Tecido Nervoso Flashcards Preview

Medicina Interna > Tecido Nervoso > Flashcards

Flashcards in Tecido Nervoso Deck (143):
1

Os principais componentes do sistema nervoso dos vertebrados são o encéfalo, a medula espinhal, os nervos e os ___________________.

Gânglios nervosos.

2

Tanto da medula espinhal quanto do encéfalo partem os _____________.

Nervos.

3

Os _________________ são pequenas dilatações presentes em certos nervos.

Gânglios nervosos.

4

O encéfalo e a medula espinhal constituem o sistema nervoso central (SNC) e os nervos e ____________________ constituem o sistema nervoso periférico (SNP).

Gânglios nervosos.

5

O tecido nervoso é composto por neurônios que representam cerca de 10% das células, e pelos ___________ que formam os outros 90%.

Gliócitos.

6

O _____________ é um tipo de gliócito que nutre e protege os neurônios.

Astrócito.

7

Os neurônios ________________ apresentam um só axônio e vários dendritos, geralmente ramificados. Constituem o tipo mais comum de neurônio e estão presentes no encéfalo e na medula espinhal.

Multipolares.

8

Os neurônios bipolares apresentam um só axônio e um só dendrito. São os principais responsáveis pela transmissão das informações captadas por _______________________ ao sistema nervoso central.

Órgãos dos sentidos (olfato, visão, audição e equilíbrio).

9

Os neurônios pseudo-unipolares apresentam uma só neurofibra, denominada dendraxônio, que se divide em duas, uma correspondente ao dendrito e outra ao axônio. Nesses neurônios, o impulso gerado nos dendritos pode seguir diretamente para o axônio sem passar pelo corpo celular. Neurônios desse tipo fazem parte de certos ____________________ e levam informações de sensores da _______ ao sistema nervoso central.

Gânglios nervosos; pele.

10

A maioria dos corpos celulares dos neurônios localiza-se no encéfalo e na medula espinhal. Os poucos corpos celulares de neurônios presentes fora do sistema nervoso central ficam agrupados em ________________.

Gânglios nervosos.

11

As neurofibras estão geralmente agrupadas em feixes que, no interior do sistema nervoso central, são chamados de _________________. Fora do encéfalo e da medula espinhal, os feixes de neurofibras constituem os _________.

Tratos nervosos; nervos.

12

__________________ são os que conduzem impulsos nervosos de órgãos dos sentidos e de células sensoriais para o sistema nervoso central.

Neurônios sensitivos.

13

____________________ são os que conduzem impulsos do sistema nervoso central para músculos ou glândulas.

Neurônios motores.

14

____________________ localizam-se na medula espinhal e fazem a conexão entre um neurônio sensitivo e um neurônio motor.

Neurônios associativos.

15

Em certas respostas rápidas denominadas ações reflexas, como as que ocorrem, por exemplo, quando tocamos sem querer um objeto muito quente, o neurônio sensitivo capta a sensação de calor, transmitindo impulsos nervosos ao interneurônio localizado na _________________; este retransmite a informação ao _______________, que estimula os músculos do braço a reagir afastando rapidamente a mão do objeto quente. Além de estimular os neurônios motores responsáveis pela ação, o _______________ também estimula neurônios que conduzem impulsos ao encéfalo, permitindo-nos tomar consciência do ocorrido.

Medula espinhal; neurônio motor; neurônio associativo.

16

Os gliócitos ou células gliais (anteriormente denominadas neuroglia) são componentes do tecido nervoso cuja função é envolver, proteger e nutrir os neurônios. O termo glia, em grego, significa cola, em alusão ao fato de essas células darem _________________ ao sistema nervoso, mantendo os neurônios unidos.

Sustentação física.

17

Sem os ____________ os neurônios não conseguiriam estabelecer conexões uns com os outros.

Gliócitos.

18

Os principais tipo de gliócitos são os astrócitos e os oligodendrócitos, localizados no ________, as micróglias localizadas no _____ e no ______, e as células de Schwann, localizadas no _____.

SNC; SNC; SNP; SNP.

19

Os ____________ são os gliócitos de maior tamanho e caracterizam-se por apresentar grande número de prolongamentos citoplasmáticos. Alguns desses prolongamentos ligam-se a neurônios enquanto outros ligam-se a capilares sanguíneos, por meio de uma porção terminal expandida, denominada ___________.

Astrócitos; pé vascular.

