Nefrologia - Síndrome Nefrótica Flashcards Preview

Medicina Interna > Nefrologia - Síndrome Nefrótica > Flashcards

Flashcards in Nefrologia - Síndrome Nefrótica Deck (25):
1

É uma síndrome caracterizada pelo:

Aumento da permeabilidade às proteínas plasmáticas, com proteinúria maior que 3,5g por dia, hipoalbuminemia e edema.

2

Distúrbios associados:

Hiperlipidemia e Hipercoagulabilidade

3

Principais causas:

Glomerulopatia de lesões mínimas, Glomeruloesclerose segmentar e focal, Glomerulopatia membranosa e glomeruloesclerose diabética.

4

Distúrbios metabólicos secundários à proteinúria elevada:

Edema, hiperlipidemia, desnutrição e tromboembolismo.

5

Teoria Underfill:

Proteinúria -> hipoalbuminemia -> queda da pressão oncótica plasmática e extravasamento líquido para o interstício -> hipovolemia -> estimula o SRAA, o SNS e a secreção de Vasopressina -> levando a retenção de sódio e água.

6

Teoria Overfill:

túbulos renais hiperativos promovem retenção de sódio e água -> Aumentando a volemia -> Inibindo o SRAA -> Alteração das forças de Starling -> Edema

7

A tendência à tromboses se deve ao:

Aumento de fatores pró-coagulantes e Diminuição de inibidores da trombina

8

Fatores pró-coagulantes aumentados:

Fator V, VII, VIII e Fibrinogênio. Além de trombocitose

9

Fatores fibrinolíticos diminuídos:

Antitrombina III, proteína S e plasminogênio

10

Mecanismos responsável pela hiperlipidemia na síndrome nefrótica:

Redução da pressão oncótica estimula a síntese hepática de lipoproteínas; Redução do catabolismo do VLDL por redução da atividade da LPL; Redução da atividade do receptor de LDL

11

Indicações de Biópsia Renal:

Proteinúria +3,5g por dia; Insuficiência renal de causa não esclarecida; Evidencia clínica de Glomerulonefrite Rapidamente Progressiva (Anúria e aumento acelerado de ureia e creatinina)

12

Diferença clínica entre Síndrome Nefrítica e Nefrótica:

Na síndrome nefrítica há proteinúria leve, hematúria e oligúria. Já na Síndrome nefrótica, uma proteinúria maciça, hipoalbuminemia, hiperlipidemia e edema.

13

Diferença fisiopatológica entre Síndrome Nefrítica e Nefrótica:

Na síndrome nefrítica há perda da superfície de filtração. Já na síndrome nefrótica há aumento da permeabilidade do capilar glomerular

14

Camadas da parede glomerular:

Endotélio capilar, Membrana basal glomerular e Camada de podócitos

15

O endotélio é revestido por uma camada de glicoproteínas, o:

Glicocálice, rico em cargas elétricas negativas, dificultando a passagem de proteínas que têm carga negativa

16

A membrana basal glomerular restringe a passagem de:

Macromoléculas, sendo também rica em cargas elétricas negativas, limitando ainda mais a filtração de proteínas

17

Os espaços entre as pedicelas, as fendas diafragmáticas, são ocupados pela :

membrana diafragmática que é um obstáculo importante à passagem de Macromoléculas

18

Mecanismos básicos de proteinúria:

Aumento da permeabilidade glomerular a macromoléculas, Diminuição da capacidade de reabsorção tubular de proteínas e Produção de proteínas anômalas de baixo peso molecular

19

A permeabilidade da parede glomerular pode aumentar devido:

Presença de poros gigantes e pela depleção de cargas negativas

20

Proteinúria associada a aumento do número de poros gigantes:

Proteinúria não-seletiva, pois apresenta proteínas de alto peso molecular

21

Proteinúria associada a depleção de cargas negativas:

Proteinúria seletiva

22

A proteinúria de origem tubular se deve à:

Disfunção no sistema de reabsorção das proteínas

23

Indica Proteinúria de origem tubular:

Quociente entre as concentrações de albumina e de proteínas de baixo peso molecular na urina semelhante ao do ultrafiltrado glomerular

24

Tratamento:

Prednisona ou Ciclofosfamida ou Clorambucil ou Ciclosporina;

25

É recomendada a Anticoagulação profilática apenas em casos de:

Alto risco para trombose venosa, como proteinúria nefrótica severa ou prolongada

Decks in Medicina Interna Class (194):