Emergência Médica Flashcards Preview

Medicina Interna > Emergência Médica > Flashcards

Flashcards in Emergência Médica Deck (48):
0

O que deve ser avaliado no exame cardiológico mínimo durante o atendimento inicial à emergência?

FC, PA, estase jugular, ausculta 4 focos, pulsos periféricos radial e tibial posterior, enchimento capilar e temperatura de extremidades.

1

Um enchimento capilar lentificado (>3s) indica:

Vasoconstrição periférica.

2

Quais achados clínicos sugerem situações de baixo débito cardíaco?

Enchimento capilar lentificado e baixa temperatura de extremidades.

3

Palpar pulsos periféricos auxiliam no diagnóstico de:

Dissecção de aorta torácica ou doença arterial periférica.

4

Como avalia-se o sistema venoso?

Grau de estase jugular e invasivamente pela pressão venosa central.

5

Quais os possíveis achados clínicos relacionados ao cronotropismo e quais suas repercussões?

Bradiarritmias causam redução do DC. E Taquiarritmias (especialmente acima de 150 bpm) que diminuem o tempo de enchimento ventricular, comprometendo o DC.

6

O que deve ser avaliado durante a ausculta dos quatro focos?

Ritmicidade, sopros, presença de 3° bulha e abafamento de bulhas.

7

A presença de 3ª bulha sugere:

Insuficiência cardíaca descompensada.

8

O abafamento de bulhas sugere:

Tamponamento cardíaco e DPOC.

9

Quais os indicadores cardiovasculares de má perfusão?

Hipotensão e taquicardia; acidose metabólica (lactato arterial).

10

Quais os indicadores respiratórios de má perfusão?

Sinais de insuficiência respiratória.

11

Quais os indicadores neurológicos centrais de má perfusão?

Rebaixamento do nível de consciência e delirium.

12

Quais os indicadores urinários de má perfusão?

Oligúria aguda e aumento de escórias nitrogenadas.

13

Quais os indicadores digestórios de má perfusão?

Aumento de bilirrubinas e íleo paralítico metabólico.

14

Quais os indicadores hematológico de má perfusão?

Coagulação intravascular disseminada.

15

Como avaliar o nível de comprometimento de consciência?

Avaliar resposta verbal, motora, movimentação ocular, a estímulos físicos e dolorosos.

16

O que se deve avaliar no exame neurológico mínimo?

Escala de Coma de Glasgow, procura de déficits motores, avaliação de pupilas e de sinais de meningismo.

17

O que se deve avaliar no exame pulmonar mínimo?

Ausculta pulmonar e inspenção sobre uso de musculatura acessória.

18

O que se deve avaliar no exame abdominal mínimo?

Sinais de peritonismo, dor e grandes massas e visceromegalias.

19

O que se deve avaliar no exame do aspecto geral?

Mucosas, desidratação, cianose, icterícia, petéquias e palidez cutânea.

20

O que é Sepse?

É uma síndrome da resposta inflamatória sistêmica de causa infecciosa.

21

Quais os critérios necessários para estabelecer diagnóstico de Sepse?

Temperatura >38°C ou menor que 36°C, FC>90bpm, FR>20irpm, leucocitose>12000 ou leucopenia<4000 ou +10% de bastonetes.

22

"A _________ é um dos achados precoces da hipoperfusão induzida pela sepse e a medida do débito urinário pode ajudar a guiar a reposição volêmica":

Oligúria.

23

Quais Exames Gerais deve, ser solicitados na investigação de Sepse?

Hemograma, Eletrólitos, Glicemia, Urina tipo I, Radiografia de Tórax e ECG.

24

O pedido de culturas na hipótese de Sepse:

Não deve retardar o início da antibioticoterapia.

25

Quais Culturas devem ser solicitados na investigação de Sepse?

Dois pares de hemoculturas, Urocultura e cultura de algum local suspeito (pleural, líquor, abscesso).