20

As substâncias vinda do sangue para nutrir os neurônios passam primeiro pelos ___________. Além de estabelecer  essa ponte nutritiva entre o sangue e os neurônios, eles dão sustentação física ao tecido nervoso e participam da recuperação de lesões.

Astrócitos.

21

O _________________ é do tipo pseudo-unipolar, enquanto os neurônios associativo e motor são multipolares.

Neurônio sensitivo.

22

Os ________________ são células menores que os astrócitos e apresentam menor quantidade de prolongamentos celulares, os quais se enrolam sobre neurofibras presentes no sistema nervoso central, envolvendo-as com camadas concêntricas de sua membrana plasmática. Esse envoltório constitui a ______________ que atua protegendo o neurônio e auxiliando o desempenho de suas funções.

Oligodendrócitos; bainha de mielina.

23

As ___________ são macrófagos especializados cuja função é fagocitar detritos e restos celulares presentes no tecido nervoso. São células pequenas, com poucos prolongamentos, geralmente muito ramificados.

Micróglias.

24

As ______________ são gliócitos presentes no sistema nervoso periférico. Seus prolongamentos enrolam-se sobre as neurofibras que constituem os nervos, formando ao redor delas estratos mielínicos protetores que auxiliam no funcionamento dos neurônios.

Células de Schwann.

25

No sistema nervoso central, os estratos mielínicos originam-se de _______________; no sistema nervoso periférico são produzidos pelas _________________.

Oligodendrócitos; Células de Schwann.

26

Nas neurofibras não-mielinizadas, o impulso propaga-se continuamente ao longo da membrana do neurônio. Ao longo de seu comprimento, uma neurofibra mielinizada apresenta interrupções no estrato mielínico, os _______________. Nas neurofibras mielinizadas, a condução do impulso é descontínua, isto é, ele “salta” de um nó neurofibroso para o seguinte e por isso sua propagação é muito mais rápida que nas neurofibras não-mielinizadas.

Nódulos de Ranvier.

27

Na doença conhecida como _______________ ocorre degeneração gradual do estrato mielínico, o que resulta na perda progressiva da coordenação nervosa. Acredita-se que seja uma doença auto-imune.

Esclerose múltipla.

28

Cada neurofibra juntamente com os gliócitos que a envolvem, é revestida por um delicado envoltório de tecido conjuntivo, denominado _____________.

Endoneuro.

29

Um conjunto de neurofibras é revestido por um envoltório de tecido conjuntivo, o ____________.

Perineuro.

30

Diversos conjuntos de neurofibras podem se reunir para formar nervos relativamente grossos, os quais são revestidos por uma camada de tecido conjuntivo, o _____________.

Epineuro.

31

Em um neurônio em repouso, a superfície interna da membrana plasmática mantém-se eletricamente ______________ que a externa. A diferença de potencial elétrico entre as duas faces da membrana plasmática é da ordem de -70 mV, sendo chamado de potencial de repouso.

Menos positiva.

32

A alteração elétrica, chamada ________________, consiste em uma inversão brusca da situação das cargas elétricas em uma pequena área da membrana plasmática. Nesse local, a superfície interna da membrana torna-se momentaneamente mais positiva que a externa, com a diferença de potencial passando para _______. A situação de repouso é rapidamente restabelecida, fenômeno conhecido como _______________.

Despolarização; +40 mV; repolarização.

33

A diferença de potencial entre as duas faces da membrana plasmática durante a despolarização (de -70 mV para +40 mV) é chamada _____________. 

Potencial de ação.

34

As alterações elétricas na membrana plasmática do neurônio durante o impulso nervoso ocorrem devido a mudanças temporárias em sua permeabilidade aos íons _______ e aos íons ____________.

Sódio; potássio.

35

É o transporte ativo de íons que faz com que a superfície interna da membrana plasmática se mantenha menos positiva em relação à superfície externa, ou seja, que mantém o ___________________.

: Potencial de repouso.

36

O estímulo faz com que se abram “portas de passagem” para íons _________, permitindo que estes fluam em grande quantidade para a célula. Em seguida, abrem-se as “portas de passagem” para íons ___________, permitindo a saída desses íons.

Sódio; potássio.

37

O impulso nervoso nada mais é do que a propagação do _______________ ao longo do neurônio.

Potencial de ação.

38

A propagação do potencial de ação das extremidades dendríticas para o corpo celular é chamado de impulso nervoso _____________.

Celulípeto.

39

O impulso nervoso que se propaga da junção do axônio com o corpo celular para a extremidade axônica é chamado de ______________.

