 

Qual a principal complicação desta condição?

Q image thumb

 

GLOMERULONEFRITE PÓS ESTREPTOCÓCICA

73

 

O que é isso?

Que germe e subtipo?

Qual o mecanismo?

Q image thumb

 

Síndrome da pele escaldada estafilocócica

Staphylococcus aureus fagotipo II → produção de toxinas esfoliativas

74

 

Onde está a infecção na síndrome da pele escaldada?

 

NÃO ESTÁ NA PELE → sofre efeito da toxina produzda à distância

Geralmente na faringe ou conjuntiva

75

 

Qual o tratamento?

Q image thumb

 

Curativos + cuidados para prevenção de infecção secundária

ERRADICAR A COLONIZAÇÃO POR S. AUREUS: OXACILINA + Clindamicina (para neutralizar as toxinas)

76

 

Qual importante diagnóstico diferencial?

Q image thumb

 

NECRÓLISE EPIDERMOIDE TÓXICA

mais em adultos, geralmente medicamentosa, acomete mucosas, bolhas mais tensas (clivagem mais profunda)

A image thumb
77

 

O que é isso?

Qual o agente?

Tratamento?

Q image thumb

 

Foliculite

Staphylococcus aureus

RESOLVE EM < 5 dias: compressas quentes

Máximo ATB tópico

78

 

O que é?

Agente?

Q image thumb

 

FURÚNCULO 

Staphylococcus aureus

79

 

Quando usar ATB sistêmico para furunculose?

Qual ATB?

 

  • Lesões perinasais ou intranasais
  • Lesões CAE
  • Lesões grandes e recorrentes
  • Lesões com celulite ao redur
  • Sem resposta a cuidados locais

CEFALEXINA ou CLINDAMICINA

A image thumb
80

 

Quando drenar um furúnculo?

 

  • Grandes, >3cm celulite ao redor
  • Carbúnculos
  • Lesões em face

 

+ ATB: cefalexina, clindamicina..

A image thumb
81

 

O que fazer para previnir furunculose recorrente?

Qual o fator de risco?

 

FR: Colonização das narinas pelo S. aureus

Mupirocina ou bacitracina intranasal durante os primeiros 5 dias de cada mês

82

 

O que é isso?

Q image thumb

 

CARBÚNCULO

São furúnculos que se somaram formando uma grande lesão

83

 

O que é isso?

Que germe?

Tratamento?

Q image thumb

ECTIMA

(faz uma lesão profunda, deixa uma cicatriz com crosta aderente)

Staphylo aureus e Streptococcus pyogenes

 

CEFALEXINA 10 DIAS

84

 

O que é isso?

Que germe?

Tratamento

Q image thumb

 

HIDRADENITE SUPURATIVA

Staphylococcus aureus

DRENAGEM.

85

 

O que é isso?

Germe?

Tratamento?

Q image thumb

 

FASCIÍTE NECROTIZANTE

POLIMICROBIANA

ABORDAGEM CIRÚRGICA PRECOCE → debridar tecidos desvitalizados 

ATB Amplo espectro: Piperacilina+Tazobactam

+ Cipro em caso de sepse

86

 

Fasciíte necrotizante com gás e muito odor

Que agente?

 

Clostridium perfingens

87

 

Qual a principal via de infecção na osteomielite?

Quem acomete? Como é a evolução temporal?

 

CONTIGUIDADE

Mais comum em adultos, evolução crônica

A image thumb
88

 

Como é a ostemolielite em crianças?

Origem da infecção?

Que parte do osso?

Evolução temporal?

 

 

Via de disseminação HEMATOGÊNICA

Acomete metáfise de ossos longos

Quadro AGUDO e toxemiante

A image thumb
89

 

Qual o principal sítio de osteomielite em adultos?

 

VÉRTEBRAS

90

 

Qual o principal agente envolvido na osteomielite?

 

 

Staphylococcus aureus

91

 

Osteomielite em paciente falcêmico → lembrar de que germe?

 

Salmonella

92

 

Osteomielite após trauma penetrante no pé - lembrar de que germe?

Q image thumb

 

Pseudomonas aeruginosa

93

 

Quais os exames mais sensíveis para o dx de osteomielite?

 

 

CINTILOGRAFIA

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

94

 

Qual exame de maior acurácia no dx de osteomiliite

 

RESSONÂNCIA

A image thumb
95

 

Como é o tratamento da osteomielite?

 

PARENTERAL

Oxacilina ou Cefazolina ou Vancomicina

Paciente com anemia falciforme → CEFTRIAXONA

Duração: 4 - 6 semanas

VERTEBRAL: 6 - 8 semanas

96

 

Como definir FEBRE DE ORIGEM OBSCURA?

 

  • Febre > 38,3ºC em pelo menos 2 ocasiões
  • Duração ≥ 3 semanas
  • Sem imunocomprometimento
  • Diagnóstico inceerto após investigação com anamnese, EF, labs:

97

 

F.O.O. clássica?

 

Diagnóstico indefinido após 3 consultas ambulatoriais ou 3 dias no hospital ou1  semana ade investigação ambulatorial criteriosa e invasiva

98

 

Quais os 3 grandes grupos de causas de FOO?

Qual o principal?

 

  • Infecciosas
  • Neoplásicas
  • Inflamatórias não infecciosas

99

 

Que doenças infecciosas devem ser consideradas no dx de FOO?

 

  • TB Extra-pulmonar
  • Abscessos intra-abdominais
  • Abscessos renais, retroperitoneais ou paraespinhais
  • Abscessos dentários
  • Osteomielite
  • Endocardite infecciosa
  • Prostatite
  • Sinusite
  • Colangite
  • Histoplasmose, criptocococse
  • Malária

100

 

Qual o grande grupo de causas de FOO em idosos? Dentro dele, qual a principa, causa? 

 

INFLAMATÓRIAS NÃO INFECCIOSAS

 

Principal: Arterite de Células Gigantes

A image thumb
101

 

Qual medicamento sempre lembrar como causa de febre?

 

FENITOÍNA

102

 

Quais as causa de abscesso hepático piogênico?

Delas, qual a mais comum?

 

  • Doenças da via biliar: colecistite, colangite → MAIS COMUM
  • Embolia séptica
  • Idiopática

103

 

Como é a microbiologia do absceso hepático piogênico?

 

POLIMICROBIANA com gram neg. e anaeróbios

OS MAIS ISOLADOS:

  • Escherichia coli
  • Klebsiella pneumoniae
  • Staphylococcus aureus se embolia séptica

104

 

Qual é a prinicipal apresentação da F.O.O?

Como é o quadro clássico?

 

FEBRE e mais nada

Quadro CLÁSSICO:

  • Febre
  • Dor em hipocôndiro direito
  • Icterícia

DE EVOLUÇÃO ARRASTADA...

105

 

Qual é o melhor exame para investigar abscesso hepático?

 

RESSONÂNCIA

106

 

Qual diagnóstico diferencial IMPORTANTE do abscesso hepático piogênico?

 

ABSCESSO AMEBIANO

107

 

Qual o tratamento do abscesso hepático piogênico?

 

DRENAGEM (prefencialmente percutânea guiada por imagem, com inserção de cateter)

+

ANTIBIOTICOTERAPIA

  • Ampicilina + Sulbactam ou
  • Ceftriaxona + Metronidazol ou
  • Ciprofloxacino + Metronidazol

A image thumb