26

Quais Exames para avaliação fisiológica, inflamatória e de lesão orgânica devem ser solicitados na investigação de Sepse?

Ureia, Creatinina, TP, TTPA, Fibrinogênio, d-dímeros, AST, ALT, Bilirrubina, Gasometria arterial, Lactato, Proteína C reativa, Procalcitonina e Troponina.

27

Quais Exames para avaliação hemodinâmica devem ser solicitados na investigação de Sepse?

Ultrassom (cava inferior, função global de VE, débito cardíaco) e SvcO2 (cateter central).

28

Quais os achados variáveis gerais da Sepse?

Febre, Hipotermia, Taquipneia, Alteração neurológica aguda, edema e Hiperglicemia.

29

Quais os variáveis inflamatórias da Sepse?

Leucocitose (>12000), Leucopenia (<4000), Cont. Leuc. normal com +10% de bastonetes, dobro de Proteína C reativa e procalcitonina.

30

Quais as variáveis de disfunção orgânica da Sepse?

Hipoxemia, Oligúria aguda, +Creatinina, Trombocitopenia, Hiperbilirrubinemia e Alterações de coagulação.

31

Quais as variáveis de perfusão tecidual da Sepse?

Hiperlactatemia e +tempo de reenchimento capilar.

32

"A ________________ é um achado precoce na sepse devido a hiperventilação, evoluindo para acidose metabólica na medida que piora a disfunção microcirculatória":

Alcalose respiratória.

33

A Hiperglicemia é um achado comum e usualmente reflete a ação de hormônios contrarreguladores, como:

Epinefrina, cortisol e glucagon.

34

Os dois Marcadores precoces de infecção mais disponíveis são:

Proteína C-reativa(proteína de fase aguda sintetizada pelo hepatócito e por macrófagos alveolares) e a procalcitonina.

35

"Marcadores cardíacos como a ____________ e o ______________________ podem elevar-se no paciente séptico":

Troponina; peptídeo natriurético cerebral (BNP).

36

"Para cada hora de retardo do início da antibioticoterapia, há um aumento de ____ na mortalidade"

4%.

37

A remoção física do foco infeccioso inclui:

Drenar abscessos, Debridar tecidos necróticos, Remover cateter central infectado e Trocar sonda vesical.

38

Como deve ser feita a restauração volêmica na Sepse?

20 a 40 mL/kg (1L a 4L) de soro fisiológico seguido de ringer lactato.

39

Como avaliar a necessidade de volumes adicionais?

Melhora da PA, Diminuição da Taquicardia, Aumento do débito urinário, restabelecimento do nível de consciência, redução do TREC, aumento da PVC, SvcO2 maior/igual a 70% e normalização do lactato sérico.

40

Qual a terapia de aumento da PA na Sepse?

Noradrenalina ou vasopressina.

41

Como é feito o tratamento de pacientes com disfunção cardíaca na Sepse?

2,5 a 20 microgramas/kg/min de dobutamina.

42

Como se dá o suporte do paciente séptico com hipoxemia e insuficiência respiratória?

Etomidato ou Quetamina com succinilcolina e Intubação orotraqueal.

43

Quais as estratégias no manejo da Sepse?

Expansão volêmica, noradrenalina, dobutamina, ventilação mecânica e antibioticoperapia.

44

O controle da glicemia na Sepse visa:

manter os valores abaixo de 150-180 mg/dL

45

"Se a insulina for prescrita, é essencial que a glicemia capilar seja monitorizada a cada _________ para evitar hipoglicemia":

1-2 horas.

46

Quais as indicações de uso de corticosteróides na Sepse?

Necessidade de doses crescentes de noradrenalina para elevar PA e suspeita de Insuficiência Adrenal Aguda.

47

Como se dá o tratamento com corticosteróide na Sepse?

Hidrocortisona 200mg/dia em bomba de infusão contínua IV.

Decks in Medicina Interna Class (194):