Celulífugo.

40

As _________________ ocorrem em regiões do sistema nervoso central relacionadas com a produção de movimentos rápidos e repetitivos. Nesse tipo de sinapse, as membranas das células que se comunicam unem-se por meio de _______________, que permitem a transmissão do potencial de ação diretamente de uma célula para outra.

Sinapses elétricas; Junções tipo gap.

41

O tipo mais comum de sinapse nervosa, a _______________, caracteriza-se pela ausência de contato físico entre os neurônios nos locais de passagem do estímulo nervoso. Um espaço estreito, denominado espaço sináptico, separa a extremidade axônica de um neurônio e a superfície da célula com que ele faz sinapse.

Sinapse química.

42

As extremidades axônicas são dilatadas e seu citoplasma apresenta vesículas membranosas repletas de substâncias denominadas ____________________. Quando o impulso nervoso chega a essa região, algumas das vesículas se fundem à membrana plasmática, liberando os mediadores químicos no espaço sináptico por exocitose.

Neurotransmissores.

43

Os neurotransmissores liberados no espaço sináptico ligam-se a proteínas receptoras da membrana da ___________________. Se esta for outro neurônio, será originado um novo impulso nervoso, que se propagará até a sinapse seguinte. Os neurotransmissores liberados pelo neurônio são rapidamente destruídos por enzimas, o que evita que eles continuem a estimular a célula pós-sináptica além do necessário.

Célula pós-sináptica.

44

O sistema nervoso estabiliza as condições intrínsecas do organismo, como pressão sanguínea, tensão de oxigênio e de dióxido de carbono, teor de ___________, de hormônios e pH do sangue, e participa dos padrões de comportamento, como os relacionados com a alimentação, reprodução, defesa e interação com outros seres vivos.

glicose.

45

Em geral, as células nervosas são grandes, podendo o corpo celular medir até ___________. Uma célula com esta dimensão, quando isolada, é visível a olho desarmado.

150 micro-metros.

46

A mielina que envolve o axônio no sistema nervoso central é produzida pelos ___________________ e no sistema nervoso periférico pelas ___________________.

Oligodendrócitos; células de Schwann.

47

os neurônios __________________ aparecem na vida embrionária sob a forma de neurônios bipolares, com um axônio e um dendrito nascendo de extremidades opostas do pericárdio. Durante o desenvolvimento, os dois prolongamentos se aproximam e se fundem por um pequeno percurso, próximo ao pericário.

Pseudo-unipolares.

48

Os dois prolongamentos das células pseudo-unipolares, por suas características morfológicas e eletrofisiológicas, são ____________, mas as arborizações terminais do ramo periférico recebem estímulos e funcionam como ____________. Neste tipo de neurônio, o estímulo captado pelos dendritos transita diretamente para o terminal axônico, sem passar pelo corpo celular.

Axônios; dendritos.

49

Neurônios _____________ são encontrados nos gânglios coclear e vestibular, na retina e na mucosa olfatória. Neurônios ________________ são encontrados nos gânglios espinhais, que são gânglios sensitivos situados nas raízes dorsais dos nervos espinhais.

Bipolares; pseudo-unipolares.

50

Os neurônios podem ainda ser classificados segundo sua função. Os neurônios __________ controlam órgãos efetores, tais como glândulas exócrinas e endócrinas e fibras musculares. Os neurônios ______________ recebem estímulos sensoriais do meio ambiente e do próprio organismo.

motores; sensoriais.

51

O corpo celular dos neurônios é rico em ______________________________, que forma agregados de cisternas paralelas, entre as quais ocorrem numerosos polirribossomos livre. Esses conjuntos de cisternas e ribossomos se apresentam ao microscópio óptico como manchas basófilas espalhadas pelo citoplasma, os ___________________.

Retículo endoplasmático rugoso; corpúsculos de Nissl.

52

O _________________ localiza-se exclusivamente no pericário.

Complexo de Golgi.

53

As ______________ estão presentes em grande quantidade no terminal axônico.

mitocôndrias.

54

Os _________________ são filamentos intermediários, abundantes tanto no pericário como nos prolongamentos.

neurofilamentos.

55

Em determinados locais os pericários contêm grânulos de _____________. Outro pigmento às vezes encontrado nos corpos dos neurônios é a _______________ de cor parda, contendo lipídios, que se acumula com o decorrer da idade e consiste em resíduos de material parcialmente digerido pelos lisossomos.

melanina; lipofuscina.

