Parasitoses Intestinais Flashcards Preview

Medicina Interna > Parasitoses Intestinais > Flashcards

Flashcards in Parasitoses Intestinais Deck (36):
0

Formas da Entamoeba histolytica:

Cisto e trofozoíto.

1

Quadro Clínico da Amebíase:

Desconforto abdominal, diarréia aguda (fezes com sangue e muco).

2

Fontes de infecção da amebíase:

Ingestão de água ou alimentos contaminados com fezes com cistos.

3

Principais complicações da amebíase:

Granulomas amebianos (amebomas) e abscesso hepático.

4

Tratamento para Amebíase:

Metronidazol 500mg/3x ao dia/5 dias; Secnidazol (30mg/kg/dia máx de 2g para crianças).

5

Medidas de controle da amebíase:

Lavar as mãos, após uso do sanitário e lavar vegetais com água e imersão em hipoclorito de sódio a 2,5% por 30min.

6

Quadro Clínico da Ancilostomíase:

Diarréia, dor abdominal, flatulência, prurido, náuseas e vômitos.

7

Infecção pelo Ancylostoma duodenale:

Larvas penetram na pele causando dermatite característica.

8

Complicações da Ancislotomíase:

Anemia, hipoproteinemia e pneumonite.

9

Tratamento da Ancilostomíase:

Mebendazol 100mg 2x/dia por 3 dias.

10

Medidas de controle da Ancilostomíase:

Lavar as mãos e usar calçados.

11

Quadro clínico da Ascaridíase:

Diarreia, Dor abdominal, náuseas e anorexia.

12

Complicação da Ascaridíase:

Obstrução intestinal e pneumonite.

13

Tratamento da Ascaridíase:

Albendazol 10mg/kg dose única (crianças).

14

Quadro clínico da Giardíase:

Diarréia, dor abdominal, fadiga, anorexia, flatulência e distensão abdominal.

15

Formas da Giardia lamblia:

Cisto e trofozoíto.

16

Tratamento da giardíase:

Mesmo da Amebíase (Secnidazol 30mg/kg).

17

Quadro clínico da Enterobíase:

Prurido Perianal Noturno, dor abdominal, tenesmo, puxo e vômitos.

18

Enterobíase ou:

Oxiuríase.

19

Complicações da Enterobíase:

Salpingites, vulvovaginites e Infecções secundárias às escoriações perianais.

20

Tratamento da Enterobíase:

Pamoato de Pirvínio 10mg/kg dose única.

21

Medidas de controle da Enterobíase:

Unhas aparadas rente ao dedo para evitar acúmulo de contaminantes. Evitar coçar a região anal e levar as mãos à boca.

22

Quadro clínico da Estrongiloidíase:

Lesões urticariformes ou maculopapulares ou serpiginosa ou linear pruriginosa migratória; diarréia, dor abdominal e flatulência; tosse seca e dispneia.

23

Complicações da Estrongiloidíase:

Broncoespasmos, hemoptise e edema pulmonar.

24

Tratamento da Estrongiloidíase:

Cambendazol 5mg/kg dose única.

25

Medidas de controle da Estrongiloidíase:

Mesmo da ancilostomíase (Lavar as mãos e uso de calçados).

26

Quadro clínico da Teníase:

Diarreia ou constipação, dor abdominal, náusea e flatulêcia.

27

É a tênia da carne de porco:

Taenia solium.

28

É a tênia da carne bovina:

Taenia saginata.

29

Modo de transmissão da Teníase:

Ingestão de carne de boi ou de porco mal cozida.

30

Complicações da Teníase:

Obstrução do apêndice, colédoco ou ducto pancreático.

31

Tratamento da Teníase:

Mebendazol 200mg/2x ao dia/ 3 dias.

32

Agente etiológico da Tricuríase:

Trichuris trichiura.

33

Quadro clínico da Tricuríase:

Diarréia (fezes com sangue e muco) e dor abdominal.

34

Complicações da Tricuríase:

Anemia.

35

Tratamento da Tricuríase:

Mebendazol.

Decks in Medicina Interna Class (194):