56

Ao contrário dos ____________, que mantêm o diâmetro constante ao longo de seu comprimento, os ____________ tornam-se mais finos à medida que se ramificam, como os galhos de uma árvore.

axônios; dendritos.

57

Os _____________ não apresentam aparelho de Golgi.

dendritos.

58

A grande maioria dos impulsos que chegam a um neurônio são recebidos por pequenas projeções dos dendritos, as _______________ ou _________________.

espinhas; gêmulas.

59

As _____________ são o primeiro local de processamento dos sinais (impulsos nervosos) que chegam ao neurônio.

Gêmulas.

60

As ______________ dendríticas participam da plasticidade dos neurônios relacionada com a adaptação, memória e aprendizado. Elas são estruturas dinâmicas, com plasticidade morfológica baseada na proteína ________, que está relacionado à formação das sinapses e à sua adaptação funcional.

Gêmulas; actina.

61

Cada neurônio possui apenas _________ axônio.

Um único.

62

O axônio nasce de uma estrutura piramidal do corpo celular, denominada _________________.

Cone de implantação.

63

Em toda sua extensão, os axônios têm um diâmetro constante e não se ramificam abundantemente, ao contrário do que ocorre com os dendritos. Os axônios podem dar origem a ramificações em ângulo reto denominadas _____________.

Colaterais.

64

A porção final do axônio em geral é muito ramificada e recebe o nome de _____________.

Telodendro.

65

O centro de produção de proteínas é o pericário, e as moléculas protéicas sintetizadas migram pelos axônios (___________________).

Fluxo anterógrado.

66

O transporte de substâncias em sentido contrário, isto é, do axônio para o corpo do neurônio é o ______________________ que leva moléculas diversas para serem reutilizadas no corpo celular e leva também material captado por endocitose, incluindo vírus e toxinas.

Fluxo retrógrado.

67

Os ________________ e proteínas motoras são responsáveis pelos fluxos axonais. As proteínas motoras prendem vesículas, organelas ou moléculas e “caminham” sobre os microtúbulos. Uma dessas proteínas é a ___________, que toma parte no fluxo retrógrado, e outra é a _____________, que participa do fluxo anterógrado. Ambas são ATPases (rompem uma ligação do ATP, liberando energia).

Microtúbulos; dineína; cinesina.

68

O fluxo retrógrado pode levar moléculas e partículas estranhas e prejudiciais para o corpo celular situado no SNC. É por esta via, por exemplo, que o vírus da _________, depois de penetrar nos nervos, é transportado para o corpo das células nervosas, causando uma encefalite muito grave.

Raiva.

69

Os anestésicos de ação local sobre os axônios são moléculas que se ligam aos ________________, inibindo o transporte desse íon e, consequentemente, inibindo também o potencial de ação responsável pelo impulso nervoso. Assim, ficam bloqueados os impulsos que seriam interpretados no cérebro como sensação de dor.

canais de sódio.

70

Neurotransmissores são substâncias que, quando se combinam com proteínas receptoras, abrem ou fecham _______________ ou então desencadeiam uma cascata molecular na célula pós-sináptica que produz segundos mensageiros intracelulares.

canais iônicos.

71

_____________________ são mensageiros químicos que não agem diretamente sobre as sinapses, porém modificam a sensibilidade neuronal aos estímulos sinápticos excitatórios ou inibitórios.

Neuromoduladores.

72

A despolarização da membrana pré-sináptica induz breve abertura dos ________________. O influxo de _________ promove a exocitose das vesículas sinápticas com liberação do neurotransmissor. O neurotransmissor reage com os receptores e promove a despolarização da membrana pós-sináptica.

canais de cálcio; cálcio.

73

Os _________________ geralmente transmitem os impulsos nervosos para dendritos ou para corpos celulares de neurônios, porém, embora com menor frequência, podem estabelecer sinapses com outros axônios.

terminais axônicos.

74

A maioria dos neurotransmissores são aminas, aminoácidos ou pequenos peptídios (neuropeptídios). Porém outros tipos de moléculas e até compostos inorgânicos, como o ____________________, são utilizados pelos neurônios como neurotransmissores.

Gás óxido nítrico.

75

Os ___________________ são importantes no sistema nervoso por participarem da regulação de certas sensações e impulsos emocionais, como prazer, dor, fome e sede.

neuropeptídios.

76

Nas __________________, as células nervosas unem-se por junções comunicantes que possibilitam a passagem de íons de uma célula para a outra, promovendo, assim, uma conexão elétrica e a transmissão de impulsos.

Sinapses elétricas.

77

A despolarização que se propaga ao longo da membrana celular abre canais de cálcio na região pré-sináptica, promovendo o influxo de cálcio que dispara a exocitose das vesículas sinápticas. Os neurotransmissores liberados por exocitose reagem com os receptores da membrana pós-sináptica, provocando a despolarização da membrana pós-sináptica. Estas sinapses são ______________, por que causam impulsos na membrana pós-sináptica.

Excitatórias.

78

Em outras sinapses, a interação do neutransmissores com os receptores provoca uma hiperpolarização, sem transmissão do impulso nervoso. Estas sinapses são chamadas _____________. Assim, as sinapses podem excitar ou inibir a transmissão do impulso, regulando a atividade neural.

Inibitórias.

79

Uma vez usados, os _____________________ são removidos rapidamente por degradação enzimática, difusão ou endocitose, por intermédio de receptores específicos localizados na membrana pré-sináptica.

neurotransmissores.

80

Nas lâminas coradas em HE os gliócitos não se destacam bem, aparecendo apenas os seus __________. Para o estudo da morfologia das células da neuroglia usam-se métodos especiais de impregnação pela prata ou pelo ouro.

núcleos.

81

Calcula-se que haja no sistema nervoso central 10 gliócitos para cada neurônio, mas, em virtude do menor tamanho das células gliais, elas ocupam aproximadamente a metade do volume do tecido. O tecido nervoso tem apenas uma quantidade mínima de material _______________.

Extracelular.

82

Os _________________ produzem as bainhas de mielina que servem de isolantes elétricos para os neurônios do sistema nervoso central. Eles têm prolongamentos, por intermédio dos quais envolvem diversos axônios.

Oligodendrócitos.

83

As _______________________ se localizam em volta dos axônios do sistema nervoso periférico. Cada célula de Schwann forma mielina em torno de um segmento de um único axônio.

Células de Schwann.

84

Os _______________ ligam os neurônios aos capilares sanguíneos e à ______________.

: pia-máter.

85

Os astrócitos com prolongamentos menos numerosos e mais longos são chamados astrócitos ______________ e se localizam na substância branca; os astrócito _______________, encontrados na substância cinzenta, apresentam maior número de prolongamentos que são curtos e muito ramificados.

Fibrosos; protoplasmáticos.

86

Dentre os gliócitos, os _____________ são os mais numerosos. 

Astrócitos.

87

Além da função de sustentação, os astrócitos participam do controle da composição iônica e molecular do ambiente extracelular dos neurônios. Alguns astrócitos apresentam prolongamentos, chamados _________________, que se expandem sobre os capilares sanguíneos. Esses prolongamentos transferem molécular e íons do sangue para os neurônios.

Pés vasculares.

88

Os espaços deixados pelos neurônios do sistema nervoso central mortos por doenças ou acidentes são preenchidos pela proliferação (_______________) e pelo aumento de volume (______________) dos astrócitos, um processo denominado _____________.

Hiperplasia; hipertrofia; gliose.

89

Um único _________________, por seus prolongamentos, forma bainhas de mielina para diversas fibras nervosas.

Oligodendrócito.

90

As ____________________ são células epiteliais colunares que revestem os ventrículos do cérebro e o canal central da medula espinhal. Em alguns locais elas são ciliadas, o que facilita a movimentação do líquido cefalorraquidiano.

Células Ependimárias.

91

As _______________ são pequenas e alongadas, com prolongamentos curtos e irregulares. Essas células podem ser identificadas nas lâminas histológicas coradas com HE porque seus núcleos são escuros e alongados, constratando com os núcleos esféricos das outras células da glia. 

Micróglias.

92

As ___________ são fagocitárias e derivam de precursores trazidos da medula óssea pelo sangue, representando o sistema mononuclear fagocitário no sistema nervoso central. Elas participam da inflamação e da reparação do sistema nervoso central. Quando ativadas, as células retraem seus prolongamentos, assumem a forma de macrófagos e tornam-se fagocitárias e apresentadoras de antígenos.

Micróglias.

93

A _________________ é uma doença na qual as bainhas de mielina são destruídas, os restos de mielina são removidos pela micróglia, cujas células se tornam morfologicamente semelhante aos macrófagos. Os restos de mielina fagocitados por essas células são digeridos pelas enzimas dos lisossomos.

Esclerose múltipla.

94

Os neurônios de certas regiões do córtex cerebral recebem e processam impulsos _______________ (sensoriais), e em outras regiões neurônios _____________ (motores) geram impulsos que vão controlar os movimentos voluntários.

Aferentes; eferentes.

95

O _________________ tem três camadas: a camada ____________, a mais externa; uma camada central com as grandes células de ______________; e a camada ________________, que é a mais interna.

Córtex cerebelar; molecular; Purkinje; granulosa.

96

As _____________________ são muito grandes, bem visíveis, e seus dendritos são muito desenvolvidos, assumindo o aspecto de um leque.

Células de Purkinje.

97

A camada ______________ é formada por neurônios muito pequenos (os menores do organismo) e organizados de modo muito compacto.

granulosa.

98

Em cortes transversais da medula espinhal, as substâncias branca se localiza externamente e a cinzenta internamente, com a forma da letra H. O traço horizontal do H apresenta um orifício, corte do canal central da medula, revestido pelas ______________________. Esse canal representa a luz do tubo neural embrionário. 

Células ependimárias.

99

A substância cinzenta dos traços verticais do H, da medula espinhal, forma os cornos anteriores, que contêm neurônios motores e cujos axônios dão origem às raízes ventrais dos nervos raquidianos. Forma também os cornos posteriores, que recebem as fibras dos neurônios situados nos gânglios das raízes dorsais dos nervos espinhais (fibras sensitivas). Os neurônios da medula são multipolares e volumosos, principalmente os neurônios ___________ dos cornos anteriores.

Motores.

100

O sistema nervoso central está contido e protegido na caixa craniana e no canal vertebral, sendo envolvido por membranas de tecido conjuntivo chamadas _______________.

Meninges.

101

A ______________ é a meninge mais externa, constituída por tecido conjuntivo denso.

Dura-máter.

102

As superfícies interna e externa da _____________ são revestidas por um epitélio simples pavimentoso de origem mesenquimatosa.

Dura-máter.

103

A aracnóide apresenta duas partes, uma em contato com a dura-máter e sob a forma de membrana, e outra constituiída por traves que ligam a aracnóide com a pia-máter. As cavidades entre as traves conjuntivas formam o __________________________, que contém o líquido cefalorraquidiano. 

Espaço subaracnóideo.

104

O espaço subaracnóideo, cheio de líquido, constitui um colchão hidráulico que protege o sistema nervoso central contra traumatismo. A aracnoide é formada por tecido conjuntivo ___________________ e suas superfícies são todas revestidas pelo mesmo tipo de epitélio simples pavimentoso, de origem mesenquimatosa, que reveste a dura-máter.

avascular.

105

A aracnoide forma expansões que perfuram a dura-máter e vão fazer saliências em seios venosos, onde terminam como dilatações fechadas: as _______________________. A função destas é transferir líquido cefalorraquidiano para o sangue.

Vilosidades da aracnóide.

106

A pia-máter é muito vascularizada e aderente ao tecido nervoso, embora não fique em contato direto com células ou fibras nervosas. Entre a pia-máter e os elementos nervosos situam-se prolongamentos dos ________________, que unem-se firmemente à face interna da pia-máter. A superfície externa da pia-máter é revestida por células achatadas, originadas do mesênquima embrionário.

Astrócitos.

107

Os vasos sanguíneos penetram no tecido nervoso por meio de túneis revestidos por pia-máter, os __________________. A pia-máter desaparece antes que os vasos se transformem em capilares. Os capilares do sistema nervoso central são totalmente envolvidos pelos prolongamentos dos _________________.

espaços perivasculares; astrócitos.

108

A ___________________ é uma barreira funcional que dificulta a passagem de certas substâncias, como alguns antibióticos, agente químicos e toxinas, do sangue para o tecido nervoso.

Barreira Hematoencefálica.

109

A barreira hematoencefálica é devida a uma menor permeabilidade dos capilares sanguíneos do tecido nervoso. Seu principal componente estrutural são as ________________ entre as células endoteliais.

Junções oclusivas.

110

Os _________________ são dobras da pia-máter ricas em capilares fenestrados e dilatados. São constituídos por tecido conjuntivo frouxo da pia-máter, revestido por epitélio simples, cúbico ou colunar baixo, cujas células são transportadoras de íons.

Plexos coróides.

111

A principal função dos plexos coroides é secretar o _______________________, que contém apenas pequenas quantidades de sólidos e ocupa as cavidades dos ventrículos, o canal central da medula, o espaço subaracnóideo e os espaços perivasculares. Ele é importante para o metabolismo do sistema nervoso central e o protege contra traumatismos.

Líquido cefalorraquidiano (LCR).

112

O _______________________ contém raras células descamadas e dois a cinco linfócitos por mililitro. É produzido de modo contínuo, e isto explica a saída constante de líquido nas lesões cranianas que atingem a aracnoide. Ele é absorvido pelas vilosidades aracnoides, passando para os seios venosos cerebrais (no sistema nervoso central não existem vasos linfáticos).

Líquido cefalorraquidiano.

113

A obstrução do fluxo de líquido cefalorraquidiano, qualquer que seja a causa, resulta no distúrbio denominado ________________. Esta situação patológica é caracterizada pela dilatação dos ventrículos do encéfalo produzida pelo acúmulo de LCR. Ela pode também ser devida a uma diminuição na absorção de LCR pelas vilosidades aracnóideas ou, mais raramente, a neoplasma (câncer) do plexo coroide que produza excesso de LCR.

Hidrocefalia.

114

Grupos de fibras nervosas formam os __________ ou _________ do SNC e os nervos do SNP

Feixes; tratos.

115

A __________ é um complexo lipoprotéico branco que é parcialmente removido pelas técnicas histológicas.

Mielina.

116

O intervalo entre dois nódulos é denominado ______________ e é recoberto por uma única célula de Schwann.

Internódulo.

117

As fibras amielínicas periféricas são também envolvidas pelas células de Schwann, mas neste caso não ocorre o enrolamento em espiral. Uma única célula de Schwann envolve várias fibras nervosas, cada fibra tendo o seu próprio mesaxônio. Nas fibras amielínicas NÃO existem ___________________, pois nelas as células de Schwann formam uma bainha contínua.

nódulos de Ranvier.

118

No SNC os axônios amielínicos são mais numerosos. Ao contrário das fibras amielínicas periféricas, esses axônios têm ___________.

Bainha.

119

No sistema nervoso periférico as fibras nervosas agrupam-se em feixes, dando origem aos __________.

Nervos.

120

O tecido de sustentação dos nervos é constituído por uma camada fibrosa mais externa de tecido conjuntivo denso, o _______________, que reveste o nervo e preenche os peaços entre os feixes de fibras nervosas. Cada um desses feixes é revestido por uma bainha de várias camadas de células achatadas, justapostas, o _____________.

Epineuro; perineuro.

121

Dentro da bainha perineural encontram-se os axônios, cada um envolvido pela bainha de células de Shwann, com sua lâmina basal e um envoltório conjuntivo constituído principalmente por fibras reticulares sintetizadas pelas células de Shwann, chamado _______________.

Endoneuro.

122

Os nervos estabelecem comunicação entre os centros nervosos e os órgãos da sensibilidade e os efetores (__________ e ___________).

Músculos; glândulas.

123

Os acúmulos de neurônios localizados fora do sistema nervoso central recebem o nome de ________________. Em sua maior parte, os gânglios são órgãos esféricos, protegidos por cápsulas conjuntivas e associados a nervos.

Gânglios nervosos.

124

Há dois tipos de gânglios sensoriais. Os gânglios cranianos e os gânglios espinhais. O gânglios ___________ circundados por gliócitos denominados células satélites.

Espinhais.

125

Os neurônios dos gânglios  cranianos e espinhais são ________________ e transmitem para o sistema nervoso central as informações captadas pelas terminações sensoriais de seus prolongamentos periféricos. O gânglio do _____________ é o único gânglio craniano cujas células são _______________.

Pseudo-unipolares; nervo acústico; bipolares.

126

O epineuro é um tecido conjuntivo denso rico em _____________________ e em fibroblastos. O perineuro é constituído por diversas camadas de células achatadas e unidas para formar uma barreira à penetração de macromoléculas do nervo. O endoneuro é formado principalmente por ______________________ sintetizadas pelas células de Schwann.

Fibras colágenas; fibras reticulares.

127

O sistema nervoso autônomo relaciona-se com o controle da musculatura lisa, com a modulação do ritmo cardíaco e com a secreção de algumas glândulas. Sua função é ajustar certas atividades do organismo, a fim de manter a constância do meio interno (________________).

Homeostase.

128

As funções do __________________________ sofrem constantemente a influência da atividade consciente do sistema nervoso central.

sistema nervoso autônomo.

129

O sistema autônomo é uma rede de dois neurônios. O primeiro neurônio de cadeia autônoma está localizado no sistema nervoso central. Seu axônio entra em conexão sináptica com o segundo neurônio da cadeia, localizado num gânglio do sistema nervoso autônomo ou no interior de um órgão. As fibras nervosas (axônios) que ligam o primeiro neurônio ao segundo são  chamadas de pré-ganglionares e as que partem do segundo neurônio para os efetores são as pós-ganglionares. O mediador químico nas sinapses das células pré-ganglionares é a ________________ ( fibras colinérgicas).

Acetilcolina.

130

A camada medular da __________________é o único órgão cujas células efetoras recebem fibras pré-ganglionares e não pós-ganglionares.

Glândula adrenal.

131

O sistema nervoso autônomo é formado por duas partes, distintas por sua anatomia e por suas funções: o sistema ___________ e o ________________.

: simpático; parassimpático.

132

Os núcleos nervosos (grupos de células nervosas) do simpático se localizam nas porções ____________ e ____________ da medula espinhal.

torácica; lombar.

133

O sistema nervoso autônomo simpático é chamado tambpem de ______________________________.

Divisão toracolombar do sistema nervoso autônomo.

134

Os gânglios do sistema nervoso autônomo simpático formam a cadeia vertebral e plexos situados próximos às vísceras. O mediador químico das fibras pós-ganglionares do simpático é a __________________________.

Noradrenalina (Fibras adrenérgicas).

135

A noradrenalina e adrenalina são liberadas tambpem pela camada medular da _______________ em resposta a estímulos pré-ganglionares. A secreção da medular da glândula tem efeito parecido com a estimulação do sistema simpático.

glândula adrenal.

136

Os grupos de neurônios do parassimpático situam-se no encéfalo e na porção sacral da medula espinhal. As fibras desses neurônios saem por quatro nervos cranianos e pelo segundo, terceiro e quarto nervos espinhais sacrais. O parassimpático é denominado também de ______________________________.

Divisão craniossacral do sistema autônomo.

137

O mediador químico liberado pelas terminações nervosas pré e pós-ganglionares do parassimpático é a _______________. Esta substância é rapidamente destruída pela _____________________, sendo esta uma das razões pelas quais os estímulos parassimpáticos são de ação mais breve e mais localizada do que os estímulos do simpático.

acetilcolina; acetilcolinesterase.

138

Em geral, nos órgãos em que o simpático é estimulador, o parassimpático tem ação inibitora, e vice-versa. Por exemplo, a estimulação do simpático __________ o ritmo cardíaco, ao passo que a estimulação das fibras parassimpáticas _________ esse ritmo.

Acelera; diminui.

139

Os nervos regeneram, embora com dificuldade. Quando uma célula nervosa é destruída, as que a ela se ligam nada sofrem, exceto nos raros casos em que um neurônio recebe impulsos exclusivamente de outro. Neste caso, o neurônio que fica completamente privado de impulsos nervosos, pela destruição do outro, sofre a chamada ____________________.

Degeneração transneuronal.

140

Os gliócitos do SNC, e as do SNP ( células de Schwann e células satélites dos gânglios), são dotados de grande capacidade de ______________. 

Proliferação.

141

Devido à sua distribuição por todo o corpo, as lesões nos nervos não são raras. Quando um nervo é seccionado, ocorrem alterações degenerativas, seguidas de uma fase de reparação. O corpo celular cujo axônio sofre lesão mostra as seguintes alterações:

Cromatólise, isto é, dissolução dos corpúsculos de Nissl e consequente diminuição da basofilia citoplasmática; aumento do volume do pericário; deslocamento do núcleo para a periferia do pericário.

142

Quando a parte distal do nervo é perdida, como ocorre na amputação de um membro, as fibras nervosas crescem a esmo, formando uma dilatação muito dolorosa na extremidade do nervo, chamada __________________________.

Neuroma de amputação.

143

Após uma lesão do SNC os circuitos neuronais se reorganizam, graças ao crescimento dos prolongamentos dos neurônios, que formam novas sinapses para substituir as perdidas pela lesão. Assim, estabelecem-se novas comunicações que, dentro de certos limites, podem restabelecer as atividades funcionais dos circuitos perdidos. Essa propriedade do tecido nervoso é denominada plasticidade neuronal. O processo regenerativo é controlado por diversos fatores de crescimento produzidos por neurônios, gliócitos e por células alvo da atividade dos neurônios. Esses fatores de crescimento constituem uma família de moléculas chamdas ___________________.

Neurotrofinas.

Decks in Medicina Interna Class (194):